SquareEnix = Noobmaker

Nerd-O-Matic quinta-feira, 23 de Abril de 2009

Cansei de Final Fantasy

ÓBVIO que isso não quer dizer que deixarei jogar o FFXIII. Eu sou um gamer curioso, porra. Eu sou tão curioso que jogo até Gardening Mama. Por pior que FFXIII seja ele nunca vai ser pior do que jogar Gardening Mama.

NADA é pior do que Gardening Mama.

 Arco-íris. Meigo.

Mas enfim, depois de ver o vídeo do gameplay de FFXIII, concluí que, se eu sou noob hoje em dia, a culpa é da Square. Eles me enganam há vários Final Fantasy, prometendo novidades em jogabilidade que de fato nunca aparecem. Acompanhem comigo como será DE FATO a jogabilidade em FFXIII:

Tá, ok, concordo que tá bonito. Os jogos da Square SEMPRE foram bonitos e o departamento de CGG dos caras sempre esteve pau a pau com a Blizzard no quesito boniteza. Mas não estou falando de boniteza, estou falando de SER ENGANADO. O que temos aí é um tipo de combate extremamente comum e linear, com os personagens controlados pelo jogador de um lado e os inimigos do outro lado; um lado atira, faz danos, solta magias e etc. depois é a vez do outro lado fazer a mesma coisa. BORING.

 Tá IGUALZIM isso aqui

Vocês lembram quando saiu o primeiro trailer de FFXII o que era prometido como jogabilidade e combate em tempo real? Ah, eu lembro:

Viram aquela parte onde ela atira nos inimigos, pula neles e whatever, e aparece aquele bando de números de dano saltando na tela? Então, aqueles momentos ali foram vendidos como REAL GAMEPLAY FOOTAGE pela Square. Agora revejam aquele vídeo lá de cima do gameplay real e me digam: KD? KD? KD?//

A Square é tão sem vergonha que fez um mix de alguns microssegundos de gameplay real de combate e misturou esses microssegundos com MINUTOS de vídeos do jogo. É basicamente isso que você tem nesse vídeo aí de cima: um mix pra enganar trouxa. O pior de tudo é que, se você for comparar o gameplay real de FFXIII, não tem nada de melhor do que já acontecia no Final Fantasy XII:

TUDAMESMAMERDA.

Vem cá: essa geração do PS3 e do X360 não era pra ser revolucionária?

Não, não era. É isso que nos torna TODOS noobs: acreditar que realmente existe algo de novo pra ser feito no PS3 e no X360. Jogos como Final Fantasy XIII são emblemáticos porque, mesmo vindo de uma puta desenvolvedora e ficando anos em desenvolvimento, nos mostram que estes dois consoles não tem absolutamente nada a oferecer além de gráficos melhores.

Já existiu um tempo onde os RPGs eram o lugar pra se testar coisas novas, provocar o público e contar histórias mirabolantes. Xenogears era um exemplo perfeito de RPG que tinha uma história muito lôca e chêrada, misturada com um sistema de batalha inovador. Os próprios jogos Final Fantasy já foram conhecidos por introduzir novos sistemas de batalha nos quais ninguém tinha pensado antes, estabelecendo novos padrões de jogabilidade para RPGs e até outros jogos. A introdução da Active Time Barrier, por exemplo, foi algo que dinamizou muito os combates; e também as materias, que permitiam um nível de customização dos personagens que não existia até então. Todos estes pequenos ousados passos permitiram que os jogos avançassem, já que os outros desenvolvedores pegam o que deu certo, aperfeiçoam em seus próprio jogos, e asim caminha a humanidade gamer.

Mas com FFXIII temos a prova definitiva do período de estagnação dos jogos. Beleza gráfica não substitui inovação, e acho que FFXIII está fadado a ser colocado ao lado de FFIX como um dos jogos menos inspirados da SquareEnix. Final Fantasy XIII é um jogo que vai nos seduzir pela beleza e (talvez) pela história, anestesiando-nos para sua falta de inovação e aumentando o coeficiente de noobice em nossas mentes gamers.

Boniteza não põe mesa.

Leia mais em: , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Mas vídeo-games hoje não passam de hardware mais potentes de seus antecessores e os jogos idem. Meu Dreamcast, que tem o hardware mais fraco da geração passada já tinha gráficos suficientemente bons pra mim (Skies Of Arcadia me divertiu pra caramba, e não é lá essas coisas neste quesito). Mas a questão é que desde o PSOne e FFVIII (o mais pé no saco de todos pra mim) é que eu venho observado o quanto que gráficos bem feitos atraem o público. Basta uma apresentação “bonita” e o jogo já é tachado de clássico.

  • Alex

    Dreamcast nunca foi explorado ao limite, e levo fé que ele era no minimo pau a pau com o ps2.

  • Victor

    Ou na moral a unica hora que pula aquela caralhada de dano é quando a principal taca a bombinha dela lá…o que também acontece no vídeo real.

  • Olaf

    Ah cara, isso já é lei a muito tempo, desde quando começaram a sair os games “fodas” de 360, principalmente os de carro (que já atingiram praticamente a perfeição no quesito gráficos) eu me desiludi um pouco com a coisa, cheguei a dizer que os games tinham morrido no Dreamcast e tal, visão idiota claro. Mas hoje em dia não é só a Square que peca nesse quesito inovação, são quase todas as produtoras de jogos e isso me da vontade de cometer suicídio.

  • Andrey

    Vim defender FFIX… Tudo bem que ele pode não ser o mais famoso, o mais cultuado, o mais lembrado… Tudo bem que ele pode ser um passo atrás na franquia com a história de não retratar humanos com característica reais… Mas sem duvida foi um dos mais divertidos da franquia.

    Bastante aventura(o ponto forte para mim), uma bela história, personagens cativantes, zilhões de minigames e filmes fodásticos fazem dele, na minha humilde opinião, um dos melhores jogos que já passaram por minhas mãos. Afinal, videogame é diversão e eu me divert pra baralho com cada um dos 4 cd’s!

  • WilliamCT

    Meu, infelizmente, gráfico conta na hora da compra… por isso não mudam o que importa, apenas melhoram gráficos. Logo vão fazer um jogo que ao invés de CGs, será pessoas reais (se bem que aí não seria nada perfeito…)

    Hoje em dia falta originalidade nos jogos… Por isso a maioria dos jogos “clássicos” são velhos (eu disse A MAIORIA).

    Pode ver: The Legend of Zelda, Super Mario Bros, Metal Gear Solid, Megaman (série clássica e começo da série X), Final Fantasy I, Final Fantasy Tactics…

    Se for reparar, Gardening Mama, por pior que seja, é mais original que mto jogo novo…

  • Alex

    Pois é, o fato é quando levam a originalidade a sério demais… Por exemplo, Haydin escreveu 130 sinfonias ou mais…ele não estava preocupado em ser original, mozart 40… também sem se preocupar =P no meio delas sairam algumas geniais…outras sem nada de importante.

    Originalidade e Graficos são coisas que para mim tanto faz, o importante mesmo é Capricho, que é o que as franquias Mario, Zelda e Metal Gear sempre trazem junto.

  • joao

    “ÓBVIO que isso não quer dizer que deixarei jogar o FFXIII. Eu sou um gamer curioso, porra. Eu sou tão curioso que jogo até Gardening Mama. Por pior que FFXII seja ele nunca vai ser pior do que jogar Gardening Mama.”

    se ta falando e do FFXIII ou o FFXII????

  • atillah

    Corrigido Jão, vlw.

  • Bahamuto

    Por isso eu digo, a blizzard rula, é a única que ainda nao me decepcionou =)
    SC2 e D3 prometem! Isso que semana passada parece que talvez anunciem outro jogo… ae vai ser de foder se for um realmente novo!

  • Vitor

    Como assim FFXII e FFXIII são a mesma coisa? Eu não vi nenhum carinha no FFXII jogando o inimigo pra coma pra atacar ou a camera cinematografica da batalha. Sem contar que tudo que você viu foi UMA batalha, e nem o menu abriu. Você não pode dizer que ta a mesma coisa. E ver apenas a batalha não diferencia nada, ou você ve diferença na batalha do FFIX e do FFVII? Se houver mudança provavelmente será no sistema te magia/skills/o que quer que seja e esse tipo de coisa. Senão você pode considerar a batalha a mesma coisa do FFIV até o FFX (e agora o XII).

busca

confira

quem?

baconfrito