The Cape

Televisão terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Tem séries que te fazem pensar, só pelos comerciais, que serão incrivelmente fodas, bem feitas e divertidas. Tem séries, entretanto que te fazem falar coisas como “isso de novo?!”, “que merda” e “ah… novo é?…ok”. É claro que nas propagandas se vê muito pouco da série em si e várias vezes a edição praticamente cria uma cena nova, mas nem sempre a primeira impressão está errada, nem sempre o julgamento pela capa (Hein? Hein? Pegaram?) é uma coisa ruim.

The Cape conta a história de Vince Faraday (David Lyons), um policial que após o assassinato do chefe de polícia de Palm City por Chess (O bandido da história toda) resolve sair da polícia e ir trabalhar para a ARK, uma empresa que tomará conta da polícia em breve (No melhor estilo FHC de privatização). Logo após ser contratado pela ARK, Vince descobre que seu chefe e dono da empresa, Peter Fleming (James Frain) é o verdadeiro Chess, que planta evidências (Falsas, obviamente) que de Vince é Chess, mandando os policiais da ARK atrás dele, que após sua fuga, é tido como morto e assassino (Paradoxal, eu sei), inclusive por Dana e Trip (Sua esposa e filho – Jennifer Ferrin e Ryan Wynott respectivamente).

Vince é encontrado por uma trupe de assaltantes de banco, que após verem que Vince ainda tem acesso aos bancos da ARK, se tornam seus amigos e passam a treiná-lo, para que Vince se vingue de Fleming. A galera do The Carnival of Crime é chefiada por Max Malini (Keith David), um fodão do circo que sabe tudo sobre como usar uma capa. A trupe ainda conta com Rollo (Martin Klebba – Um anão lutador), Raia (Izabella Miko – A acrobata gostosa) e Ruvi (Anil Kumar – O hipnotista). Vince ainda conta com a ajuda de Orwell (Summer Glau), uma blogueira desocupada (Pleonasmo, eu sei) que resolve divulgar sobre a corrupção em Palm City.

Após o treinamento, Vince (Ou The Cape, personagem baseado da HQ que o filho de Vince gosta) vai atrás de Fleming e faz um monte de merda (É claro), até que finalmente consegue sua primeira vitória (No final do segundo episódio): Ele derrota Cain, o primeiro membro da Tarot, uma sociedade secreta de assassinos.

 Ela aparece de mini saia logo no primeiro episódio… E dirige uma Mercedes. Link para a imagem grande aqui.

The Cape é uma série (Como já disseram antes) inocente. No bom e velho estilo dos quadrinhos (Que me lembrou bastante o Batman, diga-se de passagem… E apesar de ser meu super-herói favorito, isto não foi um elogio): Vilões estranhos, física duvidosa, identidade secreta e tudo mais. Até agora (Só vi os dois primeiros episódios, mas lá nos EUA já está no sexto) a série parece ter um bom futuro (Mesmo que os a NBC tenha reduzido de 13 para 10 episódios a primeira temporada), mas desde que as coisas começem a ficar mais interessantes daqui para frente.

É uma série divertida, para se ver quando não sairam novos episódios de coisas como Two and a Half Men, The Big Bang Theory, Law and Order (Apenas o SVU ou o Los Angeles) e Dexter (Que eu não assisto mas dizem ser foda). De forma geral é uma boa série, mas não chega a ser o que os comercias prometiam… Pode vir a dar certo, mas não creio que chegará no topo da audiência. Mas tem a Summer Glau.

Leia mais em: ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Aron

    Me lembrou ‘the reaper’ não é bem uma série com super héroi, mas tipo de primeira vista ela prometia muito, você começa a assistir e fica enjoativa.
    Só passa nesse canal(NBC)? Fiquei curioso pra assistir, vou atrás pra baixar, valeu pela indicação.

  • Climber

    Na Net passa no Universal Channel. Só não sei o horário. E pela propaganda parecia tosco.

    Reaper – RIP

    Era uma série legalzinha…

busca

confira

quem?

baconfrito