Filmes para ver em 2010 – 1º semestre

Primeira Fila sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Primeira Fila de volta, aê. Óbvio que não tava com saudades de vocês, nem muito menos de escrever. Ainda mais que tô plantada em Brasília durante as férias. Na falta de algo melhor pra fazer, vamos lá. Como já é tradicional (ainda que seja só a terceira vez que faça isso), vou indicar um filme por mês. Me recuso a acreditar que vocês não possam dispor de 8 REAIS no mês todo pra economizar um espacinho no seu HD e ver o filme na telona.

Mais uma vez, 3 constatações: 1- Se você tem algum problema com uma das indicações, entenda, O PROBLEMA É SEU. 2- É de conhecimento geral, ou deveria ser, que a palavra das produtoras quanto a datas não pode ser gravada em pedra. 3- Essas datas são retiradas das duas maiores empresas de cinema de Brasília e pode não bater com as da sua cidade.

FEVEREIRO – O Lobisomem

O remake se passará na Inglaterra Vitoriana, e conta à história sobre um homem que, ao retornar da América, é atacado por um lobisomem. Daí em diante, ele se transforma na criatura a cada lua cheia.

Por que EU vou assistir? Nessa leva de filminhos adolescentes de vampiros e seus inimigos (sim, é dele mesmo que tô falando), a ideia de assistir um filme adulto, com o Benicio Del Toro e o Anthony Hopkins, sobre lobisomens me parece tentadora. Beirando o irresistível, na verdade. Fora que, de criaturas mitológicas, essa é uma das que tenho mais tara acho mais legal. Só perde pros vampiros.

Data de estreia: 12 de fevereiro

Outras boas pedidas: Na verdade, fevereiro sempre foi o mês das melhores estreias no Brasil. Como os americanos deixam pra lançar suas préulas no fim de dezembro, o mais próximo possível pra se manter fresco no cérebro dos membros da academia e do limite pra ser indicado (filmes só concorrem ao Oscar se tiverem sua estreia até dezembro). Dessa forma, vou indicar os bons filmes por semana. Seria injusto colocar alguns poucos só pra economizar espaço.

12/02. As cinco estreias dessa semana são matadoras. A Estrada (filme futurista com a Charlize Theron), Entre Irmãos (roteiro batido sobre dois irmãos envolvidos com uma mulher, onde o diferencial tá em QUE mulher: Natalie Portman), Percy Jackson e o Ladrão de Raios (muito menos divulgado do que deveria, parece ser um novo Harry Potter) e Preciosa (Oscar. Fim.)

19/02. Educação (Oscar. Pedofilia mode on) e Um Homem Sério (Oscar 2).

26/02. Legião (apocalipse no sentido bíblico e não 2012 da coisa) e Um Sonho Possível (Oscar. Além de uma indicação da Sandra Bullock pra melhor atriz, que é no mínimo intrigante.)

Se tudo correr como o planejado, esse vai ser um ano em que será possível ver todos os DEZ indicados a melhor filme do Oscar antes da cerimônia sem ter que partir pro camelô da esquina. Guerra Ao Terror e Up já sairam em DVD, Distrito 9 e Bastardos Inglórios devem estar chegando, Avatar e Amor sem Escalas estão em cartaz e o resto estreia esse mês. A vida pode ser bela.

E se sobrar dinheiro: Eu duvido que sobre dinheiro esse mês.

Março – A Caixa

O que você faria se alguém lhe oferecesse uma caixa com um botão que se você apertasse lhe deixaria milionário, mas, ao mesmo tempo, tirasse a vida de alguém que você não conhece? Quais seriam as conseqüências? Norma Lewis é uma professora de escola particular e o seu marido, Arthur, é um engenheiro que trabalha na NASA. Eles são um casal que leva uma vida normal com o seu filho no subúrbio até que um misterioso homem com rosto desfigurado aparece com uma proposta tentadora, a caixa. Eles têm 24 horas para fazer a escolha. Logo eles irão descobrir que certas escolhas estão fora de seu controle e vão muito além da fortuna e destino.

Por que EU vou assistir? O principal motivo é que ele é do mesmo diretor de Donnie Darko, Richard Kelly, que é uma inspiração aos aspirantes a cineasta (leia no Top 100 o motivo), um jovem gênio que não promete – já que fez, e FAZ história em Hollywood – e uma delicinha nas horas vagas. Assistiria mesmo que fosse uma merda. Mas fato é que a sinopse me tirou o fôlego. A ideia de uma caixa de Pandora torta é fascinante. Com Cameron Diaz, James “Ciclope” Marsden e Frank Langella.

Data prevista: 26 de março

Outras boas pedidas: Coração Louco (5. Tem uma música que foi indicada esse ano), Tudo Pode Dar Certo (5. Aquele do Woody Allen que falei ano passado. Com Henry Cavill, aquele deus grego nórdico yammi dedicado ator do The Tudors.), Remember me (12. Com o vampiro do queprúsculo, que tem lá seu talento), A Ilha do Medo (12. Scorsese e diCaprio, sem mais), Criação (19. Biografia de Darwin) e Homens que Encaravam Cabras (26. Primeira unidade do exército americano designada pra estudar efeitos paranormais. Só o título já me faria ir assistir)

E se sobrar dinheiro: O Amor Acontece, Vírus, O Aprendiz de Vampiros, Estão Todos Bem, Cadê os Morgans, Vidas que se Cruzam e Tiras em Apuros.

ABRIL – Alice no País das Maravilhas

Alice, ao 17 anos, descobre que será pedida em casamento. Ela então foge, seguindo um coelho branco, e vai parar no País das Maravilhas, um local que ela visitou há dez anos mas não se lembrava. Lá conhece personagens como o Gato Risonho, toma chá com a Lebre Maluca e o Chapeleiro Louco e participa de um jogo de cricket com a Rainha de Copas.

Por que EU vou assistir? Esse é de longe, mas MUITO de longe o filme que mais quero ver esse ano – ganhando até de Sherlock Holmes. E acredito que tenha uma multidão comigo. Alice é talvez o melhor livro já escrito na história, porque se adequa perfeitamente a crianças e adultos, e a filósofos e lisérgicos, e a geógrafos ou tradutores. Seus personagens foram adotados no imaginário geral. E é como eu disse no top 100: não tem como gostar “um pouco” de Alice. Fãs do livro costumam ser doidos apaixonados ainda mais doentes que um torcedor evangélico e petista do flamengo. Aí vem um cara que é naturalmente perturbado e passa isso de uma forma encantadora pros seus filmes e decide dirigir essa história. Aí colocam o melhor ator da atual geração, um cara que é um camaleão especializado em fazer papéis exóticos, por assim dizer, interpretando um ícone que leva “louco” no nome. Esse filme tem que ser bom. Cês não tão entendendo. TEM que ser bom. Ou vai ter um Tim a menos no mundo.

Data prevista: 23 de abril

Outras boas pedidas: Sede de Sangue (2. De Chan-wook Park, o mesmo da trilogia da Vingança), Fúria de Titãs (2. Apesar do nome e do ator clichê – Sam Worthington – parece ser interessante), Caso 39 (9. Pirralhas do mal sempre são divertidas), Caçador de Recompensas (16. Mais pela fofoca em torno dos protagonistas do que por qualquer outra coisa), Rec 2 (23. Na expectativa que seja tão bom quanto o primeiro) e HOMEM DE FERRO 2 (30. Só não foi a indicação do mês porque já tinha Alice).

E se sobrar dinheiro: The Losers, Zona Verde, Dupla Explosiva, Extract, Caça as Bruxas (com Nicolas Cage, pra quem quiser arriscar), Quando em Roma, Surpresas em Dobro, Uma Noite Fora de Série e Querido John.

MAIO – O Mundo Imaginário do Dr. Parnassus

O filme é um conto moral fantástico, ambientado nos dias atuais. Ele conta a história de Dr. Parnassus e seu extraordinário Imaginarium, um show itinerante onde os espectadores têm a irresistível oportunidade de escolher entre a luz e alegria ou entre as trevas e a melancolia. Abençoado com o extraordinário dom de guiar a imaginação dos outros, Dr. Parnassus é amaldiçoado por um segredo sombrio, que envolve um trato com o Diabo, Mr. Nick, e sua filha, Valentina.

Por que EU vou assistir? O mundo espera esse filme ansiosamente desde 22 de janeiro de 2008, data em que Heath Ledger morreu. Não vamos mentir, esse é o principal motivo porque Dr. Parnassus VAI levar multidões pro cinema. Mas não é o único, não se deixem enganar. Com a direção impecável de um ex-Monty Python – que, pra mim, é garantia de qualidade extraordinária – Terry Gilliam (pra quem não lembra, era o cartunista) e o peso de um elenco de estrelas que doou seu cachê pra filha do falecido – numa demonstração rara de coleguismo e amor a arte da atuação – junto com um roteiro criativo, esse filme tem tudo pra ser desses que marcam.

Data prevista: 07 de maio

Outras boas pedidas: Robin Hood (14. De Ridley Scott, com Russel Crowe), O Príncipe da Pérsia (28. Com Jake Gyllenhaal, um nome sempre prazeroso de escrever), Wall Street (21. Com Michael Douglas e Susan Sarandon) e Nanny Mcphee e as Lições Mágicas (28. Porque um conto de fadas é bem vindo no fim do mês).

E se sobrar dinheiro: Sex and The City 2, Missão Quase Impossível, A Última Música, 400 Contra 1, A Hora do Pesadelo, Batalha por TERA, Chloe e Ela É Demais Pra Mim .

JUNHO – Toy Story 3

Na terceira aventura, os brinquedos se confrontam com momento decisivo: o menino dono dos bonecos cresce e vai para a faculdade, deixando-os para trás.

Por que EU vou assistir? Porque pra geração meio perdida do fim do último século, que aprendeu a gostar de coisas mais antigas ou mais adiantadas no tempo por falta de opções da época, Toy Story é uma agradável lembrança de que existe algo NOSSO, ainda que sirva de cenário pra crianças de qualquer idade. A Disney relançará os dois episódios anteriores em 3D em fevereiro/março, antes do lançamento dessa terceira parte, com a mesma tecnologia. A estreia dele será 2 dias depois do meu aniversário e meu maior sonho de consumo (meus amigos sabem BEM, porque sempre digo isso quando vou numa loja de brinquedos) é um Buzz Lightyear DE VERDADE, que fala, voa e acende luzinhas. Fica a dica pra vocês, leitores inúteis.

Data prevista: 18 de junho

Outras boas pedidas: Eclipse (30. Convenhamos, é sempre mais divertido falar mal de uma coisa quando se sabe mais sobre ela), Cartas para Julieta (11. Com Gael García Bernal), Adam (25. Um cara com síndrome de nãoseique se envolve com a vizinha. Com Hugh Dancy) e Gente Engraçada (25. Ainda não sei o que pensar sobre esse filme, que conta a história de um comediante em decadência. Com Adam Sandler. Coincidência?).

E se sobrar dinheiro: Marmaduke, Kick Ass (de novo Nic Cage, por vossas contas e risco), Morte no Funeral, Brilho de uma Paixão, Limites do Controle (com Gael também) e The Oxford Murders.

Vamos torcer pra que os sites do cinema estejam certos nas datas. Se não vai servir de desculpa pra vocês ficarem de frescura de “nhaim, vou baixar mimimi”.

Leia mais em: , , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Desses filmes, os que mais espero com certeza são “Alice no país das maravilhas” e “O mundo imaginário do Dr. Parnassus”. Além de “O Aprendiz de Vampiros”, que parece ser bem cult, pelo menos o livro é. E mesmo não gostando muito de Wood Allen, “Tudo pode dar certo” é uma boa pedida, já que tem o Cavill, que graças a vc, eu sei quem é… *suspira*

    Já disse que vc é minha cinéfila favorita?

  • Gabriel

    Kick ass dia 16 de abril, bjs.

busca

confira

quem?

baconfrito