The Boys – A visão de Garth Ennis sobre os super heróis

HQs quarta-feira, 14 de Março de 2012

É o seguinte, todo mundo adora super heróis, mas ninguém (Ou quase ninguém) nunca parou para pensar como seria se eles fossem reais. Vocês tem noção de quantas pessoas morreriam todos os dias em que o Super Homem decidisse sair na porrada com o Darkseid no centro da cidade? MILHARES. Todos os dias teríamos milhares e milhares de pessoas mortas. A população da Terra seria resumida em super seres, pois os reles humanos morreriam nas super batalhas dos heróis gays de roupas colantes. E é isso que Garth Ennis mostra genialmente em The Boys, o quadrinho que te fará ver os supers com outros olhos. Ou não.

The Boys conta a história de um grupo que trabalha secretamente para o governo mantendo os supers na linha. O que eles fazem é espionar os supers de toda maneira possível e as vezes dar umas porradas neles. Açougueiro é o líder deles e odeia todos os super heróis, assim como a Vought América, responsável pela criação dos supers. Porém, dentre todos os supers, Açougueiro tem uma rixa pessoal com O Patriota, o líder d’Os Sete, que é uma sátira à Liga da Justiça no universo The Boys. Além do Açougueiro, temos também O Francês, A Mulher e O Filhinho da Mamãe (Não o ridicularize por esse apelido, sério). Durante um porradeiro contra Os Sete, um dos integrantes e fundador da equipe acaba fodido, e isso leva Açougueiro e os outros a recrutarem Hughie, O Mijão, o irlandês que perdeu a namorada durante uma batalha de Supers. É claro que o novato se apaixona pela identidade secreta de uma nova integrante d’Os Sete e é claro que isso vai dar merda, mas o mais legal de The Boys é ver como Ennis enxerga os supers. São todos gays, drogados e idiotas. Como ele trata o lance dos heróis sempre retornarem da morte também é bem interessante, assim como a história que mostra como os Supers não conseguiram impedir os ataques tipo o 11 de Setembro.

O conselheiro e informante dos Boys é O Velho, que é tipo o Stan Lee (É, Ennis pode ser louco, mas ainda assim, uma lenda é uma lenda) dentro do universo The Boys. Ele desenhava os quadrinhos sobre os supers para o selo da Vought America, só que distorcendo como as coisas como realmente aconteciam e fazendo tudo parecer realmente heróico. Um dia, ele se cansou da porra toda e resolveu ficar contra a Vought, e exatamente por ter sido o desenhista principal da Vought por tanto tempo, ele conhece todos os podres dos Supers e é o que o torna um grande aliado dos Boys. Ah Jo, mas como reles humanos conseguem manter Supers na linha? Meu jovem e idiota leitor, eu explico. Além de terem gravações de várias merdas que acabariam com a reputação dos Supers, o que levaria a Vought América á falência (E não existe nada que os supers temam mais do que a ira da Vought América, os G-Men que os digam), é claro que os Boys não são humanos normais, eles tomam um derivado do Composto V, que é o que dá poderes aos supers, assim eles são capazes de baterem de frente com eles e até mata-los.

Se você não gosta de supers e de todas essa idiotices da Marvel e da DC (Sério cara, eles tem super-macacos, super-cães e outras mongolices que sabe-se Deus quem teve essas ideias, mas é bem provável que tenha sido alguém tão retardado quanto quem lê essas merdas), leia The Boys e aumente seu ódio por toda essa retardadice. Mas se você é fãzoca de supers, Garth Ennis samba na sua cara com essa revista e faz você perceber quão idiota é (Seu fracassado que ainda mora com a mamãe). Por isso, trate de tirar esse seu pijama do Homem Aranha ou essa camisa do Lanterna Verde que você só comprou por causa do carinha lá de The Big Bang Theory e vá ler algo que preste, de preferência algo que não tenha um marmanjo em um colante colorido. Ou melhor, vá foder alguém. Que tal?

Leia mais em: , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Finalmente uma resenha sobre esse belíssimo trablho do Garth Ennis… Muito bem feito e desenhado.

  • Melwzyz

    Esse Garth Enni se supera hahahaha de fato vou ler isso. Bom post, mei revoltado, mas bom.

  • Melwzyz

    Ennis*

  • Arthur Has

    Pra que tanto ódio no post rappa?
     

  • Gustavo Kondo

    Cara, obrigado por me mostrar esse hq maravilhoso! Incontáveis as risadas que eu dei enquanto lia The Boys. Muito foda! E a crítica é tão boa que eu tô começando a ver os super-heróis normais com outros olhos, mas ainda gosto das histórias do homem aranha haha

    Eu fiquei com uma puta dó também do Hughie cara e isso me fez questionar: NINGUÉM morre numa batalha entre super heróis e super vilões? Porra, no filme do Avengers que tá pra sair, é uma invasão de uns monstros enormes e aposto que não vamos ver nenhum cidadão sendo esmagado pelo hulk ou algo parecido.

  • joaozinho

    Cara, faz uma resenha de Wormwood!

busca

confira

quem?

baconfrito