Uma Garota Dividida em Dois (La Fille Coupée en Deux)

Cinema quinta-feira, 17 de julho de 2008


Gabrielle Deneige tem 25 anos e vive em Lyon com sua mãe Marie, que a criou sozinha, cercada por muitos livros. Inteligente e charmosa, Gabrielle trabalha no canal de televisão a cabo local. Um dia, ela conhece o grande escritor Charles Saint-Denis, durante o evento de promoção do novo livro dele. Homem bem-apessoado e reconhecido, ele não encontra dificuldades em seduzir a jovem, apesar de ser casado e de ser trinta anos mais velho. Aos poucos, no entanto, percebe que se apaixonou profundamente e que terá que disputar seu amor com Paul, um jovem milionário e desequilibrado.

Com essa sinopse, eu fui ver Uma Garota Dividida em Dois. O filme não é ruim, é quase descartavel. Tudo bem que eu fui ver com a idéia de que é uma comédia na cabeça, e está indicada como em alguns lugares, apesar de não ser. Por que, se fosse, eu só ri de verdade em uma cena. Algumas outras cenas, que deviam ser engraçadas, arrancam um sorriso amarelo, no máximo.
Ou é uma comédia francesa mesmo, já que os franceses não sabem fazer comédia.

Enfim, chega de divagar: É um drama, e daqueles bem clichê: A mocinha inocente vai e aprende um monte de coisas com o velhote safado, que vai embora e deixa ela na mão, quando o rapaz que tá gamado nela aproveita pra tomar posse dela. Mas como qualquer babaca que já se apaixonou pessoa que tem sentimentos sabe, não adianta casar com um e pensar no outro.

 O que é pior: Um velhote ou esse… emo?

E quando o véio volta, é um revertério só, culminando numa puta caquinha. Não só na vida dos personagens, mas no enredo também. Fora que os dois se odiavam de longa data, antes mesmo de conhecer a gostosinha, então quando termina, você fica com aquele pensamento de: “Que merda, fizeram essa porra toda pra ISSO?”
E a cena final é um trocadilho muito tosco. Eu só processei a informação depois de alguns minutos fora da sala. E o pensamento que me ocorreu não pôde ser outro: “Caralho, que tosco!”
Eu podia até spoilerzar aqui, que eu acho que vocês não vão perder nada, mas não quero correr o risco de ser assassinado.

Conclusão: Com tanto filme bom estreando, não perca seu tempo com esse, sério.
Vale muito mais a pena ir assistir Maus Hábitos

 Não tem nem uns peitinhos pra salvar o filme…

Uma Garota Dividida em Dois

La Fille coupée en deux (115 minutos – Comédia / Drama)
Lançamento: Alemanha – França, 2007
Direção: Claude Chabrol
Roteiro: Claude Chabrol e Cécile Maistre
Elenco: Ludivine Sagnier, Benoît Magimel, François Berléand, Mathilda May, Caroline Silhol, Marie Bunel, Valeria Cavalli, Etienne Chicot, Thomas Chabrol, Jean-Marie Winling

Leia mais em: ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • tulio

    Se você não gostou não gostou de UMA GAROTA DIVIDIDA EM DOIS vai assistir Letra e música, talvez se sinta melhor.

    Túlio

busca

confira

quem?

baconfrito