Tempos de Crise

Sit.Com terça-feira, 24 de março de 2009

A atual crise econômica mundial parece ter atingido rapidamente as séries americanas, com consequências que podem ser observadas de duas maneiras: 1) como tema abordado pelos roteiristas em diversas séries, desde os dramas ou dramédias como, Desperate Housewives, até motivo de crimes em séries policiais investigativas, como em Life; 2) são os inevitáveis cortes de orçamento e o custo das séries frente sua audiência semanal: resultando em desequilibrado, gera o inevitável CANCELAMENTO.

A crise é tamanha que mesmo séries consideradas “campeãs de audiência” como Without a Trace e Cold Case (do canal CBS, a Globo americana) estão na corda bamba devido ao fator custo-benefício das séries em relação à audiência que conquistam e ao tempo que estão no ar (aumentando os custos de cada episódio devido, por exemplo, as renovações dos contratos dos atores).

Mesmo estando há dois meses do final da temporada 2008/09, já há uma lista considerável de cancelamentos, desde séries que estão terminando sua história na tevê, independente da audiência, ou as séries canceladas devido ao fracasso em termos de audiência. Já foram sentenciadas:

Battlestar Galactica (Sci Fi/TNT) – chegou ao fim na sexta passada (20/03), uma das melhores séries de ficção científica já produzidas pela televisão, BG já faz parte da cultura sci-fi, graças ao contexto extremamente inteligente de abordagem da série, unindo ação, suspense, política, questões sociais e fé.
Dirty Sexy Money (ABC/AXN) – mesmo tendo um elenco super bacana, a série sobre a família milionária disfuncional não pegou, e sempre teve problemas de audiência. Mesmo assim, ganhou uma 2ª temporada, mas acabou sendo cancelada ainda com episódios inéditos para exibir.
Do Not Disturb (Fox) – estreante na temporada, inédita por aqui, uma sitcom medonha do canal Fox americano, não conseguiu emplacar nem o quarto episódio, acho eu.
Easy Money (CW) – também estreante, inédita por aqui, o canal CW é o lanterninha da tevê americana, acabou vendendo seu horário nobre de domingo para particulares (como acontece bastante por aqui). No entanto, mesmo assim a audiência era pífia, a e CW encerrou o contrato, atualmente no horário exibe filmes e a falecida Jericho.
Eli Stone (ABC/Sony) – série bacana de assistir, também teve seu cancelamento anunciado sem haver um final. Uma pena: elenco bacana, trama cômica ora dramática, isso quando não musical.
ER (NBC/Warner) – após 15 temporadas chegou a vez de um dos maiores sucessos que a televisão americana produziu dar seu adeus. Após inúmeras trocas de elenco, E.R. está chegando ao final, com inúmeras participações de seu elenco original (George Clooney, Julianna Margulies, Noah Wyle, etc.) Uma pena estar terminando com uma audiência tão inexpressiva (abaixo dos 10 milhões).
In Harm’s Way (CW) – sem comentários, série da CW (1).
Justiça Sem Limites/Boston Legal (ABC/Fox) – mesmo não sendo muito prestigiada pela audiência, esta série conseguiu ganhar bastante prêmios para seus atores, James Spader e William Shatner. Terminando em sua 4ª temporada.
Kyle XY (ABC Family/SciFi) – série que quase ninguém vê por aqui foi cancelada em sua 3ª temporada
Lipstick Jungle (NBC/Fox) – série “mulherzinha” não resistiu ao fraco desempenho de audiência, mesmo mudando de dia de exibição a série não emplacou.
Life on Mars US (ABC/ FX) – aposta da ABC para a temporada, já nasceu com morte anunciada. A série é baseada numa minissérie ou pequena série (foram no total 16 episódios divididos em duas temporadas) de uma série inglesa fenomenal, teve problemas de elenco, quase todos foram substituídos, e de produtor. Se despede, garantem os roteiristas, com um final fechado. Começa a ser exibida em abril no FX.
My Own Worst Enemy (NBC/People & Arts) – a série de espionagem prometia servir de trampolim para o sumido Christian Slater, deu errado, parecia uma cópia de algumas séries mais conhecidas e a audiência foi despencando até seu cancelamento prematuro.
O Rei do Pedaço/King of The Hill (Fox/FX) – animação da Fox, do bloco de domingo do canal, encerra em sua 13ª temporada.
Opportunity Knocks (ABC) – sitcom “ninguém sabe, ninguém viu” do canal ABC, que como vocês podem notar, vai fazer um limpa na sua programação para a próxima temporada.
Prison Break (Fox/FX) – mesmo sendo fã da série, confesso que a trama dos irmãos Scolfield já deu o que tinha que dar a um punhado de episódios, continua tenso e nervoso, no entanto, passa longe de uma trama concisa.
Pushing Daisies (ABC/Warner) – também fã da série de Bryan Fuller (que foi tentar salvar Heroes), um misto de comédia com investigação muito fábula para a televisão aberta. Uma pena, podia ser uma promissora série, mas não conseguiu manter o equilíbrio.
Stargate Atlantis (SciFi/Fox) – ao cancelar o segundo spin off de Stargate, (sim, aquele filme sci-fi dos anos 90) o próprio canal Sci-Fi americano já encomendou uma nova série que estréia em breve.
The Ex List (CBS/Fox) – comédia “mulherzinha” do canal CBS, que, milagrosamente, nao deu certo, mesmo estando num horário ingrato, sextas à noite, acabou derrubando a audiência do canal durante sua exibição.
The L Word (Showtime/Warner) – série sobre “lésbicas” da tevê a cabo americana, se despede nesta temporada, mas já está encaminhando uma spin off em breve.
The Riches (FX/Telecine-Fox) – cancelada após sua 2ª temporada.
The Starter Wife, aka, A Ex ou Descasada (USA/Telecine-People & Arts)
The Shield (FX/AXN) – se despedindo na verdade após sua 7ª temporada, a instigante série policial criou um dos policiais mais ambíguos da história de tevê, numa série nua e crua, sem glamourizar as investigações e personagens.
Valentine (CW) – sem comentários, canal CW (2).

Mas fiquem ligados porque está lista deve crescer!!

Leia mais em: , , , , , , , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito