Simplesmente Feliz (Happy-Go-Lucky)

Cinema quinta-feira, 26 de março de 2009

Poppy (Sally Hawkins) é uma jovem professora primária. Um espírito livre. É aberta e generosa – tão divertida e desgovernada quanto focada e responsável.
Ela tem tempo para todos e qualquer pessoa que ela conheça apaixona-se por ela.
Esta professora ama as crianças para as quais leciona e trabalha duro. Divide um apartamento com uma amiga, gosta da sua vida social, é cuidadosa com suas irmãs mais novas e faz aulas de flamenco e de cama elástica.
Quando ela começa suas aulas de direção, sua maturidade e seu senso de humor a ajudam a lidar com um instrutor maníaco.
Satisfeita com sua vida de solteira, conhece um rapaz através do trabalho com quem ela realmente entra em sintonia.

Essa é a sinopse de Simplesmente Feliz (Happy-Go-Lucky), filme que na minha concepção é perfeito para usar como permuta com a gordinha para assistir Transformers 2 ou Dia dos Namorados Macabro.

 -Quantos dedos têm aqui?

A história é bem bacana e por mais que não aconteça nada de impressionante no filme, você fica preso até o fim.

Seja pela vida de Poppy, que é bem comum, mas te prende pela energia e alegria que ela demonstra, ou pelos seus relacionamentos.

 Um alegre churrasco de família britânico

Estes relacionamentos são bem complexos, já que lida com as irmãs, uma que não sabe o que quer da vida e outra recém-casada e grávida, que condena as atitudes das duas irmãs, que acredita não terem maturidade suficiente para lidar com a vida de responsabilidades.
Os dois momentos interessantes do filme são: o relacionamento de Poppy com Scott, seu depressivo e maníaco instrutor de direção; e quando conhece Tim, o assistente social da escola.

 En-ra-ha

São momentos interessantes e que, mesmo quando atingem algum ponto crítico, você nota que a protagonista não perde o controle e mantém o bom humor para se manter nos trilhos, rindo das situações que uma pessoa normal e ranzinza entraria em desespero.

 – Surpresa!

O enredo do filme flui tão bem, mas tão natural, que você não percebe o tempo passar e repara que aquilo que é mostrado na tela acontece a toda hora, a todo momento e, porque não, com você.

 – Acho que vi um metrô dentro do seu nariz

Enfim, recomendo para levar a gordinha ou aquela paquera que você ainda não teve coragem para chamar na chincha e precisava de um empurrãozinho para fazer.

Simplesmente Feliz

Happy-Go-Lucky (118 minutos – Comédia Romântica)
Lançamento: Inglaterra, 2008
Direção: Mike Leigh
Roteiro: Mike Leigh
Elenco: Sally Hawkins (Poppy), Eddie Marsan (Scott), Alexis Zegerman (Zoe), Samuel Roukin (Tim)

Leia mais em: , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito