Os 10 maiores atores da história

Cinema terça-feira, 30 de agosto de 2011

Então, resolvi fazer uma lista dos maiores atores da história, e já tô prevendo muita choradeira de gente falando que tal ator é melhor que o outro, que faltou fulano e que sicrano não merecia estar na lista (Aí eu acordo!). Eu sei que essa coisa de lista é meio difícil de ser feita, porque certamente muita gente boa acaba ficando de fora. Outra coisa, como não tem como criar critérios para organizar o ranking, a escolha foi feita a partir do que eu acho, o que por si só já não devia precisar de critério nenhum. Ladies and gentlemen, com vocês, os maiores atores da história do cinema:

10º – Brad Pitt

 Todo mundo tem uma lado Tyler Durden.

Aposto que muita gente está surpresa por ver um dos atuais galãs de Hollywood no ranking. Mas uma coisa ninguém pode negar: Brad Pitt é sinônimo de sucesso. Um dos meus critérios para a seleção desses atores é a atuação em filmes que se tornam clássicos, e Pitt tem bons exemplos no currículo. Posso citar de cabeça as ótimas atuações em Seven – Os Sete Crimes Capitais, Os 12 Macacos (Pelo qual recebeu o Globo de Ouro), Clube da Luta, Snatch – Porcos e Diamantes, O Curioso Caso de Benjamim Button e Bastardos Inglórios. Como se não bastasse, Brad Pitt ainda atuou muito bem em filmes de menor expressão, como Entrevista com Vampiro, Sete Anos no Tibet e Encontro Marcado. Aposto qualquer dinheiro que for, caso Pitt ganhe uma estatueta do careca dourado, terá seu nome eternizado na história do cinema.

9º – Anthony Hopkins

 O vovô cativante.

Eu sei que vocês vão reclamar da posição desse carismático senhor, mas entendam, a galera que virá abaixo é muito foda. Anthony Hopkins pode se gabar de ser dono de uma das melhores atuações de todos os tempos, na qual interpretou o Dr. Hannibal Lecter, em O Silêncio dos Inocentes. A atuação no filme citado anteriormente é tão foda que fez com que Hopkins ganhasse seu único Oscar, mesmo aparecendo em cena durante míseros 17 minutos. Também merece destaque a sua atuação em O Homem-Elefante, do diretor David Lynch, que praticamente o catapultou para a fama. É interessante notar que Hopkins atuou em duas oportunidades com Brad Pitt, em Lendas da Paixão e o já citado Encontro Marcado.

8º – James Stewart

 O queridinho da América.

James Stewart consegue o oitavo lugar na lista por representar no cinema o estereótipo de bom rapaz, de boa moral e idealismo. Reparem bem nos papéis do ator em filmes como A Mulher Faz o Homem, O Homem que Matou Facínora, A Felicidade Não Se Compra, Janela Indiscreta, Festim Diabólico, entre outros. Stewart é sempre o homem que procura ser justo e fazer sempre a coisa certa. E cá pra nós, ele conseguiu fazer isso muito bem. Não é a toa que ele era um dos queridinhos de Alfred Hitchcock e John Ford.

7º – Humphrey Bogart

 O canastrão das antigas.

Todo cinéfilo que se preze é fã do Bogart. Afinal de contas, ele foi uma espécie de Robert Downey Jr. da época boa de Hollywood. Com seu jeito canastrão, exagerado e digamos, até elegante, foi protagonista de clássicos como Rio Acima (Na sua estréia em Hollywood, no filme de John Ford), O Tesouro de Sierra Madre, Sabrina, Relíquia Macabra, Uma Aventura na Martiníca e o filme que lhe rendeu seu único Oscar, em Uma Aventura na África. Isso sem esquecermos de seu personagem mais marcante, o lendário Rick Blaine, do superclássico Casablanca.

6º – Robert DeNiro

 O queridinho do Scorsese.

Chega a ser sacanagem colocar um ator que tem em seu currículum filmes Taxi Driver, Os Intocáveis, Os Bons Companheiros, Era Uma Vez Na América, Brazil – O Filme, entre outros tantos clássicos apenas na 6ª colocação. Sem contar com dois Oscars pelas atuações lendárias em Touro Indomável (Melhor ator) e O Poderoso Chefão II (Melhor ator coadjuvante). Mas acredito que DeNiro só não está melhor colocado pelo fato de não ter se tornado um ícone do cinema (Se não fosse por Al Pacino, DeNiro certamente seria o esteriótipo de mafioso).

5º – John Wayne

 O cowboy.

Lá em cima eu falei que bons atores se tornam ícones, né? Pois então, como todos sabem, John Wayne não é apenas o ícone do cowboy, ele vai muito além disso. O Wayne dos velhos tempos representa os ideiais que os norte-americanos necessitavam para se tornarem a potêncial mundial de hoje em dia, como coragem, bravura, determinação e patriotismo. Wayne era o que todo rapaz sonhava ser. Os ideiais citados foram amplamente trabalhados pelo mentor de John Wayne, John Ford (Novamente ele), em filmes como No Tempo das Diligências, O Homem que Matou Facínora, Rio Grande e no que é considerado por muitos, o maior western já feito, Rastros de Ódio. O “autêntico cowboy norte-americano” ainda pode se gabar de ser o ator com mais filmes em seu currículo na história, chegando a protagonizar 142. Infelizmente, só ganhou a premiação máxima para um ator de cinema no Oscar de 1966, pelo seu personagem em Bravura Indômita.

4º – Jack Nicholson

 O mais premiado.

E cá estamos nós, na quarta colocação. E o detentor dela não é ninguém menos que o maior vencedor dos Oscars de melhor atuação entre os homens. Jack Nicholson é hors concours quando se fala de atuação. Sério, só a presença dele em qualquer filme já faz a obra ser diferenciada. Podem ter certezam que sem a presença dele, Os Infiltrados não se tornaria o que se tornou. E o que dizer das atuações imortais em O Iluminado, Chinatown e Um Estranho no Ninho? Ou mesmo a sua estréia vitoriosa em Sem Destino?

3º – Al Pacino

 “Say hello to my little friend!”

E no terceiro lugar de nossa lista, está o ator que mais gosto, o tal do Al Pacino. Apesar de não possuir tantas atuações com papéis de mafiosos, acredito que Pacino tenha encarnado o papel de gangster devido às ótimas atuações em O Poderoso Chefão e, no que considero sua melhor atuação, como Tony Montana (Para mim, a terceira melhor atuação da história), em Scarface, de Brain de Palma. Pacino ainda é destaque por sua premiação pelo papel emPerfume de Mulher.

2º – Marlon Brando

 O maior deles.

Parece que interpretar mafiosos é sinônimo de sucesso, vocês perceberam? E qual o maior mafioso da história? Sim, ele mesmo, Don Vito Corleone. E atuação de Marlon Brando no filme do Coppola é simplesmente a melhor atuação masculina de todos os tempos. Mas Brando não é só isso, a segunda melhor atuação de todos os tempos também é dele, interpretando Terry Malloy, em Sindicato dos Ladrões. Mas também não podemos esquecer de outras belas atuações, como em Último Tango em Paris e a aparição (Que eu considero grandiosa) em Apocalypse Now. Sem dúvidas, Marlon Brando é um dos maiores ícones do cinema.

1º – Charlie Chaplin

 O ícone máximo.

E depois de falar tanto em ícones, eu não preciso de palavras para explicar esse aqui.

Menções honrosas: Clint Eastwood, Orson Welles, Peter Sellers, Tom Hanks

Leia mais em: , , , , , , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito