The Closer – 4ª Temporada

Sit.Com terça-feira, 10 de março de 2009

Numa temporada marcada pela irregularidade, talvez as séries da tevê a cabo americana ainda sejam o porto seguro de qualidade das séries televisivas. Um bom exemplo é que mesmo o desgastado e criticado gênero policial encontra na tevê a cabo qualidade acima da média: The Closer (aka, Divisão Criminal, no SBT).

thecloser

Uma pena que esta série dinâmica e bem defendida por seu elenco não encontre um bom canal para sua exibição por aqui. As primeiras 3 temporadas foram exibidas pelo canal TNT, que na época exibia as séries no sábado à tarde (horário bastante infeliz, convenhamos!), três séries muito boas diga-se de passagem, junto à The Closer o canal exibia Battlestar Galactica e Veronica Mars. Já na tevê aberta, o SBT exibe nas madrugadas durante a semana, como faz com suas outras séries. Parece que o novo canal Space (Net e Sky) deve exibir esta temporada em breve, assim como Battlestar Galactica, mas quem tem este canal no seu pacote?

A 4ª temporada da série de maior audiência da tevê à cabo foi dividida em duas partes (Sendo que, na primeira, exibiu os dez primeiros episódios ainda em 2008. E no seu retorno, em janeiro de 2009, os cinco episódios restantes foram exibidos, totalizando os 15 episódios desta temporada). O grande trunfo de The Closer é, com certeza, o equilíbrio entre o drama, de procedimento (dividido entre as investigações e as entrevistas para depoimento); e a comédia, dos absurdos que ocorrem em algumas investigações e os personagens envolvidos nelas, junto ao temperamento obsessivo da destemida/persistente Chefe Brenda Johnson (com brilhantismo de Kyra Sedgwick, atriz sempre coadjuvante no cinema que encontrou seu espaço na televisão).

Nesta temporada, tivemos basicamente o desenvolvimento de dois arcos: Na primeira parte, observamos o surgimento de um repórter de uma revista que acompanha o dia-a-dia de Brenda e sua equipe do Esquadrão de Crimes Prioritários, como justificativa para o dinheiro gasto pelo Departamento de Polícia de LA com profissionais investigando somente homicídios envolvendo pessoas ricas. Obviamente que Brenda fica contrariada com a idéia, pois esta “supervisão acompanhada”, autorizada pelo Chefe Will Pope (J. K. Simmons, ótimo ator de filmes como Homem Aranha e Queime Depois de Ler), acaba por atrapalhar seu trabalho, pois Brenda utiliza diversos meios não tão corretos, como manipulação de depoimentos e mentiras armadas para conseguir arrancar a confissão verdadeira de seus suspeitos. Ainda nesta primeira parte da 4ª temporada, destaco o episódio mais cômico de toda a série: Dial M for Provenza, numa trama que dá bastante espaço para o excelente timing cômico G. W. Bailey (o eterno Capitão Harris, de Loucademia de Polícia, outro ator sumido que está tendo uma ótima oportunidade na tevê), o Tenente Provenza, e a louca atriz Jennifer Coolidge, como suspeita de um crime, em participação especial.

No gancho final da primeira parte da temporada tivemos um episódio bastante tenso, Time Bomb, envolvendo a investigação de jovens manipulando armas e bombas em lugares públicos, com um final bastante chocante. Já na segunda parte da temporada o grande assunto foi o casamento de Brenda com o agente do FBI, Fritz Howard, com o surgimento de seus pais em diversos episódios, enlouquecendo Brenda e Fritz, e ainda para completar a irmã hiponga de Fritz, Claire. No entanto, mesmo pendendo mais para o humor nesta segunda parte, tivemos o episódio Power of Attorney, um dos mais surpreendentes de toda a série, pois o episódio se inicia de uma forma bastante simples e sem grande atrativos (envolve um possível serial killer estuprador) mas que ficou em aberto e, com certeza, deve retornar em breve na série devido ao personagem ter criado um grande antagonismo com Brenda, um episódio irretocável (meu favorito nesta temporada).

Para fechar a temporada, Double Blind, mostra os bastidores e o casamento, numa cerimônia bem simples, entre Brenda e Fritz, em meio a um caso de assalto seguido de morte, onde Brenda não se segura e tenta, a todo custo, resolvê-lo antes de sair em lua-de-mel. Vai ser no mínimo engraçado acompanhar na próxima temporada a, agora casada, Brenda e sua obsessão pelo trabalho e ainda ter tempo para Fritz e seu vício: chocolates (será que não rola uma gravidez ainda?).

Leia mais em: ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito