Redução de impostos nos video-games!

Games quinta-feira, 01 de dezembro de 2011

PARA TUDO: A Câmara dos Deputados aprovou o texto que extende a Lei de Informática para os video-games. O que isso significa? Significa que jogos e consoles ficarão mais baratos!!!! Siiiim caro leitor, você leu certo! Finalmente alguém fez alguma coisa decente nessa budega de Câmara!!!!!

O que rola é que incluindo video-games na coisa, consoles, jogos (Tanto de video-game quanto de PC/Mac) e “acessórios”, apenas as empresas que investirem no mercado nacional de games terão a redução de IPI. “Porra, mas só assim?”, pois é, mas grande parte das impresas já faz isso, primeiro porque já abate em outros impostos e taxas, e segundo porque o Brasil é um dos maiores mercados consumidores de jogos do mundo. Quer um exemplo? A Microsoft já faz o Xbox no Brasil, a Nintendo deve vir no ano que vem e a Sony não deve ficar parada diante disso, e todas elas tem “convênios” com as produtoras de jogos, como a Rockstar, EA, Softnyx, Bioware, Valve e Ubisoft.

Tem mais: Caso você já tenha se interessado em comprar coisas no exterior, via Amazon ou coisa parecida, deve saber que livros e CDs de música não tinham taxação de impostos (IPI e Confins). Esse texto aprovado extende essa medida para jogos para “uso domiciliar”, ou seja, caso você queira comprar um jogo pra jogar em casa e não pra vender/abrir loja, você também não pagará imposto, nada, ZERO. Não que todos os impostos serão retirados, mas dá uma boa reduzida no preço.

A autoria da coisa é do deputado Hugo Motta (Do PMDB-PB) e une as propostas PL 514/11, do deputado Antônio Carlos Mendes Thame (PSDB-SP), 943/11, do deputado Sandro Alex (PPS-PR) e 899/11, do deputado Mauro Mariani (PMDB-SC). Mas (É claro), nem tudo são flores: O troço ainda tem que ser aprovado pelas comissões de Constituição e Justiça e de Cidadania e de Finanças e Tributação, o que significa que sim, podem foder com a coisa toda.

Cara, sençacional isso: 4 deputados fazendo alguma coisa nessa área já é notável, principalmente do jeito que anda a coisa com os ministros. Sinceramente acho que a coisa vai ser aprovada dessa vez, já que, como já provaram, é um mercado gigantesco e a proposta não foge nem um pouco da realidade (Caso da galera que pede “retirada total de impostos”). Creio que essa “análise” das comissões será meio que pra dizer que ninguém ficou de fora, e só pra carimbarem um “OK” na coisa, já que é um projeto “conclusivo”, que não vai pro Plenário (Que é onde fodem com tudo).

 Esse é o cara!!!

Eu sei que já passamos por coisas parecidas, mas nunca antes me pareceu algo tão próximo de “valer de verdade”. Se isso aí der certo, finalmente teremos preços de consoles abaixo dos mil reais, que, sejamos sinceros, é meio que um marco. Isso sem falar na diminuição de roubos e da pirataria, bem como o incentivo para que cada vez mais empresas do ramo venham para o país… Quem sabe não conseguiremos extinguir o destravamento de consoles?

Nota do editor: O XBox 360 nacional já custa 799,00, mané.
Nota do autor: Por isso eu disse lá em cima que “A Microsoft já faz o Xbox no Brasil”.

Leia mais em: , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Pedro

    Sony já está no Brasil desde ano passado. E Deputado é bicho do mato, n vão aprovar lei de “joguinho” nem fudendo.

  • Loney

    E não reduz preço do PS3 por que?! Não custa torcer né…

  • Fire

    Oque? Sem Pegadinha do Malandro? Sem nenhum “porem”? Só vão redizir, simples assim? Ninguém tendo ataque do coração ou evangelicos protestando no meio da rua que “o pais está entregue ao demonio”? Ninguém  da oposição travando o projeto sobre alguem pretexto? A midia (Record) não caiu de pau em cima igual ao que fizeram com o Felipe Neto? E o mais importante, eu não cheirei nenhum gatinho????

    Caraca, agora eu estou REALMENTE com medo de 2012…..

  • Pedro

    Quando ele foi lançado oficialmente aqui custava 2mil, mais caro até do que o ps3 importado. A explicação foi impostos e pirataria forte. Mas quem sabe essa coisa vá pra frente n é? Oremos. 

  • Gabriel

    É esse o tipo de leitor que temos no bacon?

    Além de mim, é claro.

busca

confira

quem?

baconfrito