The Spirit: As Novas Aventuras

HQs quinta-feira, 14 de julho de 2011

Se você diz que gosta de quadrinhos de verdade e não sabe quem é Will Eisner, cê merece um roundhouse kick. Duplo. É, pra você ver como é grave. Esse sujeito foi um dos artistas mais importantes dos quadrinhos, e um dos mais respeitados. Como pretendo falar de alguns trabalhos dele que gosto bastante, e sei que muita gente não conhece ou apenas ouviu falar em Eisner, resolvi começar com uma revista que demonstre a influência dele. Então, sigam-me os bons!

Como eu já disse, Will Eisner é um cara muito importante nos quadrinhos. Muitos são influenciados pela obra dele e o respeitam. Provavelmente, o seu personagem mais conhecido e influente é o Spirit. Se trata de um super-herói dos anos 40, que usa uma máscara cobrindo os olhos e um capote e terno azuis. A verdade é que ele é Danny Colt, um jovem criminologista que é dado como morto depois de um incidente em um laboratório. Só que o que acoteceu no laboratório foi justamente a razão dele não ter morrido – e ele jamais irá. Deixando este suspense sobre a origem dele no ar (que por sinal está explicada neste quadrinho), digo que Danny Colt abandonou esta identidade, deixando com que todos pensassem que estava morto (ou antes, quase todos, já que o comissário de polícia e quase-sogro dele sabe quem ele é) e tornou-se definitivamente o Spirit, para combater o crime em Central City.

Acontece que o Eisner originalmente parou de desenhar o Spirit em 1952. Em 1997 ele permitiu que o herói fosse desenhado e escrito de maneira séria por outros autores e artistas. E assim surgiu The Spirit: The New Adventures, lançadas em 1998, 2009 e 2010. No Brasil saiu apenas ano passado uma compilação com as edições de 1 à 4.

 A versão americana.

Bem, além de ser o Spirit, um personagem muito bom, esta não é qualquer revista. Nela está reunida gente como Alan Moore, David Gibbons, Neil Gaiman, Eddie Campbell, Daniel Torres e outros, todos contribuindo para reviver o personagem como Eisner gostaria. E, diga-se, fizeram isso muito bem. Por isso que, apesar de ser um trabalho de outros autores, recomendo esta HQ pra quem conhece pouco do personagem. Seguindo uma certa ordem, é mostrada a origem do Spirit, o que houve com ele e algumas aventuras mais “normais”. Também há uma história futurista, mostrando uma época distante onde Central City está em ruínas e Danny Colt ainda vive, sentindo falta de todos que conheceu. De certa forma, todos aqueles grandes nomes dos quadrinhos pegaram e expandiram as fronteiras do personagem, mas sem estragar nada, em memória à Eisner.

Tirei dois pontos ali embaixo na nota apenas por não ter gostado dos traços em uma ou duas historietas, mas nada grave. É mais implicância mesmo, pois prefiro um traço mais antigo, ou eu diria, mais clássico. Inclusive (checando aqui…) a história “Atração Fatal”, que está na página 81 e é desenhada por Bo Hampton exemplifica este tipo de traço. Enfim. Em breve continuamos falando sobre quadrinhos e Eisner.

Vida longa e próspera.

The Spirit: As Novas Aventuras


The Spirit: The New Adventures
Lançamento: 2010
Arte: Will Eisner, Dave Gibbons, Mark Schultz, Eddie Campbell, Dan Burr, Bo Hampton, Carlos Ezquerra, Brian Bolland, Chris Shaddian, Daniel Torres, Moebius
Roteiro: Alan Moore, Neil Gaiman, Jim Vance, John Wagner, Mark Kneece, Kurt Busiek
Número de Páginas: 128
Editora: Devir

Leia mais em: , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Jean Roger

    Grande Eisner, lí essa edição cheia de picudos dos quadrinhos e, sinceramente, achei uma grande bosta, joguei dinheiro fora. Uma cópia descarada de tudo que Eisner fazia e pediu para não fazerem, só lamento por isso. Talvez a história do Alan Moore possa ser dita como relativamente original, mas isso dentro do clima Alan Morre, Dave Gibbons também deve ser notado pelo traço relativamente bom, porém, medíocre se comparado com outras obras que ele genialmente deixou seu talento, e que vá pro inferno os demais artistas que completam o HQ. Enfim, se você REALMENTE gosta de Will Eisner, deveria pelo menos ler as histórias originais do The Spirit.

busca

confira

quem?

baconfrito