Vende-se uma banda

New Emo quarta-feira, 06 de fevereiro de 2008

Sabe, hoje em dia ter uma banda é quase uma “profissão perigo”. Você vê adolescentes por toda a parte, gritando e sangrando feito zumbis, querendo o SEU sangue. Ao invés de “CÉÉÉÉÉREBROSSSS”, os putos dizem “VENDIIIIIIIIIDOSSSSS”. É um saco, eu fazia e vivia isso na minha adolescência lastimável.

Bom, é muito fácil pegar uma banda famosa e falar “Essa banda é comercial. COMERCIAL!”, afinal, ela tá sempre no topo das paradas e enche o cu de seus integrantes com grana. Porra, U2 e Green Day são bandas comerciais pra caralho!

Cara, demora pra cair a ficha. AC/DC é a banda MENOS comercial da galáxia, certo? E vocês acham que eles não ganham NADA com o som que eles fazem? Tá, eles nunca mudaram seu som, ao contrário do Green Day, afin… péra, tem certeza de que o Green Day mudou seu som? Eles são exatamente como antes; o que mudou é que agora eles estão mais contemporâneos. A banda evoluiu, logo a voz do vocalista não é mais de um adolescente virgem e o som é menos cru, afinal, agora eles SABEM tocar. Vamos usar como exemplo os caras do Titãs, então. Porra, no começo era animal, eles quebravam tudo! Não, no começo eles eram mais bunda mole que hoje em dia. Depois eles chutaram tudo e começaram a ficar nervosinhos, e mais tarde cagaram de vez. Tudo pra vender mais. Pra vender mais? Cara, Titãs era mais conhecido na época em que eles quebravam tudo que agora, que eles são “vendidos”. Não tem essa de se vender, o cara tá lá é pra ganhar dinheiro MESMO.

Aos “saudosistas”, Beatles e Rolling Stones são umas das bandas mais “vendidas” do universo. Se eles faziam música pro prazer? Claro, dinheiro dá prazer. Foda-se se eles eram sinceros em seu som, os caras só fizeram sucesso porque eles vendiam, é óbvio.

Esse papo de que “a gravadora quis assim” ou “isso vende mais” é papo furado. Fazer música é uma profissão, e a música sendo “comercial” ou não, o que importa é se te agrada. Porra, foda-se se sua banda mudou o som pra “vender mais”, é o emprego dos caras que está em jogo. O importante foi o que eles fizeram e que te agradou. Agora sim: O que te agrada. E daí se você gosta de, sei lá, Eminem, o rapper mais “vendido” da galáxia? Se o som dele te agrada, é o que importa.

Ou seja, não tem essa de “banda vendida” e “banda sincera”. Tem “banda boa” e “banda ruim”. E sem essa de medir importância através de fatos. Você tem o gosto único, e pra você o que é bom pra CARÍI pode ser uma MERDA pra outro. Principalmente praquele que só ouve o que “tá na moda”. Tsc. Quanta gente não assume que gosta de certa banda porque ela é VENDIDA? Isso é uma tremenda idiotice, e demoram pra se tocar. Pra cacete. Até lá, você já fez muita merda. Talvez você não tenha sido tão chato assim, e talvez você tenha sido pior. Ou, no caso de você, pseudo-adolescente, coloque esses talvezes (credo) no presente. Assuma que aquele VENDIDO do Lenny Kravitz te agrada, mas longe daqui. Não é você que tá pagando por eles, é?

É claro que é quase a mesma coisa no sentido de “Isso é PAGODE, então eu NÃO vou ouvir!”, mas vamos deixar isso pra uma coluna mais distante. Não quis me aprofundar muito no assunto, afinal, não há muito o que se falar sobre ele. A única coisa a se falar é: Acorda. Deixe sua mentalidade de adolescente MORRER. Ouça mais música.

Plebe Rude, Até Quando Esperar. Tirando esse som, todos os outros são desconhecidos, praticamente. Nesta geração, ESSE som é praticamente desconhecido, aliás.

Ultraje a Rigor, Filha da Puta. Sempre me orgulhei por tê-la como uma de minhas bandas favoritas, tendo em vista que os caras falavam o que pensavam e não estavam nem aí pra fazer sons comerciais. Mas… não é esse tipo de som que vende?

Nirvana, Smells Like Teen Spirit. Você sabia que a banda só não se tornou Punk porque os caras viram que ser Grunge dava mais grana? O som é dos melhores.

PROBOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOT!

Bom, é essa a minha visão, e é claro que essa coluna é voltada aos mais cabeças-dura. Se você é um TIOZÃO ou só um puto que tem algo a mais para adicionar ou comentar, manda ver. Mas leia antes o recado na parte dos comentários.

Só pra creditar o puto pela inspiração, após uma conversa com o teor alcoólico de 98,3%.

Leia mais em: , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • atillah

    Cara, só tenho uma coisa a dizer:

    PROBOOOOOOOOT!

    Impagável ver o Dave Grohl quebrando a batera enquanto veste a camiseta do Motorhead.

  • joao

    heuhhehe 100 % certo.e os videos são doidos!

  • The Eldar

    Cara, finalmente, vc escreve e eu assino em baixo… Não que isso importe, mas sei lá…

  • Loob

    AC/DC é vendido pra caralho , os caras mesmo assumiram que gravaram o mesmo disco 13 vezes trocando um ou outro detalhe. Foda-se , gosto de todos mesmo assim.

    Théo teu gosto é bizonho mas concordo que falar em se vender é muita idiotice.

    Concordo inclusive quando trata de generos que não gosto tipo new metal. Porra começar um estilo novo e ainda por cima tomando pau de todo mundo pra , depois que ficou famoso, ser chamado de “vendido” ou “comercial”. Temos que admitir que os caras são ousados , ruins e tal , mas ousados.

  • Finalmente um texto bom nesse BLOG :-P

    Meu menino tá crescendo /cry

    *orgulho*

  • bee

    eu gosto do green day

  • Hozzoth

    PROBOOOOOOOOOOT.

    Isso que é música, Rock pra sempre cara…

    O Rock nunca vai morrer, nem em 100 anos.

busca

confira

quem?

baconfrito