Vamos fazer as meninas dançarem?

Música quinta-feira, 18 de junho de 2009

Alguém disse por aí que o Franz Ferdinand, aquela bandinha new-new-wave, define sua música da seguinte forma: “gostamos de fazer as garotas dançarem”.
Essa é provavelmente a melhor e mais simples definição da própria música que algum artista pop já fez.
Ou pelo menos merece uma posição no pódio das mais sinceras.

Afinal de contas, existe algo mais importante do que isso, quando se é um produtor/músico pop? Você não pode aspirar à genialidade quando se está nesse mundinho hypado à la NME.
Ainda assim, eu particularmente acho que o Alex Kapranos e o Franz Ferdinand têm muito de genial.

De qualquer forma, foi inspirado nessa bela frase que o duo francês de música eletrônica Make The Girl Dance surgiu. O nome é auto-explicativo: um french electro descompromissado, inspirado por essa nova ondinha “neo-disco-punk” (seja lá o que isso signifique), feito para animar as pistas e fazer a meninada rebolar e se soltar.

Apesar de relativamente recentes, seu primeiro single – Baby Baby Baby – já faz sucesso na internet, especialmente graças ao belo clipe.
Pra quem ainda não conhece, dou de presente:
(as crianças não precisam se preocupar, a nudez é escondida por tarjas pretas)

Acho que essa é a principal sacada: mesmo você não gostando de música eletrônica, se você é homem e heterossexual, vai acabar curtindo o clipe.
As garotas (pelo menos as que eu conheço) também acabam gostando bastante.
E, também independente do seu gosto, você tem que admitir que a capa desse single tem uma beleza estética incrível:

 E a maquininha zumbe: tzzzzzzzzzzzzzzz

Então fica aí a dica.
Serviço

Leia mais em: , , , , , , , , , , , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito