Que tal escrever no Bacon?

baconfrito terça-feira, 19 de outubro de 2010

DAEW. Cá estamos nós, novamente, tentando SUGAR alguns de vocês pra dentro da bagaça, heh. Deixa eu dar uma geral do que tá acontecendo: Há mais ou menos nove meses, Pizurk, um mendigo que mora embaixo de uma ponte, sobrevive a base de Yakult e, aparentemente, tem dinheiro o suficiente pra pagar os processos do site, abriu vagas pra jovens aventureiros que tavam dispostos a tentar a sorte escrevendo por aqui. Inclusive eu. Isso significa que qualquer um entra. E agora é a SUA VEZ FDP

Mais da metade do pessoal que entrou ficou debizando. Alguns nem tiveram textos publicados, porque realmente não sabiam escrever. Ok, eles sabiam escrever, mas eram textos mais sem sal do que comida de hospital. Outros apareciam a cada vinte anos pra escrever uma coisa ou outra e acabaram pedindo a conta. Por isso, bora falar sério dessa vez: Estagiário é uma merda. Se a gente não fica com dois dedos enfiados na bunda do cara, ele não produz. Por isso, antes de enviar um texto pra gente – coisa que cês podem fazer sempre, mas, ó, precisam de um texto pra sentirem vontade de tentar a sorte. Sentiram o dedo? – tenha em mente que cê tem que assumir um COMPROMISSO de publicar pelo menos um texto por semana. Afinal, estagiário tem que provar que é gente.

Como o Pizurk falou no texto antigo, cês não precisam ser engraçados feito o bozo pra participar da nossa linda família feliz; só precisam ter opinião, seja pra falar que gostaram de algo que todos odiaram e vice-versa. Ter um espírito meio crítico é uma boa. Afinal, o Bacon é um site, não um blog diarinho. Pra isso a gente já tem o Raphs. E, também, vocês não precisam escrever baseando-se no que já tá publicado aqui, nas colunas e matérias. Ah, por falar em escrever, os textos precisam ser 100% originais. Nada de pegar alguma coisa já publicada e mandar pra gente. Afinal, depois de um tempo vai ficar bem na cara se você sabe ou não escrever. Mas vamos às categorias:

Cinema: O que tá mais fazendo falta é nego com disponibilidade de ir a cabines. Se você é de SP e topa escrever um texto em troca de assistir um filme antes dele estrear, seu lugar é na PQP. Ou seja, aqui. Fora isso, também tem o Filmes bons que passam batidos, coluna que, literalmente, tá passando batido por culpa dos estagiários.

Games: O Harry tinha tomado o lugar do Olaf com o Jogaí, mas ele morreu, ou algo parecido. A parte de jogos tava bem morta, deu uma ressuscitada e morreu de novo. Se você entende de jogos e acha que Cooking Mama é jogo pra tanga, tem chance de entrar. Especialmente se for pirado em linguiça.

HQs: É só acompanhar o que o Secolo e Guten andam fazendo: Falar de HQs que ninguém conhece, vilões, heróis com que vestem a cueca por cima da roupa e tudo mais. Além de falar o básico pros leitores: CÊS TÃO ERRADOS. Sobre tudo, na maioria das vezes.

Livros: Não precisa necessariamente falar sobre um livro por semana. Recomendações são bem vindas – se você tiver bom gosto -, além de criticas sobre como todo mundo que lê o site é analfabeto funcional. Também tá valendo fazer textos tipo crônica e coisas do tipo. E meter o pau no Machadinho.

Música: Se você não curte Queens of the Stone Age, nem perca seu tempo mandando texto. Mas se você curtir e quiser me aturar te enchendo o saco, tenta a sorte aí. Tá valendo de tudo, desde resenhas sobre CDs a falar sobre como o Chico Buarque fede. Mas como só eu sobrei nessa merda, se você não conseguir acompanhar um ritmo de produção… Humano, prefira ficar no Twitter, mesmo.

Televisão: Seriados que tão pra estrear, tipo The Walking Dead, relembrar os CRÁSSICOS. Não sei o que falar, não tenho televisão. Ah, o mais importante é saber dirigir karts. NADA PESSOAL, BOLINHA.

Tá interessado pra alguma categoria? Pois bem, mande um e-mail para pizurk@baconfrito.com com um texto sobre o que você pretende escrever por aqui. Novamente: TEXTO. Não mande algo do tipo “posso escrever ‘parada tal'”. Se você não mostrar conteúdo e o mínimo de boa vontade, fica difícil entrar. E é mais difícil ainda sair, já aviso. Provavelmente a gente vai esquecer de te responder, mas vai rolar um BATE BOLA nos bastidores pra descobrir se você se daria bem escrevendo pra cá. E por “se daria bem”, entenda: Paguem cerveja.

Ficou animado? Então começa fazendo parte da comunidade no Orkut, seguindo o Twitter e Last.fm. FDP.

[UPDATE]

Só um aviso, pra nós ficarmos com menos trabalho nos bastidores. Até porque, temos vidas, mesmo parecendo difícil: Se o seu texto ficou uma merda, nós vamos falar que ele está uma MERDA. Se você se ofender, não responda e siga com a sua vida; se você quiser tentar de novo, melhor. Não somos tias do jardim de infância, e se você não aguenta pressão, poupe nosso tempo. É sério.

[/UPDATE]

Nota do editor: Vale lembrar que, pra quem mora nas capitais ou próximos, podem rolar eventos. É claro que eu não garanto nada, já que esse tipo de coisa depende de networking, coisa que eu sou péssimo. Mas sempre sobra uma ou outra coisa bacana pra quem se esforça.

Leia mais em: ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito