Operação Presente (Arthur Christmas)

Cinema quinta-feira, 01 de dezembro de 2011

 A história revela a incrível e nunca antes vista resposta à pergunta de toda criança: Como é que Papai Noel entrega todos os presentes em uma noite?. A resposta: Uma operação emocionante e utltra-high-tech do Papai Noel escondida sob o Pólo Norte. Mas o coração do filme é uma família em um estado de disfunção e um herói improvável, Arthur, que tem uma urgente missão que deve ser concluída antes do amanhecer.

Filmes com temática natalina sempre me lembram a falecida Uiara, por conta de um texto muito antigo que ela escreveu sobre a falta de filmes natalinos. Pois bem, esse é um daqueles BEM natalinos. Não só pela temática, mas pelo espírito. Aquela coisa de que o natal é uma data mágica, em que todo mundo fica bonzinho e… Perae, nada a ver com isso aqui. Esse filme se trata da sucessão de poder do cargo de Papai Noel. Bem sangrento e cheio de batalhas. Sem o sangue. Ou as batalhas. Mas ainda assim, é uma disputa acirrada pela sucessão [Ou não] ao trono. Que também não é exatamente um trono, mas vocês entenderam.

O que importa é que Arthur é um dos filhos de Papai Noel. Juntamente com Steve, que é quem gerencia todo o serviço de entrega de presentes na noite de natal. Milico dos crássico, cabeça raspada e uniforme impecável, o que ele quer é na verdade tomar o lugar do bom velhinho. Mas ele não é o único. Vovô Noel sente falta da sua época áurea como entregador, quando era tudo feito no braço.

 Inclusive, é um dos personagens mais legais, porque é um FDP. Mesmo não sendo. Entendeu?

Mas voltemos ao foco do filme: As entregas. Como diabos o barrigudo entrega presente pra tanta criança em tanto lugar numa só noite? A resposta é óbvia: Não entrega. Porra, se você acessa o Bacon, já tem idade pra saber a verdade: Papai Noel não existe. Mas o filme trabalha em cima da hipótese de como ele trabalharia num mundo cheio das traquitanas tecnológicas feito o nosso. Ao mesmo tempo que mostra como funcionava quando não havia nada disso. E as vantagens e desvantagens de cada modo.

 O bom e velho trenó.

Na verdade, o filme se trata como um daqueles filmes de missões, com tempo restante e o caralho a quatro, mas não deixa de ser uma daquelas pataquadas natalinas. É claro que, no final, tudo dá certo e o escambau. Todos aprendem a sua lição e blá blá blá. Ai eu te pergunto: E as crianças [E adultos frustrados] que já ficaram sem presente num natal, ficam como? É meio que falta de consideração e tal. Não que algum executivo, produtor ou seja lá o que for de Hollywood esteja dando a mínima pra isso.

 O que importa é que a menininha receberá sua bicicleta.

Se você tem crianças pra levar, leve e aproveite, elas vão adorar. Agora, não fique depois que o filme acabar, toca uma música do Justin Bieber. Você foi avisado.

Operação Presente

Arthur Christmas (97 minutos – Animação)
Lançamento: EUA, Reino Unido, 2011
Direção: Sarah Smith
Roteiro: Peter Baynham e Sarah Smith
Elenco: James McAvoy, Hugh Laurie, Jim Broadbent, Bill Nighy, Imelda Staunton e Ashley Jensen

Leia mais em: , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito