Recomendações de Férias – Parte I

Clássico é Clássico segunda-feira, 08 de fevereiro de 2010

Bem. Provavelmente, enquanto você está lendo isso, eu estou curtindo as férias na África do Sul. Mas como eu sou generoso, preparei para o mês de fevereiro 3 colunas com recomendações de filmes (que ficaram fora de nosso Top 100) para você se divertir nas férias. Sempre com 4 filmes de diferentes gêneros para agradar (ou não) a todos. Em março voltamos à programação normal.
Divirtam-se.

Um faroeste de camaradagem

Butch Cassidy

(George Roy Hill, 1969)
Sinopse: Dois amigos inseparáveis, Butch (um ex-açougueiro, daí o nome), Cassidy (Paul Newman) e Sundance Kid (Robert Redford), lideram o Bando do Buraco na Parede e vivem de assaltar trens e bancos. Quando são caçados por todo o país resolvem ir para a Bolívia e juntamente com Etta (Katharine Ross), a namorada de Sundance, rumam para a América do Sul. Mas esta decisão não lhes proporcionará grandes assaltos ou uma vida mais tranquila.

Porque você deve assistir? É impensável que um cinéfilo não assista o filme que trouxe a música “Raindrops keep falling on my head”. Aliás, é o faroeste mais recomendado para quem não gosta do gênero.

Uma comédia marcial

Kung-Fusão

(Stephen Chow, 2004)
Sinopse: Sing (Stephen Chow) é um ladrão de segunda categoria que sonha em integrar a sofisticada e implacável gangue Axe, que controla o submundo da cidade. Ele tenta extorquir dinheiro de um dos moradores do Beco Curral do Porco, um movimentado complexo de apartamentos da periferia, mas é surpreendido pelos vizinhos da vítima, que são mestres nas artes marciais. As tentativas atrapalhadas de Sing chamam a atenção da gangue Axe, que entra em conflito com os moradores do Beco do Curral do Porco.

Porque você deve assistir? Pancadarias homéricas (e com coreografias espetaculares) aliado a comédia pastelão. Imagina uma mistura de Jackie Chan com O Tigre e o Dragão. Fantástico.

Um filme para jovens e adultos

Clube dos Cinco

(John Hughes, 1985)
Sinopse: Em virtude de terem cometido pequenos delitos, cinco adolescentes são confinados no colégio em um sábado, tendo de escrever uma redação de mil palavras sobre o que eles pensam de si mesmos. Apesar de serem pessoas bem diferentes, enquanto o dia transcorre passam a aceitar uns aos outros e várias confissões são feitas entre eles.

Porque você deve assistir? Um filme leve e sincero. Típico da filmografia do diretor/produtor que nos trouxe de Curtindo a Vida Adoidado a Esqueceram de Mim.

Uma crítica excepcional ao mundo da televisão

Rede de Intrigas

(Sidney Lumet, 1976)
Sinopse: Apresentador de noticiário recebe a notícia de que está demitido em razão dos seus baixos índices de audiência. Um dia, com o programa no ar, comunica a sua saída da emissora e avisa que se matará na próxima semana, quando o programa estiver no ar. É imediatamente afastado, mas o público pede a sua volta e como a rede estava com problemas de audiência resolve lançá-lo. A partir de então ele passa a encarnar o profeta louco, e mesmo tendo um comportamento insano a recepção do público é altamente positiva. No entanto, as pessoas responsáveis pela sua ascensão agora querem detê-lo.

Porque você deve assistir? O filme tem o melhor monólogo da história do cinema. E vai te fazer gritar pela janela.

Um filme medieval, sujo, pobre e curiosamente divertido

O Incrível Exército de Brancaleone

(Mário Monicelli, 1965)
Sinopse: Este clássico do cinema italiano retrata os costumes da cavalaria medieval através de uma demolidora e bem humorada sátira. A figura central é Brancaleone, um cavaleiro atrapalhado que lidera um pequeno e esfarrapado exército, perambulando pela Europa em busca de um feudo. Trata-se de uma paródia a D. Quixote de Cervantes. O filme consegue ser hilário, mesmo na reconstituição dos aspectos mais avassaladores da crise do século XIV, representados pela trilogia “guerra, peste e fome”. Utilizando-se sempre da sátira, o filme de Monicelli focaliza a decadência das relações sociais no mundo feudal, o poder da Igreja católica, o cisma do Oriente e a presença dos sarracenos.

Porque você deve assistir? Para ficar cantando “Branca, branca, branca… leone, leone, leone” e achar graça. Sozinho.

Leia mais em: , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito