As animações da década de 90

Televisão quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Foi complicado, mas, no apagar das luzes, encontrei uma lan house sem problemas técnicos para poder elaborar e enviar a coluna da semana.

Estou num fim do mundo tão ferrado, que nem telefone ou celular funcionam para avisar o Théo que não daria para entregar a pobre coluna.

Como encontrei a lan, achei melhor fazer o texto.

Enfim, como vocês não têm nada a ver com isso, vamos ao que interessa: os desenhos da década de 90.

A década de 90 foi o auge da criatividade na animação em vários aspectos, com diversos tipos de desenhos para todos os gostos, idade e opção sexual.

Sem contar que o páreo era duro, pois além das novas produções, eram exibidos os clássicos, explodia a febre dos animes (ou animês), havia os super-sentai e surgia a porcaria da Malhação.

Ou seja, era lavagem cerebral a dar com pau.

Para tudo não ficar muito disperso e ajudar vocês, que não gostam de pensar muito, vou dividir essa época em tipos de desenhos:

Desenhos da TV Cultura

Durante a década de 90, a TV Cultura teve seu auge exibindo animações de excelente qualidade e feitas para crianças e adultos, não subestimando a inteligência da molecada e abordando assuntos que são tabus entre as crianças, como a morte e o respeito pelas diferenças entre os outros (como era feito em Animais do Bosque dos Vinténs) e política e superação (As Aventuras de Tintim).

Quem não se emocionou com a morte dos ouriços?

Dessa época também se destacam Doug (antes da Disney colocar a mão), A Pedra dos Sonhos, As Aventuras de Babar, Rugrats (Os Anjinhos), entre outros que eram exibidos no extinto Glub-Glub.

Desenhos baseados em heróis

Sim, eu sei que já existiam desenhos de heróis, mas não na qualidade que foram apresentados nessa época.

 Gambit era o melhor nesse desenho, mesmo não aparecendo na foto

Homem-Aranha, Batman e X-Men revolucionaram o modo como os heróis eram vistos, sendo fiéis aos quadrinhos e retratando sagas históricas, assim como eram mostradas nas HQs, destacando os X-Men nesse quesito e abrindo caminho para outras animações desse porte.

Os filhos da…

Como sempre, há o lado ruim das animações em cada época, pior, sendo exibidos à exaustão nas TVs.

Nesse caso, a culpa foi da Hanna-Barbera, já decadente, que inventou de fazer a versão (mais) infantilizada de seus principais carros-chefes.

Afinal, quem não se lembra dos Filhos de Tom & Jerry, Os Flintstones Júnior (o nome era esse?) ou O Pequeno Scooby Doo?

Era bom não lembrar, mas sempre terá alguma emissora que se lembrará…

 Esse desenho era tão sem graça e sem… cor

Vou parar por aqui, pois estou para ser expulso da lan.

Semana que vem retomo falando sobre os outros desenhos dessa época.

Leia mais em: , , , , , , , , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Francesco

    O pequeno Scooby-Doo era legal seu, seu… BOBO!!!

    Mas o resto, realmente, era uma bosta!
    Principalmente os _Flintstones nos Anos Dourados_!

    E foi nessa época (minha infância) que a tv foi inundada com desenhos japoneses. Bah, saudade dos tempos em que eu ficava na cama vendo tv sem fazer porra nenhuma!

  • joao

    concordo com a parte do gambit.ele é foda!

  • Phaeldnb

    que saudade das Aventuras de Babar, Tin Tin e todos os outros que me fizeram ser a pessoa “Bondosa e caridosa” que hoje sou!

  • Nath

    Adorava oos desenhos da TV Cultura…
    Rei Babar, Tim-Tim… e até aquelas “coisas de massinha” do pinguinzinho, e dos caras narigudos que viviam se dando mal!

    Ai que saudade da época que eu não tinha que pagar contas…

  • Cara, eu adorava os desenhos da Cultura!!

    É uma pena que hoje em dia a TV esteja inundada de Yu-Gi-Oh, Avatar, entre outras coisas escabrosas.

    Não que os desenhos da Cultura tenham nos tornado pessoas melhores, mas, o que esperar da futura geração que assiste violência na TV e acha bacana??

    Na nossa época, pelo menos, a violência era algo divertido, não era brutal como é hoje.

    Ps.:

    Só senti falta dos Cavaleiros do Zodíaco!!!

  • sandrine

    Bons tempos, boas coisas. Tem uma porrada de desenho bom nos anos 90, todos esses que tu citou eu lembro com carinho.

    Tou ficando velha…

  • Red

    aew bonilha com todo respeito mas esse post tá parecendo mais um rascunho ahahahaha

    ate esse momento não conhecia ninguem q assistia desenho na tv cultura nem q esses existiam na decada de 90. ao descobrir isso pensei comigo: “…”

    mas esse x-men é ate hoje a melhor adaptação q eu já vi pena q produziram tão poucos episodios.

  • Caio, The Eldar

    Nossa… eu perdia meu dia vendo a cultura se deixasse…
    Fora que eu adorava o Glub-Glub, principalmente quando a Carol aparecia! (ela era a caranquejo)
    Gostava muito das animações de massinha q os personagens só faziam barulho e podiam se transformar em qualquer coisa… Também tinha um desenho q eu não lembro o nome, mas que na abertura apresentava todos os personagens, e no final falava: “… e por ultimo o grande, o mal-humorado, o EU-DISSE-NÂO!” (sim, esse era o nome do personagem)

    Claro que de noite tinha o combo: Beakman (eu fiz várias das experiências…), Doug, Tin Tin, Confissões de Adolescente e Anos Incríveis. (que, aliás, a minazinha q fez a Winnie Cooper é hoje Phd. em Matemática!)

  • Lucas

    Cultura era foda. Tintim, Beakman, Castelo Ra-tim-bum, Ra-tim-bum.

    Fora oq tinha nos otros canais, tipo Fantastico mundo de Bobby. Decada d 90 era mto boa em desenho

  • Quem se lembra da Família Twist?

    Aquela que morava em um farol e passavam por várias coisas estranhas.

    Também me lembro de O Mundo da Lua, com o Luciano Amaral, talvez um dos melhores seriados infantis da TV brasileira.

    Tá, eu sei que não são animações, mas quem se importa? =P

busca

confira

quem?

baconfrito