Fins de temporada, ame-os ou deixe-os

Sit.Com quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Pois bem, sei que dos 10 leitores do Bacon, 8 acham que eu não passo de um gordo babaca e pedante, mas vejam como o mundo é injusto, eu assumi essa coluna no Bacon e você vai continuar aí, me achando um gordo babaca e pedante, o que de certa forma, não deixa de ser verdade. Mas enfim, como agora eu sou colunista e blábláblá, eu posso falar sobre o que eu quiser. Mentira, sobre o que eu quiser, desde que envolva televisão. E por isso, hoje irei falar dos melhores e piores fins de temporadas que já assisti.

A série pode começar mal, se arrastar por 20 episódios, mas se o último episódio da temporada for foda, você vai voltar daqui a 6 meses pra assistir a próxima temporada. Um bom exemplo disso é a 1° temporada de Fringe. Aquele final que ousa ao nos mostrar Olívia em outra realidade e ainda com a primeira aparição de Willian Bell, interpretado pelo eterno Sr. Spock, Leonard Nemoy, é de fazer qualquer um surtar até o início da próxima temporada.

É chato, é clichê e sabe-se lá Deus porque, mas virou moda falar mal de Lost. Mas tirando a 6° temporada, nenhuma outra série jamais conseguirá fazer finais de temporadas tão fodas quanto os de Lost. Durante 5 anos, os filhos da puta dos roteiristas da série conseguiram deixar os fãs tendo derrames diários durante os 6 meses de pausa entre uma temporada e outra.

Uma série pouco comentada, mas que se saiu muito bem em seus 2 primeiros fins de temporada foi Prison Break, que contava a história de Michael, que foi preso propositalmente para libertar seu irmão Lincoln, que foi preso por um crime que não cometeu. Ao fim da 1° temporada, após muita perseguição e um dos membros mais fodas da série ter a mão amputada, os prisioneiros conseguem fugir, apenas para no final da 2° temporada, serem presos em uma prisão ainda pior do que a que estavam. Depois virou babaquice pura, mas esses 2 finais valeram pelo resto da série.

O final da 3° temporada da série inglesa Misfits também é um dos melhores, amarrando todas as pontas soltas que foram deixadas nas outras 2 temporadas. Um final digno de fim de série. Being Human Uk também é um bom exemplo de série com roteiristas competentes, tendo em 4 temporadas, 3 ótimos finais, um inclusive mostrando a morte do personagem principal. Aliás, em quesito fim de temporada os ingleses são campeões disparados. Se duvidam, assistam uma série chamada The Fades. Infelizmente ela foi cancelada após o fim de sua 1° temporada, mas porra, que final de temporada foda.

Mas nem só de flores vivem as season finales. Um bom exemplo de péssimo fim de temporada é o da 1° temporada de American Horror Story, que resolveu deixar o horror de lado e nos mostrar uma família de fantasmas felizes vivendo ao lado de outros fantasmas assassinos. O fim do 1° ano de The Walking Dead também foi lamentável, com a morte de uma personagem que ninguém se importava e uma história chata de dar pena. Graças a Deus, na 2° temporada tivemos aquele final fodão com o Rick e seu discurso de rei, além de nos deixarem ansiosos com uma rápida mostra da prisão e de Michonne. Aquilo sim é fim de temporada, porra.

Agora eu chego em um assunto um pouco complicado. Heroes. Porra, Heroes teve ótimos fins de temporadas em seus 4 anos, porém, nunca souberam desenvolver a trama deixada no final da temporada anterior, resultando em fiascos desastrosos. Porra, se tem uma coisa difícil de conversar é sobre Heroes. Que série boa e ruim ao mesmo tempo. Assim como séries policiais, que eu sei que tem muitos e muitos fãs, mas os finais de temporadas são sempre chulos. Cold Case, N.C.I.S., Lie To Me, White Collar, Hawai 5.0, todos os CSIs… Meu Deus que porcarias de fins de temporadas.

Enfim, pra resumo da ópera, uma série pode até andar ruim das pernas, como foi o caso das temporadas 6 e 7 de Supernatural, pode ter um 1° episódio chato, como foi o caso de Fringe, mas se ela não tiver uma season finale emocionante e com um puta cliffhanger, ou será cancelada, ou será um desses lixos que existem por aí, que idiotas adoram assistir.

Leia mais em: , , , , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito