As animações da década de 90

Televisão quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Foi complicado, mas, no apagar das luzes, encontrei uma lan house sem problemas técnicos para poder elaborar e enviar a coluna da semana.

Estou num fim do mundo tão ferrado, que nem telefone ou celular funcionam para avisar o Théo que não daria para entregar a pobre coluna.

Como encontrei a lan, achei melhor fazer o texto.

Enfim, como vocês não têm nada a ver com isso, vamos ao que interessa: os desenhos da década de 90.

A década de 90 foi o auge da criatividade na animação em vários aspectos, com diversos tipos de desenhos para todos os gostos, idade e opção sexual.

Sem contar que o páreo era duro, pois além das novas produções, eram exibidos os clássicos, explodia a febre dos animes (ou animês), havia os super-sentai e surgia a porcaria da Malhação.

Ou seja, era lavagem cerebral a dar com pau.

Para tudo não ficar muito disperso e ajudar vocês, que não gostam de pensar muito, vou dividir essa época em tipos de desenhos:

Desenhos da TV Cultura

Durante a década de 90, a TV Cultura teve seu auge exibindo animações de excelente qualidade e feitas para crianças e adultos, não subestimando a inteligência da molecada e abordando assuntos que são tabus entre as crianças, como a morte e o respeito pelas diferenças entre os outros (como era feito em Animais do Bosque dos Vinténs) e política e superação (As Aventuras de Tintim).

Quem não se emocionou com a morte dos ouriços?

Dessa época também se destacam Doug (antes da Disney colocar a mão), A Pedra dos Sonhos, As Aventuras de Babar, Rugrats (Os Anjinhos), entre outros que eram exibidos no extinto Glub-Glub.

Desenhos baseados em heróis

Sim, eu sei que já existiam desenhos de heróis, mas não na qualidade que foram apresentados nessa época.

 Gambit era o melhor nesse desenho, mesmo não aparecendo na foto

Homem-Aranha, Batman e X-Men revolucionaram o modo como os heróis eram vistos, sendo fiéis aos quadrinhos e retratando sagas históricas, assim como eram mostradas nas HQs, destacando os X-Men nesse quesito e abrindo caminho para outras animações desse porte.

Os filhos da…

Como sempre, há o lado ruim das animações em cada época, pior, sendo exibidos à exaustão nas TVs.

Nesse caso, a culpa foi da Hanna-Barbera, já decadente, que inventou de fazer a versão (mais) infantilizada de seus principais carros-chefes.

Afinal, quem não se lembra dos Filhos de Tom & Jerry, Os Flintstones Júnior (o nome era esse?) ou O Pequeno Scooby Doo?

Era bom não lembrar, mas sempre terá alguma emissora que se lembrará…

 Esse desenho era tão sem graça e sem… cor

Vou parar por aqui, pois estou para ser expulso da lan.

Semana que vem retomo falando sobre os outros desenhos dessa época.

Leia mais em: , , , , , , , , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito