Seis filmes sobre a questão racial

Cinema segunda-feira, 09 de dezembro de 2013

Neste dia 05/12 morreu uma das maiores figuras da história da humanidade, Nelson Mandela, ex-presidente da África do Sul, símbolo da luta contra a segregação racial, não contra apathaid de seu país, mas contra toda e qualquer forma de discriminação e segregação no mundo. Em sua homenagem irei falar sobre alguns filmes que abordam a questão da separação e conflitos humanos por conta das diferenças étnicas. Ah. Não, Brasil não tem racismo, ok? Democracia racial #rules.

Hotel Ruanda

Hotel Ruanda retrata um momento do massacre acontecido em Ruanda, onde duas etnias rivais, os tutsi e os hutus, entraram em um dos conflitos mais sangrentos da história. O filme mostra como um homem, Paul Rusesabagina, salva a vida de mais de mil pessoas no conflito, além de deixar claro os efeitos da dominação europeia e os “benefícios” do capitalismo – que nunca matou ninguém, quero deixar bem claro – ao impor fronteiras sem levar em consideração as especificidades dos povos africanos.

Gran Torino

Filme de Clint Estwood, estrelado e dirigido por ele, fazendo o papel dele mesmo. Gran Torino conta a história de um veterano de guerra que nutre ódio pelos asiático imigrantes, e que acaba colaborando com eles em um determinado momento. O que fica da película é que o personagem principal retrata a ideologia americana, principalmente sulista, com relação às minorias em geral, principalmente se forem imigrantes. E coincidentemente, no fim caiu um cisco no meu olho.

A Outra História Americana

A Outra História Americana é um filme dirigido por Tony Kaye e estralado por Edward Norton. Norton faz o papel de um neonazista que vai preso após matar (Cruelmente) um jovem negro. Toda a tensão racial envolvendo minorias negras e brancos neonazistas, normalmente de classes mais baixas, fica retratado neste filme.

Django Livre

Western filmado por Tarantino, mostra a jornada de Django Freeman, negro liberto, em sua vingança pessoal (Como não poderia deixar de ser). Não sei qual o grau de fidelidade histórica, mas novamente, Django Livre demonstra a tensão racial nos Estados Unidos muito bem. O número de vezes que a palavra nigger é usada demonstra bem o porque dela ser tabu por lá hoje em dia.

Malcolm X

Talvez o papel mais importante da carreira de Denzel Washington, que conta a história do ativista negro Malcolm X, líder radical na luta contra a segregação racial nos EUA. Malcom foi um ativista convertido ao Islã após anos na prisão por cometer pequenos delitos. Na cadeia, se transforma espiritual e intelectualmente, e assim transforma também a história dos afro-americanos.

Invictus

Mais uma vez, Clint Estwood trabalhando a temática. O filme conta a história de como o próprio Mandela tenta fazer para que o aparthaid abolido legalmente seja também abolido das mentes sul-africanas. Para tanto, o líder consegue que sua nação se una em torno da seleção de rugby na disputa do mundial.

Leia mais em: , , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Joaozinho

    Faltou um dos melhores: Remember the titans.

  • Arthur Arantes Souza

    Esse eu não conheço.

  • Joaozinho

    Duelo de Titãs, com Denzel Washington. Melhor filme de futebol americano e superação ever, e que também trata de questões raciais.

busca

confira

quem?

baconfrito