Wolverine virou gay, e agora quem poderá nos defender?

HQs quinta-feira, 28 de Fevereiro de 2013

E mais uma vez o dia foi salvo graças às Meninas Super Poderosas… Ou graças ao Hércules e ao Wolverine

Meses atrás, os fãs de quadrinhos foram surpreendidos com a transformação do Lanterna Verde em um simbolo gay nos quadrinhos, até aí tudo bem, todo mundo já suspeitava, o Lanterna Verde até dava uma pinta de vez enquando, mas agora o universo dos GLS revogou o heterosexualismo de um dos heróis mais OGROS, SANGUINÁRIOS E DESTRUIDOR DA PORRA TODA, o Wolverine…

Pra quem não sabe, o Wolverine é um canadense que tem fator de cura, adamantium cobrindo os ossos e muita vontade de matar. Foi criado em 1974, e apareceu pela primeira vez ao lado do incrível Hulk. Ele já foi soldado na segunda guerra mundial, mercenário, lenhador, bêbado, e comelão. Ele é o cara que você espera que vá pro inferno e busque o mijo do diabo engarrafado, o cara que coloque o capeta pra rezar o Pai Nosso, e agora, o cara que dê uma encoxada no Magneto

Sabemos sobre o passado do Wolverine, sua guerra eterna pra relembrar o que aconteceu, por quê as memórias na sua cabeça são tão aleatórias e por quê ele tem essa vontade toda de matar as pessoas, o problema agora, vai ser saber o futuro dele.

Na edição número 10 de X-Treme X-Men, que trata de uma realidade alternativa dos heróis, o nosso amigo Hércules e o nosso amigo Wolverine salvam o dia e dão um lindo beijo, com todo fetiche de barba roçando barba e maromba pra todo lado, incluindo algumas falas romanticas.

Antes, deixem-me esclarecer que eu não sou contra o homossexualismo, eu só defendo a teoria de que os gays merecem lugar na sociedade, só que também não precisam invadir todo o resto, eles podem ser gays no lugar deles e deixar os heterossexuais gostarem de coisas que sempre foram heterossexuais sem isso parecer preconceituoso.

Estamos falando no caso, de um herói criado em 74, época em que o homosexualismo era praticamente condenado.

Se as produtoras insistem que os gays merecem destaque em historias em quadrinhos, ótimo, mas que pelo menos tenham o bom senso de CRIAR novos personagens, aí sim com toda uma história dramática onde eles amam o Carlos Daniel e tem raiva da Paola Bracho por ter pego aquele pedaço de mau caminho.

Uma coisa é você modificar um personagem qualquer, outra totalmente diferente é você foder a vida de um clássico desse jeito, ou estou enganado?

E se agora essa moda pegar? Se todos esses heróis de repente resolverem beijar homens? Eu não posso viver num mundo onde o Bruce Wayne, comedor de vadias em Gothan, faça um sexozinho gostoso com o amigo da família e mordomo Alfred, ou um mundo onde a Mary Jane tenha um pênis que não seja o do próprio Peter Parker, um mundo onde o bom e velho verde do incrível Hulk seja trocado pelas 7 cores do arco-íris, um mundo onde esses uniformes colados realmente INDIQUEM QUE OS HERÓIS AMAM PÊNIS ALHEIO, não é possível…

Será que é esse o futuro que nossos heróis nos reservam?

O que você acha disso tudo?

Responda pra mim, mesmo eu não ligando pra sua opinião

Um forte abraço.

Igor Seco é tuiteiro profissional e ladrão de oxigênio amador, além de defensor da gloriosa cidade de Palhoça na internet.

Leia mais em: , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito