Vingadores: Guerra Infinita (Avengers: Infinity War)

Cinema quinta-feira, 26 de Abril de 2018

 Uma jornada cinematográfica sem precedentes de dez anos de realização e abrangendo todo o universo cinematográfico da Marvel, ‘Vingadores: Guerra Infinita‘ traz para as telonas o confronto final e mais mortal de todos os tempos. Os Vingadores e seus super-heróis aliados devem estar dispostos a sacrificar tudo em uma tentativa de derrotar o poderoso Thanos antes de sua explosiva devastação e a ruína que põe fim ao universo.

Se você não morou debaixo de uma pedra sem acesso à internet nos últimos 10 [dez] anos, possivelmente deve estar sabendo que a Marvel anda fazendo sucesso com uns filmes ae. O que você não sabe é que a galera resolveu meter um Senhor dos Anéis: Tem esse filme aqui, mas daqui a um ano tem mais, não morram até lá. E meu amigo, você vai querer estar vivo pra saber o que acontece. Ao contrário de CERTAS PERSONAGENS. Mas a verdade é: Esse filme é pra quem acompanhou o rolê até aqui, mas sempre tem um perdido.

Depois dessa lenga-lenga toda, eu me sinto na responsabilidade de deixar bem claro: SPOILERS PERMEARÃO ESSE TEXTO. Mas dessa vez com um toque de frescor: Alguns são verdadeiros, alguns são falsos. Como você vai saber qual é qual? Melhor não arriscar.

Pois bem, conforme todo mundo que tá interessado em ver essa jabironga deve saber, tem uns 20 filmes anteriores pra serem vistos. Se você não viu, faça-me um favor e vá assisti-los antes que eu me irrite. Você pode continuar a ler essas linhas malescritas depois, elas não irão à lugar nenhum [Exceto, talvez em caso de guerra nuclear e/ou colapso total da internet]. Pode ir, eu espero. Mas veja só os filmes, que devem ocupar dois dias da sua vida. Se incluir séries e coisas do tipo, aumenta esse tempo pra caralho e não muda nada, em relação à entendimento, já que os filmes afetam as séries, mas o inverso não acontece.

Dois dias depois…

Santa madrecita, você realmente fez isso? É insanidade total, melhor não discutir. Pois bem, você assistiu Homem de Ferro 1, 2 e 3; O Incrível Hulk [Com o Edward Norton, não o Mark Ruffalo]; Thor 1, 2 e 3; Capitão América 1, 2 e 3; Guardiões da Galáxia 1 e 2; Homem-Formiga; Doutor Estranho; Homem-Aranha; Pantera Negra e Vingadores 1 e 2. Agora está pronto pro famoso Vingadores 3. E pro Thanoscóptero.

 Eu não estou inventando isso.

Não há necessidade para discussões de roteiro, pra quem leu a saga da Guerra do Infinito. Mas pra quem não leu, o que ocorre nela é o seguinte: Darkseid Thanos é apaixonado pela Morte, e juntou as Jóias do Infinito pra oferecer o maior presente que ela já recebeu: Metade das vidas do universo. Você acha que ela gostou? Bom, digamos que o Deadpool não aparece no filme por um motivo.

 Dica: Não é por questão de direitos autorais.

Mas chega de falar de quadrinhos, já que o negócio aqui é o filme. Como não poderia deixar de ser, apesar desse monte de referências, não é fácil botar a informação de várias sagas em duas horas e meia, então se faz necessário um grande poder de condensação edição. E olha, o editor teve trabalho, que até a galera começar a se juntar, foi corte voando a torto e a direito, com gente no espaço, gente em Nova Iorque, gente indo pro espaço, gente voltando do espaço, gente viajando no espaço, gente apanhando na Terra, gente apanhando no espaço, até que todo mundo chegou pra apanhar no mesmo lugar. Ou quase todo mundo chegou.

Eu pensei em fazer aquele velho esquema de dividir o texto em tópicos [Quem tem tempo de casa lembra], mas percebi que não faz sentido, já que: Os efeitos sonoros e visuais tão sempre no ponto; os personagens tão sempre no mesmo arco de ir, se foder, resolver e final feliz; e o roteiro é sempre o mesmo, a galera apanha, sofre, se fode, mas no fim das contas dá tudo certo. Se não deu, é pelo fato de que o filme não acabou. E o filme não acabou, só teve uma pausa de um ano pra ninguém ficar vendo filme de cinco fuckin’ horas.

E, no entanto, não sei se por eu ser trouxa, ou por ter sido uma evolução em relação aos outros filmes da Marvel, esse tem reviravoltas, surpresas e coisa do tipo. De novo, não é o caso se você lê as HQs, mas os filmes não são pra quem lê HQ, as HQs são pra quem lê HQ. Filme é pra quem gosta de comprar camiseta de personagem e discutir quem ganha: O Super-homem ou o Goku. E, mesmo com essas ressalvas, é um ótimo jeito de cristalizar 10 anos de planejamento: Com mais planejamento, que o que executivo gosta é de dinheiro e de planilha. Muita planilha. Ah, pros fãs aparentemente também vale a pena, apesar das discussões sobre quem devia ter morrido no lugar de quem realmente morreu. E morreu gente, hein? Puta que pariu.

Por fim, um último aviso: Não vai com refrigerante que sua bexiga estoura Tem só uma cena pós-créditos, que é depois do final de tudo. Mas pelo menos ela vale a pena, já que esse povo tava começando a abusar.

Vingadores: Guerra Infinita

Avengers: Infinity War (149 minutos – Ação)
Lançamento: EUA, 2018
Direção: Anthony Russo e Joe Russo
Roteiro: Christopher Markus e Stephen McFeely, baseados nas histórias de Stan Lee, Jack Kirby, Jim Starlin, George Pérez e Ron Lim. Baseados nos personagens de Steve Ditko, Jack Kirby, Joe Simon e Jim Starlin
Elenco: Chris Evans, Robert Downey Jr., Scarlett Johansson, Chris Hemsworth, Jeremy Renner, Mark Ruffalo, Anthony Mackie, Elizabeth Olsen, Paul Bettany, Don Cheadle, Tom Hiddleston, Chris Pratt, Zoe Saldana, Bradley Cooper, Dave Bautista, Vin Diesel, Pom Klementieff, Karen Gillan, Tom Holland, Paul Rudd, Chadwick Boseman, Danai Gurira, Sebastian Stan, Benedict Cumberbatch, Benedict Wong e Josh Brolin

Leia mais em: , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito