Ragnarök e você

Games segunda-feira, 19 de abril de 2010

Vamos deixar umas coisas claras por aqui, antes de começar este texto: Eu não sou o Atillah. E não, ele não morreu. Ou morreu, sei lá. Enfim, o que eu realmente entendo é sobre música, mas a parte de Games do Bacon tá realmente abandonada, então, depois do Pizurk falar que eu poderia escrever um texto ou outro aqui, eu vou começar a preparar alguma coisa pra tentar ir ao ar toda semana. É claro que, pra mim, a parte de música ainda tem prioridade. Ou seja: Morram.

Você gosta de RPG? Então não tente negar, você já jogou Ragnarök. E por jogar, entenda desde viciar até baixar pra ver como é. O nome do jogo vem da mitologia nórdica, e remete a uma batalha entre os deuses fodões da época. Uma história com muito sangue, nego feio e mal encarado se matando e algumas gordinhas também, por que não?

Agora, o que aconteceu que um jogo chamado Ragnarök NÃO TEM NENHUMA BATALHA PELO FIM DO MUNDO? Ok, o universo do jogo se passa após a batalha dos deuses, onde o mundo inteiro já tinha sido destruído, mas porra: Era pra ser um jogo violento, com todo mundo mal encarado, bebendo hidromel e cantando hinos de batalha. O que você faz em Ragnarök Online, mesmo? Ah, faz suco de maçã pro seu Poring.

 Um facepalm não seria suficiente.

O jogo é, na verdade, baseado na história de Lee Myung-jin – em Manhwa, que é o mangá coreano – que se passa exatamente depois do fim do mundo. Isso, é claro, caiu como uma luva para os desenvolvedores de jogos. Ao invés de excluir um monte de… Organismos de 12 anos, devido a classificação de faixa etária, por exemplo, por retratar a parte LEGAL, que é onde todo mundo se mata, eles fizeram um jogo que todo mundo pode jogar. E lucraram pra caramba, pelo que eu vi.

O maior slogan que você já deve ter ouvido sobre RO é que ele é um RPG sem fim. Tão sem fim quanto uma rua sem saída, diga-se de passagem. Você mata uma porrada de monstros pra evoluir, passar pra classe 1, classe 2, nível 99 e… Opa, acabou. Quando eles perceberam que o jogo ia ficar um tédio desgraçado, o que fizeram? Lançaram uma expansão. Você volta pro nível 1 e tem que upar até o nível 99 de novo, só que é bem mais difícil. Pelo que me falaram, vão lançar outra expansão. Isso não só prova que eu estou certo, mas também prova que o jogo vai ficar desequilibrado PRA CARALHO.

– Aprendiz_12anos_blogueiro diz: VISH, MANO! MATEI UM PORING
– Aprendiz_12anos_blogueiro diz: VISH, UM JELOPY! TÔ RICO
– Mega_ultra_Knight_LVL1200000 diz: VaZA N0oB !
– Aprendiz_12anos_blogueiro diz: Pô, amigo, tô aqui upando, deixa eu ;/
– Mega_ultra_Knight_LVL1200000 diz: VAZA NOOB VAZA NOOB VAZA NOOB
– Aprendiz_12anos_blogueiro diz: Amigo, vamos resolver no PvP, então.

***

– Aprendiz_12anos_blogueiro diz: Vou usar minha habilidade FODA!
– Aprendiz_12anos_blogueiro diz: Atirar pedra !!
– Mega_ultra_Knight_LVL1200000 diz: BOMBA ATÔMICA !!
PvP: Aprendiz_12anos_blogueiro você caiu para a última posição
– Mega_ultra_Knight_LVL1200000 diz: XORA NB UAUAAUAUAUAU
– Aprendiz_12anos_blogueiro diz: T-T

Todo RPG acaba, isso é inevitável. Não existe um jogo que você vá jogar a sua vida inteira e ainda vai ter o que fazer. Ele vai acabar antes disso, coisa que já deveria ter acontecido com o RO, se não fossem esses episódios de expansão. TIBIA não tem essas frescuras. Considero mais pessoas que jogam Tibia do que quem joga RO.

Quando você realmente se enche de jogar, você fica sabendo que existe um servidor pirata que é de graça. Não existe nenhum servidor pirata de GRAÇA, é impossível de acontecer. E é errado usar o termo “pirata”, até porque, eles não usam o emulador oficial do jogo. Servidores alternativos, pronto. Qualquer servidor tem custo: A máquina que hospeda o servidor, desenvolvimento de site, compra de fórum – NADA é de graça. Todos eles têm uma parte de doação, onde eles falam que ninguém obriga algum jogador a doar. Você doa? Tem uma espada corta pinto mega blaster 300. Você não doa? Você tem uma faca de borracha aprovada pelo INMETRO.

Quem joga RO e não percebe que, de qualquer forma, sai perdendo, é PATO. TUDO PATO. Claro, não tanto quanto alguém que faz um servidor próprio, mas é quase que a mesma coisa. E pra fechar esse texto, palavras de sabedoria, ou quase, do Pizurk:

 LQL

Leia mais em: , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito