João e Maria: Caçadores de Bruxas (Hansel & Gretel: Witch Hunters)

Cinema sexta-feira, 01 de fevereiro de 2013

 Os jovens João e Maria foram abandonados pelos pais na sombria floresta e acabam indo parar na casa de uma malvada bruxa. Mas o que parecia ser o fim acabou se tornando o começo de uma vida cheia de aventuras, uma vez que eles eliminaram a malvada e viraram verdadeiros exterminadores de criaturas do mal. Após o desaparecimento de várias crianças, os dois, já adultos (Jeremy Renner e Gemma Arterton), são contratados pelas autoridades locais para desvendar o mistério. Só que eles não imaginavam que essa nova missão iria colocá-los diante da terrível Bruxa Negra (Famke Janssen), pronta para destruir não só a reputação de excelentes caçadores de bruxas, mas também as suas vidas.

Lembram que outro dia eu falei sobre meu incrível esquema pra filmes ruins? Então, ou eu sou muito ruim nele ou ele não funciona todas as vezes.

Já disse várias vezes aqui no Bacon o quanto eu não suporto essa coisa de “nova versão”. Mas deixemos isso de lado, já que é tópico antigo. O ponto aqui é o filme em si, e porra, claro que é ruim, mas podia ser bem pior. Já adianto que não vi o filme em 3D, e foi dublado também, mas né, besteira pouca é bobagem.

Pois então, a história cês já sabem: Bruxa ruim, casa de doce, forno. O filme começa assim, só desanda três minutos depois de começar, quando os dois já cresceram e viraram os Irmãos Grimm:

 Ahh, Monica Bellucci

Além da história básica igual, o Peter Stormare está em ambos os filmes. Ele se sai muito bem neste mais recente (No outro, eu não lembro), mas nada que faça muita diferença. Minha memória deve estar me enganando, mas acho que em ambos há uma gatling gun.

Enfim, lá o Xerife (Peter Stormare), acusando uma jovem (Pihla Viitala) de bruxaria, quando João e Maria chegam causando por ordem do prefeito. Aí eles descobrem que 11 crianças já foram levadas do local, e graças à um interrogatório com uma das bruxas (É, eu sei…) descobrem que só falta mais uma para o plano DO MAL estar completo.

Caras, é clichê atrás de clichê, mas o que pegou mesmo não foi a repetição de tantos elementos e sim a superficialidade de tudo. Em nenhum momento o plano DO MAL realmente pareceu um problema. Na real, é uma história (E roteiro) tão idiota, que você já sabe o final. E não tipo “os bonzinhos vão ganhar”, mas num esquema quase de previsão do futuro. Porra, típico plano de vilão de história infantil o da Muriel (Famke Janssen), e prum filme que se diz uma “nova versão” isso é ruim.

 Olha a Fênix Jean Grey aí gente.

Porém, como eu disse, poderia ser pior. Há algumas boas piadas no filme (Tipo… Duas ou três) e diferentemente do que eu pensava, apesar de ter a Gemma Arterton num espartilho e com calça de couro, com exceção de um ou dois momentos relativamente discretos, não apelalam tanto pra peito e bunda de ninguém menos do Jeremy Renner e da Pihla Viitala, os dois ficam PELADOS NUA SEM ROPA.

 Difícil achar foto dessa mulé, minha gente…

Todo mundo já sabia que seria ruim, e de fato é, mas poderia ser bem pior. Mesmo que o filme não agrade, pelo menos não irrita demais. Não tenho do que reclamar em relação à efeitos técnicos (Lembrando que não vi em 3D), mas cabe uma pequena nota: É bom ver um filme atual utilizando de maquiagem/fantasia/etc ao invés de fazer tudo em CG. Claro que este existe, mas não ficou exagerado.

Sei lá, esperem esse troço passar na TV à cabo para poderem ver peitinhos, mas não esperem nada além de um filme vazio. Não há nenhum esforço, mistério, desafio e nem nada, mas até que as são desculpas ligeiramente críveis… Enfim, se não for pra ver putaria, esqueçam que isto existe.

João e Maria: Caçadores de Bruxas

Hansel & Gretel: Witch Hunters (88 minutos – Ação)
Lançamento: EUA, 2013
Direção: Tommy Wirkola
Roteiro: Tommy Wirkola e Dante Harper
Elenco: Jeremy Renner, Gemma Arterton, Famke Janssen, Pihla Viitala, Peter Stormare e Thomas Mann II

Leia mais em: , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • LP

    João e Marial??????

  • Foda, nem vi a cagada. Tá corrigido.

  • Blé, eu vi em 3D e legendado. E aham, é tudo bem superficial. A Maria posando de fodona e a ruivinha com cara de incocente acabaram sendo o ponto forte do filme. E falando em 3D, lembro de um texto antigo, seu ou do Kirk, falando sobre como os filmes hoje em dia exploram mal a tecnologia, hm. Esse foi bem fraco também. Lembro de uma flecha que voava pegando fogo, um pouco de sangue e só.

  • “Lembram que outro disse eu falei sobre meu incrível esquema pra filmes ruins?” e “Não há nenhum esforço, mistério, desafio e nem nada, mas até que as são desculpas ligeiramente críveis…” *run*

  • Só comprovou o que eu já tinha lido aqui: pareceu que eles fizeram o filme todo pensando em possíveis continuações de tão superficial que é a história. É muito frustrante como as coisas se resolvem magicamente sem ninguém mexer um dedo, tá mais pra uma “demo” do que um filme de verdade. Talvez seria melhor se fosse um seriado pra explicar direito toda farofada do negócio…

busca

confira

quem?

baconfrito