Heróis desconhecidos ou quase – Parte I

HQs sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Se existe uma coisa que faz os leitores no Brasil sofrerem em ler os quadrinhos é encarar personagens geralmente novos e sem nenhuma origem especifica, ou explicação de onde é que saiu esse personagem. Isso acontece por que nem tudo que sai lá nos Estados Unidos é publicado aqui, então quando algum grande evento ocorre acabamos vemos personagens até então desconhecidos.

 Kate Spencer

Só para dar uma idéia, quando acompanhei Crise Infinita publicada aqui, me deparei com uma personagem que num primeiro momento foi chamada de Paladina e na seqüência se tornou Justiceira. Trata-se de Kate Spencer, a Caçadora (Manhunter).

Quem chegou a acompanhar a revista Novos Titãs publicada no início da década de 90 pela Editora Abril certamente conheceu as histórias de Mark Shaw, o Caçador (Manhunter).

 Mark Shaw

Ele foi o terceiro herói a usar o título, tendo antes dele Dan Richards e Paul Kirk, cujo clone Kirk de Paul também combateu o crime usando o manto do Caçador. Ambos os Kirks também apareceram no Brasil nas paginas de Novos Titãs.

A promotora Kate Spencer também assumiu o título (Manhunter), mas como na tradução brasileira já tínhamos uma Caçadora (Helena Bertinelli, no original Huntress), na família do morcego ela acabou se tornando Justiceira.

 Dan Richads

A personagem surgiu numa série própria, que teve mais de 30 edições nos EUA, mas aqui no Brasil tivemos apenas um arco dessa série, publicado numa edição encadernada que reuniu as edições 25 a 30 originais da série, além de sua aparição em outros títulos como Crise Infinita, Aves de Rapinas e 52.

Depois, procurando mais sobre essa personagem, eu li alguns arcos da série e tem boas histórias, inclusive contando sua origem, já que descobrimos que ela é neta da Lady Fantasma original e Iron Munro, que fizeram parte dos Combatentes da Liberdade, fato que até aquele momento era desconhecido até mesmo por ela.

 Paul Kirk

Atualmente, nos Estados Unidos, Kate Spencer tem aparecido em Ruas de Gotham (Street of Gotham) – que pelo visto não será publicada no Brasil – já que ela assumiu o cargo de promotora na cidade-sede de Batman & cia, cargo esse que certa vez foi ocupado por Harvey Dent, o Duas-Caras.

Outro personagem que teve série própria lá nos EUA e aqui só conhecemos por relance em alguns títulos é o novo Besouro Azul, Jaime Reyes. O título solo do personagem teve 34 edições, tendo inclusive ligação com “Guerra dos Anéis”, como mencionei no outro artigo, mas nenhuma dessas história chegou a ser publicadas no Brasil.

 Jaime Reyes

Jaime Reyes também ‘herdou’ o título de outro super-herói, após encontrar o escaravelho de Dan Garret, o primeiro Besouro Azul e que estava em posse de Ted Kord, o segundo a usar esse nome e que ficou conhecido no Brasil por ter feito parte da Liga da Justiça Internacional.

O pouco que os brasileiros conhece sobre esse herói foi publicado durante a Crise Infinita, quando ele se torna o Besouro Azul pela primeira vez, e mais recentemente durante suas aparições junto aos Novos Titãs.

 Ted Kord

A série original explicou um pouco mais sobre a origem do escaravelho que concede os poderes a Jaime, trazendo ainda como personagens de apoio o Pacificador, que apareceu aqui em terras tupiniquins pela década de 90 e Traci 13, a mística filha do incrédulo Dr. 13, que também são praticamente desconhecidos aqui no Brasil.

No próximo artigo vou trazer mais alguns personagens praticamente desconhecidos no Brasil e até alguns – quem sabe – completamente desconhecidos.

Leia mais em: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

Trutas
  • Ahnão
  • Bobolhando
  • Corvo
  • Di Vasca
  • Estranho Sem Nome
  • Facada no Fígado
  • Fail Wars
  • Gamer Sith
  • Lógica Feminina
  • Manolagem
  • MauoÊ
  • O Macho Alpha
  • Petit Cookie
  • Que Diabos?
  • Sake Com Sal
  • Uarevaa

quem?

baconfrito