A bruxa está solta, mas você pode me ajudar a prendê-la

baconfrito sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Sabe, a gente vive pedindo [E por “a gente”, leia-se “eu”] pra vocês salvarem integrarem a equipe do site. Infelizmente, é um ciclo que se repete pra caralho.

E eu notei que meus títulos estão cada vez piores.

Pois bem, lá vamos nós novamente de novo nessa porra: A equipe tá pequena, o bando de filho da puta que se encontra nessa merda não tá produzindo a contento [Como vocês devem ter notado pela falta de textos] e eu não consigo levar essa piroca sozinho. E eu sei que a frase ficou estranha, foda-se, você riu. Riu sim, eu tou te sacando, mermão. Mas então, é aquele velho esquema: Eu não pago nada ainda pra quem entra na equipe, mas cês ganham um e-mail bacanudo e o direito de conviver diretamente comigo e com o resto da patota [Se eles aparecerem, o que não é garantido], e eu ainda mando pra evento, se tiver alguma coisa na tua terra. Porque tem uns cabra que moram na puta que pariu então fica difícil.

Sobre o que você pode escrever? Eu ia até copiar o que o falecido K tinha escrevinhado, mas ai vi que tá cheio de citações que hoje em dia nem fazem mais sentido e tal, então escreve-los-ei tudo de novo:

Cinema: Resenhas dos lançamentos, ou de filmes bons que ninguém nunca ouviu falar, trailers, notícias, pôsteres, etc. Basicamente, coisas sobre cinema atual, ou crássicos, ou ainda dos filmes que as pessoas deviam ver, mas não tiveram conhecimento pra saber que deviam ver.

Games: Previews, reviews, notícias, jogos que as pessoas não conhecem porque são noobs. Informar os malditos leitores de que eles não sabem escolher jogo, muito menos sabem que as empresas de jogos poe no cu deles, e eles ainda ficam felizes com isso. Se bem que isso é o que o Atillah costuma fazer, e ninguém aprendeu nada.

HQs: Crássicos das HQs que você não leu porque preferiu ver a adaptação ruim pro cinema, arcos obscuros daquele personagem secundário que é muito melhor que os grandes carros-chefe das editoras, autores isolados e malucos que publicam coisas geniais que ninguém entende. Basicamente, ensinar os não-nerds que HQs são bacanas, mesmo que eles só conheçam Turma da Mônica. Que é bacana, inclusive.

Livros: Meter o pau em ganhadores do Nobel, xingar os mais vendidos do Paulo Coelho e Crepúsculo, escrever contos, sei lá. Não ando lendo livros, mesmo.

Música: “Mau gosto: Você tem?”, entre outras demonstrações de afeto pelas pessoas que ouvem música ruim. Mesmo que cê não goste só de rock, cê tem chances de escrever sobre música aqui. É só ter bom gosto. E gostar de Queens Of The Stone Age. Se você não gosta, você não tem chances de ser contratado. Não importa a categoria que cê pretenda escrever.

Televisão: Desenhos animados, séries, jornal, novela. Essas porcarias que passam na TV, que eu não sei porque não assisto TV, também.

Aliás, gostei dessa ideia de copiar dos meus textos antigos escrever tudo de novo, farei com o que a gente espera dos textos enviados:

– Mínimo de conhecimento do português, principalmente interpretação de texto [Por que se não tivesse leitura nem tava aqui]. Ironia e sarcasmo desejáveis. Quanto menos trabalho eu tiver pra revisar, melhor ainda.

– Exclusividade. Não que você não possa depois compartilhar seus textos em outros lugares, mas a ideia é que você os escreva pensando nisso aqui. Se for pra kibar alguém, eu kibo nego que é sucesso garantido.

– Comprometimento. De que adianta prometer deixar um texto pronto por semana e fazer um por mês? Além de encher o seu saco [O que automaticamente já ME deixa de saco cheio], cobranças costumam diminuir a qualidade da produção.

– Opinião. Sério, eu quero a sua opinião. Mas você tem que ter uma opinião contundente, não quero meias palavras. Você tem que me convencer de que aquilo é bom, não presta ou seja lá o que for que você tá falando.

Gostou da ideia? Acha que se enquadra nos requisitos? Gosta de My Little Poney? Nenhuma das anteriores? Foda-se, manda seu texto pra pizurk@baconfrito.com que o desespero tá grande e eu tou contratando até semi-analfabeto [SANTHYAGO, É VOCÊ?].

E sim, esse texto é um leve desabafo.

Leia mais em: , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • FooFighter

    Véio, se não fosse minha opinião altamente volátil sobre tudo (bem feito pra mim, fui ser “punk irredutível” na adolescência e me tornei uma antítese de mim mesmo como adulto), o que já me deixa fora do páreo, eu me atirava.

    E acho que quase nenhum blog SOBRE ENTRETENIMENTOS DIVERSOS já teve um texto que preste sobre, sei lá, Portishead, por exemplo.

  • Almirante de Banheira

    “blog”

  • FooFighter

    ah tá, não é não… é site

  • Cara, mudar de opinião não é problema, desde que você não mude toda semana. Se bem que, se mudar toda semana, e isso gerar um texto, eu também não ligo.

  • É por isso que você não é Almirante.

  • Smith

    Pizurka, abraço.

  • Aline Esteves

    Só lembrando que eu escrevo sobre música, vocês acatam o que eu digo, curtem e minha banda favorita é o Evanescence.

    Esse é o nível do Bacon, senhoras e senhores.

  • Lembrando que a ideia é cooptar mais funcionários, não espantar possíveis candidatos.

busca

confira

quem?

baconfrito