Água para Elefantes (Water for Elephants)

Cinema quinta-feira, 28 de Abril de 2011

 Pattinson é Jacob, um rapaz de 21 anos que abandona os estudos após a morte de seus pais e se junta ao circo dos Irmãos Benzini, o Maior Espetáculo da Terra. Jacob desiste da faculdade de Medicina Veterinária na Ivy League School, e encontra seu lugar no circo cuidando dos animais selvagens e sarnentos. No circo, ele conhece e se apaixona por Marlena, a estrela do show (Witherspoon), que ela é casada com o treinador paranóico e esquizofrênico dos animais.

Ao contrário do que pode parecer, esse não é um filme ruim. É um filme médio. Qual a diferença? Um filme médio ainda dá pra assistir sem grandes dores de cabeça. A menos que você esteja numa sessão vespertina, cheia de fãs histéricas. Ai, meu filho, você vai ter uma dor de cabeça do caralho.

O filme começa mostrando um idoso perdido na frente de um circo. Sem saber o que fazer, o responsável recolhe o velhote e tenta entrar em contato com algum parente. Até que o senhor mostra um certo conhecimento de circo, o que interessa ao gerente, que resolve ouvir a história de vida de Jacob: Ele era um jovem bem encaminhado na vida: Quase terminando a faculdade de veterinária, com pais que o amam e protegem, e com um flerte de leve com uma gatinha da sala. Pena que o destino não viu a menor graça nisso e matou os pais dele num acidente de carro.

 “E agora, o que farei com esse corpo que brilha no sol… Quer dizer, filme errado.”

Desiludido de tudo, Jacob sai andando sem rumo, em cima da linha do trem. Que quase o pega durante a noite. Mas como ele é malandrão, ele é quem pega o trem. Na clandestinidade, mesmo. Pra que? É descoberto, quase toma uma surra e não é jogado do trem porque… Senão o filme não funcionava. E porque o polaco lá que eu esqueci o nome gosta dele. Dai pra frente, ele vai conhecendo a galera, e acaba se ajeitando como veterinário do lugar, mesmo sem ter se formado, já que passou a conversa bonito no chefe, August.

 Brindando e andando.

E é quando ele conhece August que o caldo entorna, porque ele conhece também a mulher de August, Marlena, que é uma gostosa bem mais nova que o chefe, e que acaba também se apaixonando por Jacob [Eu não preciso dizer que é recíproco, né?]. Mas você deve estar se perguntando: Tá, mas que caralhos tem a ver o nome do filme? Pois bem, pra salvar o circo, August compra uma elefanta, que aparentemente é burra feito uma porta, mas acaba por virar a salvação do circo. Não só do circo, mas ok.

 “Vem cá, sua gordinha safada.”

O filme é bem previsível, e levemente aborrecido. Mas se você é homem e tiver companhia feminina, pode cobrar um retorno depois. Se você for mulher: Vá sozinha, ou você terá que recompensar seu par.

Água para Elefantes

Water for Elephants (122 minutos – Drama)
Lançamento: EUA, 2011
Direção: Francis Lawrence
Roteiro: Richard LaGravenese, baseado em livro de Sara Gruen
Elenco: Robert Pattinson, Reese Witherspoon, Christoph Waltz, James Frain, Hal Holbrook, Tim Guinee, Mark Povinelli

Leia mais em: , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito