Trazendo à Realidade – Superman

Nona Arte quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Todos vocês aqui conhecem o Bolinha, nosso colunista viciado em TV, certo? Bom suponhamos que, no jornal onde ele trabalha, ele tem um colega (Cujo nome será mantido em anonimato por enquanto – Vamos chamá-lo de Fulano, até lá) que, segundo as mais recentes pesquisas do IBFPE (Instituto Bacon Frito de Pesquisa e Estatística), é o maior filho da puta no universo conhecido. Beligerante, intolerante, pavio curto, metido a Don Juan, chato, preconceituoso e [Insira um xingamento aqui], além de dar em cima de qualquer par de cromossomos XX sem distinguir estado civil. Levando em consideração a Lei de Murphy, há uma considerável possibilidade de, neste momento, você, caro leitor, estar sob efeito do campo de chatice de algum ser parecido.

Então, algum dia, por algum motivo obscuro, Fulano faz um convite a Bolinha para jantar na casa dos pais dele, que é aceito. Chegando na casa, lá está Fulano, sorridente e bem humorado, entre um casal cujos cabelos e rostos já mostram sinais da inexorável passagem do tempo. Durante todo o período que você está na casa, Fulano, O Maldito, age agradavelmente, se mostrando pacífico, risonho, prestativo e definitivamente casto. Ri das piadas gastas do tio (“É pavê ou pacomê?”) e demonstra uma óbvia falsa contrariedade quando a mãe o chama de “Laninho”. Trata o pinscher psicótico com carinho e atende o telefone com a elegância de um mordomo inglês. Por Cthulhu! Qualquer mulher se casaria com fulano, ele é o cara perfeito!

Só que, no caso, a escala é bem maior: o lugar de trabalho é o planeta Terra, que ele está dominando na base da porrada. A casa dos pais é a parte de Relações Públicas, onde ele transforma toda a merda feita em justificativas aceitáveis para ter destruído a ONU, expulsado o Obama da Casa Branca a chutes e roubado todo o ouro do mundo para fazer uma estátua dele mesmo, que pode ser vista a olho nu de Saturno. E nome de Fulano é Clark Kent, também conhecido por Kal-El. E, claro, o Bolinha representa a humanidade.

Isso mesmo: o defensor da Terra iria se tornar seu pior inimigo e senhor depois de alguns meses de lutas intensas, nas quais ele reduziria todos os exércitos no planeta a pilhas de sucata, farrapos e defuntos. Uma vez eliminadas todas as ameaças (Incluindo a Kyptonita, que teria todas as suas variedades destruídas), Kal-El escravizaria Vril Dox e aproveitaria todo o conhecimento deste para transformar a Terra em uma nova Krypton. Uma vez que os habitantes da cidade engarrafada de Kandor voltassem aos seus tamanhos originais (Devido aos trabalhos de Brainiac), seria formado um exército indestrutível de Kyptonianos, que tomariam todos os planetas que orbitassem ao redor de sóis amarelos. Enquanto isso, o filho de Jor-El passaria a eternidade mijando na cabeça da humanidade. Rindo de Bizarro e Lex Luthor, que seriam seus bobos da corte.

Leia mais em: , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Paulo

    Drogas on?

  • Ahahaha muito bom!

    Por que não li na época que foi ao ar que não faço ideia.

busca

confira

quem?

baconfrito