OS 10 melhores filmes de 2012

Primeira Fila segunda-feira, 24 de dezembro de 2012 – 2 comentários

Eis que chega o fim do ano, e junto com ele a inevitável remessa de listas, retrospectivas e essas coisas que sempre fazem a gente reviver os nossos últimos 12 dolorosos meses de existência. Eu até pensei em reclamar de tudo isso, mas aí percebi que era muito mais fácil fazer a minha própria lista. Mesmo que dentre os poucos filmes desse anos que eu vi, a imensa maioria não preste e mais da metade dos que sobraram eu provavelmente devo ter esquecido. continue lendo »

Estréias da semana – 20/07

Cinema quinta-feira, 19 de julho de 2012 – 0 comentários

Valente (Brave)
Com: Kelly Macdonald, Emma Thompson, Kevin McKidd, Julie Walters, Billy Connolly
Merida é uma princesa, filha do rei Fergus e da rainha Elinor. Mas ao invés de seguir a trilha da monarquia, ela quer é ter a própria vida na mão, já que ela se interessa muito mais em andar de cavalo e atirar flechas por ae que ser princesa. Só que, com isso, ela acaba fazendo caquinha e tem que se virar pra resolver a trolha. Mas como o nome do filme já diz, ela é valente o bastante pra resolver tudo [Santo clichê, Batman!].
O filme é bacana e tal, mas a Pixar tá ficando meio repetitiva. continue lendo »

Valente (Brave)

Cinema quinta-feira, 19 de julho de 2012 – 0 comentários

 Merida é uma habilidosa e impetuosa arqueira, filha do rei Fergus (voz de Billy Connolly) e da rainha Elinor (voz de Emma Thompson). Determinada a trilhar seu próprio caminho, ela desafia um antigo costume considerado sagrado pelos ruidosos senhores da terra: o imponente lorde MacGuffin (voz de Kevin McKidd), o carrancudo lorde Macintosh (voz de Craig Ferguson) e o perverso lorde Dingwall (voz de Robbie Coltrane). Involuntariamente, os atos de Merida desencadeiam o caos e a fúria no reino e, quando ela se volta para uma velha feiticeira (voz de Julie Walters), em busca de ajuda, Merida tem um desejo mal-aventurado concedido. Os perigos resultantes a forçam a descobrir o significado da verdadeira valentia para poder desfazer o brutal curso dos acontecimentos antes que seja tarde demais.

Eu sei, eu sei. Todos nós esperamos, ano após ano, que a Pixar faça obras da magnitude de Toy Story, Wall-E ou Up. Mas cês tem que ver que não dá. Ninguém consegue 100% de aproveitamento, cara. Mas sossega a piriquita ae que o filme é bacanão. Se bem que eu tenho uma queda por ruivas, mesmo que nesse caso seja só simpatia. continue lendo »

confira

quem?

baconfrito