Justin Bieber é o Satanás

Música segunda-feira, 17 de maio de 2010

De vez em quando eu penso se eu sou muito chato quando falo de música. E quando eu falo que é bem de vez em quando, tá mais pra nunca, mesmo. Mas eu tenho uma teoria sobre isso. Quando eu tô online no MSN, por exemplo, eu procuro não mandar mensagens pros ocupados, ausentes, mortos e por aí vai. Eu sou legal. Quando eu tô ausente, ocupado ou… Morto, as pessoas não respeitam. Isso não é legal. Como eu posso ser legal se as pessoas só fazem merda? Como eu posso ser legal quando falo de música se VOCÊS SÓ ESCUTAM MERDA? Além do Bora falar de música, que vai ser um quadro… Ahm, sei lá, mensal, pra apresentar bandas realmente boas a quem lê essa bagaça (Inspirado nos textos do Piratão), vou tratar de tirar os capetas do corpo de vocês. Capeta da vez? Justin Bieber.

Eu me assustei com a quantidade de vezes que esse nome apareceu nos comentários – duas ou três vezes, NOSSA HEIN – e resolvi dar uma pesquisada pra entender do que caralhos cês tavam falando. Puta que pariu, depois dessa eu realmente preciso parar de ler os comentários. As primeiras impressões que eu tive foram: Colírio. Precoce. Infantil. Metido a gangster. Do Canadá. Autotune. Inferno. DESLIGA ESSA PORRA. Sério que existem pessoas que conseguem ouvir aquilo durante, sei lá, três minutos? Eu enfartaria antes disso. Eu prefiro enfartar a ouvir Justin Bieber.

O Canadá sempre me pareceu uma… Merda, musicalmente falando (Deixando a música de lado, ainda acho o Canadá uma merda. Ninguém gosta do Canadá, mano). Afinal, Simple Plan e Avril Lavigne SÃO DE LÁ. Isso não chega a ser uma história musical decente. Agora, por mais que essas bandas fossem ruins, elas não chegavam a ser um mindfuck como… ISSO:

 AIN QUE PHOPHO

Eu me recuso a chamar ISSO de cantor, artista, músico ou ser humano. Faça um esforço e tente se lembrar: Ele parece aquele seu vizinho chato, cinco anos mais novo que você, que só fazia merda e dava trabalho. Até que você ficou puto e bateu nele. Forte. E ele chorou e chamou a mãe, que quis conversar com os seus pais, que resolveram cortar sua internet e queimar seu acervo de pornografia. Acreditem, os pais sempre sabem onde fica esse acervo, é o trunfo deles.

Cês devem esperar que eu comece a falar que ele não sabe cantar. Eu realmente preciso fazer isso? É meio óbvio que ele consegue cantar tão bem quanto um rinoceronte sendo ESTRUPADO por um Snorlax. Em meio a todos os clipes que eu assisti – e segundo a Wikipédia, foram HITS FENOMENAIS que só eu não ouvi – percebi que ele consegue usar mais autotune que o Cine. Sim, isso mesmo. É preciso muito talento pra ser pior que o vocalista do Cine.

Agora vamos para um rápido A.N.A.L., heh.

A.N.A.L. – Análise Nitidamente sem Amor, Leitor.

Em um clipe do nosso querido Colírio norte-americano, One Time, notamos uma coisa que fica em destaque: Ele é um imbecil. Cara, sério, não sei por que existem tantas pessoas que querem pagar de bandido, gangster, rapper, coisas assim. E por rapper, entenda: Não tô falando dos rappers antigos, bons, mas sim dos atuais, que são uma merda. Quando eu era criança – e você também, provavelmente – eu queria ser muitas coisas: Piloto de avião, Mestre Pokémon, caça-fantasma e outras coisas, tirando, é claro, aquele cara da Liga da Justiça que se transformava em um balde d’água. Ou o Aquaman. Quem realmente gostaria de ser o Aquaman?

 Você é da ÁGUA, que porra cê tá fazendo VOANDO no ESPAÇO, mano?

É realmente perturbador que a juventude de hoje em dia quer ser… Bandido, quer virar rapper e metralhar os inimigos. Quer vestir aquele casaco e, parecendo um verdadeiro esquimó, gesticular na frente do espelho, como se estivesse em uma batalha do filme 8 mile. Sério, bora acordar pra cuspir? EM QUE RAIOS de festa de RAPPERS as pessoas andam com cataventos e aqueles sprays que são vendidos no Natal? Eu não me importo que você queira parecer idiota, sério. Não, na verdade eu me importo. Eu tenho vergonha alheia, mas puta que pariu: Quer pagar de bandido e ser idiota? FAZ DIREITO, CARALHO. Sim, cataventos são estúpidos.

– Cara, cara, cara, cola aqui, vai ter uma festa!
– Opa, blz. Mas festa de rappers não dá… Tiroteio?
– A gente trocou as armas por CATAVENTOS, CARA. Eles GIRAM!!1
– NOOOOOOOOSSA, BLZ BLZ TAMU INDO

De forma espetacular, a heroína do clipe não é pó, mas sim a guria que aparece A TODO INSTANTE na porra da tela e que faz parzinho com nosso querido Justin Bieber. Com mais razão na cabeça e neurônios do que qualquer outra pessoa na tal festa dos cataventos, após meia hora de pentelhação ela resolve dar um pé na bunda dele. Nada mais justo. Incrível como o cantor nunca se dá bem nessa geração de músicos (Basta assistir Garota Radical pra comprovar. Ou melhor, nem assista, acredite em mim), puta que pariu, nem no PRÓPRIO clipe eles conseguem ser algo próximo a um mamífero.

Eu tava pensando em falar que música não é coisa de criança, mas percebi que isso é idiota (Ainda bem, já basta eu ter escrito merda até aqui). Você não precisa ser adulto pra saber fazer música: Michael Jackson começou a carreira com os irmãos aos cinco anos de idade. Não é questão de idade, é questão de maturidade. O pequeno Michael era foda. Esqueçam os escândalos e, também, não falem que a morte dele foi uma perda pro universo musical. O cara já tinha morrido – musicalmente falando – faz tempo. Ele foi foda, criou o videoclipe, tinha presença de palco, tinha MATURIDADE. O que Justin Bieber tem? Cataventos e autotune. Ele não parece um pequeno Michael, ele parece um garoto ABUSADO pelo Mich… Pera, eu posso ser preso por falar isso?

Quando você conversa com alguém de mais idade, é comum que comparações apareçam ao longo da conversa. “No meu tempo não era assim”, “no meu tempo a gente fazia deste jeito” e coisas do tipo. Eu já posso me sentir velho perto da geração que curte Justin Bieber. No meu tempo, quem ousava fazer rock ou qualquer outro tipo de música não era ajudado por uma cabine de mixagem. As minhas bandas repetiam a música várias vezes até ficar no ponto, sem pressa alguma. Parabéns a vocês, que escutam esses cantores estilo ejaculação precoce, que compram as letras e não passam nem um mês no estúdio. Parabéns mesmo, mas vocês não merecem um pedaço de bolo, e sim um tiro na cara.

Por falar nisso, valendo um aumento de 20% do meu salário, que, atualmente, se encontra no valor de R$ 0,00: Sabiam que o Bacon tem comunidade no Orkut, Twitter e até Last.fm? Já sabia? Então por que você não tá lá ainda, FDP? Aliás, saibam que o Pizurk pegou o gosto do Twitter e começou a infernizar toda a equipe do Bacon por lá, também. Então o dobro de cuidado ao segui-lo. Sério. E sobre o Last.fm: Eu posso ficar sabendo que você comenta na minha coluna e, ao mesmo tempo, escuta Lady Gaga. E Lady Gaga é uma merda, então: Morra.

Leia mais em: , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito