Lembram de Rock n’ Roll Racing?

Games quinta-feira, 05 de julho de 2012

Há muito tempo, no longínquo ano de 1993, era lançado para Mega Drive e SNES (Em 2003 foi adaptado para GameBoy) o incrivelmente foda Rock n’ Roll Racing, um jogo de corrida (Oh rly?) e batalha, em que a principal parte era o rock (NO SHIT SHERLOCK): Black Sabbath, Deep Purple, Steppenwolf… E deram para fazer um remake.

Taí um jogo que merece um bom lançamento, renovando a franquia, mas que admito que não sei como a coisa funcionaria… É tipo o Sonic do mundo das corridas com carro. Em tempos de 16-bit era impressionante o que ele trazia: Boa jogabilidade, boa mecânica (Como a coisa de ter de construir seu carro), animações legais (Ao menos durante as corridas) e, claro, a trilha sonora, que sim, era totalmente monofônica, mas isso não atrapalhava nem um pouco.

Quatro anos depois da Blizzard lançar o jogo (Na época era a Silicon & Synapse), outra empresa, a Interplay, lança um jogo chamado Red Asphalt, mas graças à uma trollada (Sim, já naquela época), o jogo ficou conhecido como Rock n’ Roll Racing 2, mas que na real não tinha nada com RRR (Ou seja, era uma bosta). Enquanto alguns se ocupavam com o “segundo jogo”, outros ainda corriam atrás de “extras” do primeiro, como por exemplo o personagem extra, Olaf que trabalhou aqui no Bacon de The Lost Vikings, o “carro escorpião”, e os supostos nomes de personagens e locais em português.

Por que estou falando tudo isso? Primeiro porque já há alguns anos, uns fãs brasileiros deram para fazer um remake (Clique AQUI para ir para o site dos caras e baixar o troço), no mesmo estilo do original. Não achei nenhuma informação recente sobre o projeto (Que aparentemente morreu), mas ainda dá para fazer o download.

Porra, tudo isso pra dizer que o troço que ia rolar já acabou?!

Calmem porra! A questão é que fãs russos (!) resolveram fazer outro remake, mas desta vez em 3D (Não o que pula na tela), atualizando o jogo original: Novos carros, novas pistas, mecânicas diferentes, upgrades, interação com o ambiente, código aberto e, obviamente, mais músicas. Saquem só o trailer/gameplay:

Caras, devo dizer: Estou com uma puta vontade de jogar essa budega. Sim, eu, o cara que sempre reclama de “fan made”, modificações e atualizações. No site dos caras (Em russo) deve haver mais informações, mas justamente agora que estou fazendo o post não consigo entrar no site (Quem conseguir – e souber russo – bote aí nos comentários algumas informações). As informações mais recentes são de que o jogo sai sim ainda este ano, mas no canal deles não há nenhuma informação muito recente… A mais legal é que, segundo os desenvolvedores, o jogo terá versões em russo, inglês e português! Sim, o NOSSO português!

Espero realmente que esse jogo saia e que seja tão bom quanto o original mesmo todos sabendos que nunca serão. Os vídeos estão muito bons, a mecânica/física parece excelente e a tranformação de isometria para 3D parece estar funcionando… Resta esperar e torcer, e se sair, tenham certeza que postarei uma resenha aqui.

Leia mais em: , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • yuri

    Cara, eu virava SEMANAS jogando RRR quando era moleque!!! Talvez só não tenha jogado mais que Diablo!

  • Vinícius Naves Castanheira

    Putz, eu não acredito que vi uma matéria disso aqui no Bacon!
    RRR é como um deus esquecido dos videogames: uma ideia genial de jogos de corridas esquecida pela Blizzard e por toda a indústria.
    A coisa mais próxima foi um joguinho viciante chamado Mini Car Racing, que é exatamente como esse, mas sem o estilo punk e rock n’ roll, que fazia dele um achado divertido, entre prateleiras do Carrefour. Ainda sim, sem o charme do clássico da Blizzard.
    O interessante de ver esses remakes é que eu mesmo tinha um sonho de recriar esse jogo em 3D, como um tipo de revolta por uma coisa dessas ter sido esquecida.

    E a trilha sonora? Tudo que um garoto nerd queria ouvir na época e que muitos ouvem ainda hoje em dia.

    Eu agradeço por ter encontrado isso. Não sei falar russo, mas o tradutor do Google sabe. =P

busca

confira

quem?

baconfrito