Milagre em Sta. Anna (Miracle At St. Anna)

Cinema quinta-feira, 30 de Abril de 2009

 Adaptação do romance de James McBride, ambientado durante a Segunda Guerra, que conta a história de quatro soldados americanos que fazem parte da 92º Divisão Buffalo Soldier – formada apenas por negros. Baseados na Toscana, Itália, em 1944, esses quatro homens caem numa armadilha preparada pelos nazistas. E acabam se separando quando um deles decide arriscar sua própria vida para salvar um garotinho italiano.

Puta que pariu, eu odeio filmes sobre os quais são dificeis de falar aqui. Talvez porque seja o único lugar onde eu falo de filmes, mas tudo bem. Sabe aquela obra-prima que você quer compartilhar com todos os seus amigos? Tipo Gran Torino? Mesmo sabendo que eles tem mal gosto e vão preferir ir ver… Cinzas do Passado Redux, você vai lá, na maior boa vontade e indica um filme como esse, Milagre em St. Anna, pra nada. Mas tudo bem, talvez alguém de bom gosto vá assistir. Alguém que não é seu amigo.

 FILME DE GUERRA!!1

Ah, sim. Cuidado no começo, quando algumas cruzes brancas e vermelhas pipocam na tela. Dá barato, véi! Mas enfim. A história começa com Hector Negron, velho, assistindo filmes de guerra. Depois, trabalhando normalmente… até dar um tiro num tio aleatório que aparece. Hector é preso, e depois de alguma investigação, um repórter [Ô, raça!] chega até ele e tenta entrevista-lo. É quando ele começa a se lembrar da Segunda Guerra Mundial.

 Os quatro patetas.

Depois de algumas cenas de batalha, conhecemos Train, Bishop e o sargento Stamps, além do próprio Hector. Os quatro fazem parte da 92ª Divisão Buffalo Soldier, uma divisão americana constituida apenas de soldados negros — comandada por um branco racista. Esses quatro, devido à problemas de hierarquia, acabam se separando do resto do grupo, e encontrando o pequeno Angelo, um sobrevivente da guerra. E acabam o levando junto, quando vão parar numa vila.

 “Será que vai chover?”

Mais que isso é até difícil falar, já que eu tou com a impressão de que falei demais, até. O filme é bom, muito bom. O único problema dele é ser meio enrolado as vezes, mas nada que atrapalhe muito, exceto se você tiver bebido dois litros de refrigerante.

Milagre em Sta. Anna

Miracle At St. Anna (160 minutos – Guerra)
Lançamento: EUA, Itália, 2008
Direção: Spike Lee
Roteiro: James McBride, baseado em livro dele mesmo
Elenco: Derek Luke, Michael Ealy, Laz Alonso, Omar Benson Miller, Pierfrancesco Favino, Valentina Cervi e Matteo Sciabordi

Leia mais em: , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • livia

    Adoro filmes de guerra e drama,e Milagre em Sta Anna foi um dos melhores que assisti,muito bom,emocionante!

busca

confira

quem?

baconfrito