Los Angeles – Cidade Proibida (L.A Confidential)

Bogart é TANGA! terça-feira, 02 de novembro de 2010

Se alguém aí acompanha esse quadro, já deve ter percebido que eu sou um grande apreciador dos filmes noir. É, quando eu não falo de algum específico, sempre faço relações com outras obras ou falo da influência que eles exerceram. É uma pena que esse movimento, gênero… Ah, ninguém sabe ao certo o que essa porra é, tenha durado tão pouco (Entre os anos 40 e 50), mas pelo menos, uma vez ou outra, alguém os relembra e faz uma homenagem.

Sinopse: No início dos anos 50 em Los Angeles, três detetives que usam métodos distintos de trabalho se defrontam com uma trama de conspiração e corrupção policial, que atinge até os mais altos escalões, que estão ligados a um esquema de prostitutas de luxo, no qual cada uma delas personifica uma estrela de cinema.

Em meio aos anos 50, na Los Angeles dos sonhos e do glamour, vivem os detetives Wendell “Bud” White (Russell Crowe), Jack Vincennes (Kevin Spacey) e Edmund Exley (Guy Pearce). Cada um deles é apresentado de forma introdutória nos primeiros minutos do filme, afinal, o filme é sobre eles. Nessa pequena introdução, já percebemos as características peculiares de cada um dos três oficiais: Bud é um cara que usa de violência para conseguir suas respostas, Jack se importa mais com a fama com que a sua carreira em si e Exley é o homem incorruptível que sonha ter uma carreira parecida com a do seu pai.

 Negociação da pesada

Vamos por partes. Após uma confusão da pesada na delegacia, o parceiro de Bud é forçado a se aposentar após um incidente lastimável e cômico durante a noite de natal. Como se a confusão por si só não bastasse, o fédaputa do Exley, que era o responsável pela delegacia no dia, dedura todo mundo, afinal de contas, o cuzão queria ser promovido. Passado algum tempo, chega à delegacia a informação que houve uma chacina na lanchonete O Coruja da Noite, o mesmo local que Bud havia combinado de se encontrar com seu parceiro aposentado, para dar uma força pro cara.

Essa chacina aí fode com a vida de todo mundo, mas alguns a veem como a grande oportunidade de ascensão profissional. Como o detetive Exley era o responsável pela delegacia na noite do ocorrido, ele e o Capitão Dudley (James Cromwell) ficam como responsáveis pelo caso. Inicialmente, as mortes são creditadas a traficantes negros, que estariam inclusive, cometendo outros crimes, como sequestro e estupro.

Cada um dos detetives se envolve no caso, motivados cada um por motivos pessoais. No caso de Bud, a morte de seu ex-parceiro, enquanto Jack e Exley, durante as investigações suspeitam de uma possível relação entre o caso do Coruja da Noite e uma rede de prostituição. Juntando pedaços das conversas das outras investigações, Bud vai conseguindo ligar os acontecimentos do crime do Coruja e acaba descobrindo a verdade sobre o cartel de prostituição. Mas o cara se dá mal, e acaba se apaixonando por uma prostituta, Lynn Bracken (Kim Basinger), sósia da famosa atriz Veronica Lake. Todas as investigações pessoais vão convergindo para um único ponto, e os policiais agora sabem que os envolvidos são pessoas mais próximas que imaginavam.

 Faltou a gostosa aí

Cara, eu fico imaginando se esse filme tivesse sido feito nos anos 50. Seria com certeza absoluta, um dos maiores clássicos de todos os tempos. O roteiro e a forma como foi colocado na tela é perfeito, não há um segundo em que você perde a atenção ou perde o ritmo do filme. A ambientação de Los Angeles nos anos 50 também é digna de nota.

As atuações merecem um parágrafo a parte. Los Angeles – Cidade Proibida talvez seja o melhor filme que vi com tantos atores perfeitos em seus papéis. Todos, sem exceção, dão um banho de interpretação, desde a premiada Kim Basinger ao Capitão Dudley, de James Cromwell. Mas na boa, o Russell Crowe é muito foda fazendo papel de cara mau, durão (E eu não falo de Gladiador, idiota). Guy Pearce em um de seus primeiros papéis é fenomenal, dá até raiva do Exley e seu jeito todo certinho. Kevin Spacey, em ótima forma, tem menos tempo de tela que seus colegas, mas seu papel é fundamental para a trama. Após tudo isso, eu lanço um desafio, quem não gostar dessa maravilha de filme me paga uma cerveja.

Los Angeles – Cidade Proibída

L.A Confidential (138 minutos – Policial)
Lançamento: Estados Unidos, 1997
Direção: Curtis Hason
Roteiro: James Ellroy (romance), Brian Helgeland (roteiro), Curtis Hanson (roteiro)
Elenco: Kevin Spacey, Kim Basinger, Russell Crowe, Guy Pearce, Danny DeVito, James Cromwell, David Strathairn

Leia mais em: , , , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Esse filme é sensacional, o melhor é que o dvd dele não sai por mais do q 15 reais. Russel Crowe nesse filme deixa o Chuck Norris no chinelo.

  • Jefferson

    Talvez nenhum outro filme faça tanto jus ao título deste quadro como este Los Angeles, Cidade Proibida. Lançado no mesmo ano de Titanic, esta obra acabou sendo eclipsada pelo desempenho nas bilheterias e posteriores premiações pelo filme de James Cameron.
    Como você ressaltou em seu último parágrafo me parece também que a grande força da adaptação esteja em seus personagens, fielmente transportados às telas. Embora exista certa reducão no que concerne a investigação, que no livro é uma torre de babel especutacular, isto não tira os méritos deste filme brilhantemente concebido.

busca

confira

quem?

baconfrito