Noturno (Guillermo Del Toro/Chuck Hogan)

Antípodas da Mente sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Numa época em que o modismo vampírico está tão em alta na literatura, certas obras, mesmo não sendo tão boas por si só, acabam tendo uma grande importância no mercado literato como um todo.

Acho que a valorização dos chupadores de sangue nunca foi tão alta como agora, mesmo na época em que Entrevista com Vampiro e Rainha dos Condenados (além do resto da família Anne Rice) era hype.

Os Crepúsculos da vida invadiram as prateleiras e exposições das livrarias, sem contar as pessoas segurando e lendo essas porcarias em cafés, restaurantes, ônibus e metrôs. Os vampirinhos adolescentes (mas sem espinhas!) estão por toda parte. Aposto que até no seu quarto.

Justamente por isso, eu bato palmas para Noturno (e as suas futuras sequências). Claro, é Guillermo Del Toro, e, por respeito ao Labirinto do Fauno, eu precisava ler esse troço (mesmo sabendo da existência das porcarias dos Hellboys).
Claro também, o livro deixa muito a desejar. Especialmente da metade pra frente, quando desbanca pruma caçada tosca a lá “Cortem suas cabeças!”. Além da forma absurda do quão rasos os personagens principais são. Sinceramente: os diálogos não convencem. Nem um pouco.

Mesmo assim, mesmo com tudo isso, eu ainda afirmo que bato palmas pra Noturno. Por quê? Porque os vampiros são sujos, vivem como ratos chafurdando a sujeira e a terra, dão nojo e provocam completa repulsa.
Depois de ler aqueles romances lindos sobre o amor proibido entre um vampiro adolescente bonitão e uma garota provinciana, você conseguiria pensar na imagem de vermes rastejando sob a pele do rosto de um vampiro? Ou na imagem do pinto de um vampiro ficando tão atrofiado e apodrecido que chega a cair durante a transformação?
Pois é…

Além de que a homenagem ao Drácula do Bram Stoker no comecinho do livro é muito legal e bem bolada.
Por essas e outras: Viva Noturno!

Noturno


Strain, The
Ano de Edição: 2009 no Brasil, 2008 nos EUA
Autor: Del Toro, Guillermo / Hogan, Chuck
Número de Páginas: 464
Editora: Rocco

Leia mais em: , , , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito