Assassinos por Natureza (Natural Born Killers)

Filmes bons que passam batidos domingo, 31 de outubro de 2010

Parece que hoje em dia todo mundo gosta mais de vilões do que de mocinhos. E realmente, muitos diriam até que a grande maioria dos melhores personagens da história do cinema são mesmo vilões. Bom, eu tava precisando de algum motivo para escolher algum filme para escrever e o texto, e a coluna da semana retrasada do Vassourada ajudou bastante. Outro motivo para ter escolhido Assassinos por Natureza para escrever é que na locadora tinha o filme disponível em Blu-ray. Então aluguei para ver se realmente o combo Blu-ray + LED é mesmo tudo que andam falando.

Sinopse: Casal de assassinos trilha seu caminho do sucesso através de muitas, mas muitas mortes mesmo. Mickey (Woody Harrelson) e Mallory Knox (Juliette Lewis) não fizeram nada mais do que isso para se tornarem famosos, pois a mídia se encarregou de fazer todo o resto para eles.

Um casal lancha tranquilamente em uma lanchonete, e no momento que a moça escolhe uma música na jukebox, dois caminhoneiros adentram no recinto. Caminhoneiro vocês já viram né? Eles se emplogam com a moça dançando e um deles resolve se engraçar pra cima da menina. Nessa cena, no comecinho do filme, já começa o que vai nos acompanhar por mais de uma hora e meia: Muita violência. O casal espanca, mutila e mata os caminhoneiros, e depois ainda fazem uni-duni-tê para ver qual dos dois atendentes da lanchonete ficará vivo para contar a história.

A partir daí, começa a retrospectiva de como Mickey e Mallory se conheceram, se apaixonaram e seguiram suas vidas de assassinatos nos Estados Unidos. Como em uma dessas comédias de televisão americana, conhecemos o passado da Mallory, que era abusada sexualmente e moralmente pelo próprio pai, e sua mãe nada dizia. Até que um dia um açougueiro, Mickey, vai fazer uma entrega na casa da garota, e se apaixona imediatamente por ela. Até que, um dia, o cara se dá mal e vai parar no xadrez. Mas é tão sortudo que consegue fugir da prisão graças a um tornado.

 Bonnie & Clyde Mick & Mal

Livre novamente, ele parte para tirar seu amor da casa de seus pais, e os dois aproveitam pra passar fogo nos dois. A partir daí, eles se casam e saem matando todo mundo que acharem conveniente, por simples diversão mesmo. Até que eles encontram um índio, que os ajuda após terem usado bastantes dorgas, manolo IIARIAIRIAIRAI. Como recompensa pela ajuda, Mick manda bala no maluco, e isso faz o casal ter uma discussão feia.

A confusão rola solta mesmo no dia que Mickey resolve comer uma refém que eles tinham feito em um de seus crimes. Mallory apela e sai pra dar pra alguém, mas ela acha o cara do posto de gasolina tão fraco que passa o ferro no sujeito. Um dos investigadores da polícia, o Detetive Jack Scagnetti (Tom Sizemore), junta as pistas e descobre que foi Mallory quem matou o cara, e fica fascinado pela bandida. Nesse ponto, com a mídia falando a todo momento do casal de criminosos Mickey e Mallory, principalmente por causa do programa do apresentador Wayne Gale (Robert Downey Jr.), todos os jovens americanos já são fãs do casal fora da lei. Mas tudo muda quando a polícia consegue prender o casal e mandá-los para a prisão.

 To falando que isso aí é pscicodelia…

Praticamente um Bonnie & Clyde moderno, Assassinos por Natureza foi um filme que conseguiu se destacar nos anos 90. Dirigido por Oliver Stone e baseado no argumento de Quentin Tarantino (Agora vocês sabem o porquê de tanto sangue e violência) o filme tem um ritmo frenético. Parece que você se entupiu de dorgas e foi assistir tv. Sério, a câmera balança, tem hora que a imagem está nítida, tem hora que está desfocada, tem hora que tá monocromática, tem hora que tá em preto e branco, granulado… Porra… É uma alucinação. O cara ainda mistura animação com as cenas, quase todas de tomadas curtas e cortes rápidos.

Em outros momentos, parece que estamos assistindo uma adaptação de história em quadrinhos, de tão caricatos que são os personagens, todos eles sem exceção. Woody Harrelson ficou perfeito no personagem, ainda mais com aqueles oclinhos redondos e vermelhos. O Homem de Ferro Robert Downey Jr. também está muito bem no papel do jornalista egocêntrico Wayne Gale, e a cenas dele próximas ao fim são engraçadíssimas. Eu adoro o diálogo deles em que Mickey justifica seus crimes. Todos os atores estão bem, mas alguns poderiam ser melhor explorados. O excesso de sangue e violência pode não agradar a todos, mas quem tiver estomago e tiver colhões sairá satisfeito. E, na boa, arrumem um Blu-ray e alguma uma TV de LED pra ver filme, é de outro mundo.

Assassinos por Natureza

Natural Born Killers (118 minutos – Ação)
Lançamento: Estados Unidos, 1994
Direção: Oliver Stone
Roteiro: Quentin Tarantino (argumento), David Veloz (roteiro), Richard Rutowski (roteiro), Oliver Stone (roteiro)
Elenco: Woody Harrelson, Juliette Lewis, Tommy Lee Jones, Robert Downey Jr., Tom Sizemore,

Leia mais em: , , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito