One Million Moms vs X Men

HQs quinta-feira, 31 de maio de 2012

Os editores da Marvel disseram que o grande combate dos Filhos do Átomo em 2012 seria contra Os Vingadores, porém, eles não contavam com a chatice do grupo ultraconservador One Million Moms, que parece não ter gostado muito do casamento gay que a casa das ideias realizou entre Estrela Polar e seu namorado Kyle.

Pois bem, a galerinha do One Million Moms acredita que quadrinhos são para crianças e que seus filhos criados a leite com pera não podem ter qualquer contato com relacionamentos que não sejam heterossexuais. Pois bem, que os X Men sempre sofreram preconceito não é novidade para ninguém. Nos quadrinhos, eles sempre salvam o mundo, e de alguma forma acabam sendo responsabilizados por qualquer merda que aconteça. Atualmente, os mutantes estão quase em extinção, os X Men estão divididos em duas equipes, time Ciclope e time Wolverine (Não, não é uma versão do The Ultimate Fighters, mas quase.), Os Vingadores tão querendo dar uma foda neles e além disso, a Força Fênix tá chegando nessa porra.

Aí eu te pergunto, em meio a todas essas merdas, os caras não tem nem o direito de dar a bunda? Sem falar que o Estrela Polar é assumidamente gay desde 1992, o que torna esse grupo de mães idiotas totalmente desinformado e preconceituoso. Mas é sério, as mamães coxinhas estão causando uma tempestade do carai, por causa de uma coisa que já vem acontecendo a muito tempo nos quadrinhos, existem mais super heróis gays do que mães conservadoras e sendo assim, chupa banditrouxa. Daken, o filho do Wolverine, é uma bichona louca e senhoras e senhores, se nem o sujeito mais macho do mundo dos quadrinhos está livre de ter um filho gay, o que fará com que os filhos dessas chatas não desaflorem seus botõezinhos por aí? A seguir, vou mostrar pra vocês alguns personagens gays dos quadrinhos (Não vem com esse papo de bissexuais, porque ninguém dá meio cu ou chupa meia buceta).

Wiccano, o pseudo filho da Feiticeira Escarlate, descobriu a pouco tempo que era a fim do coleguinha de Jovens Vingadores, Hulkling, que aceitou muito bem as intenções do rapazinho. Rictor e Shatterstar, ex Novos Mutantes e atualmente na X Force, foram os responsáveis pelo 1° beijo gay entre super heróis, e isso em 2009, ou seja, essas mães tão uns 3 anos atrasadas. Um bom exemplo da chatice estadunidense é que, no Universo Marvel Ultimate, o namorado de Estrela Polar é Colossus, o que fez com que muitos fãs do mutante russo do Universo Marvel 616 (O tradicional) protestassem e mordessem o próprio cotovelo com a versão afeminada do gigante de metal.

Saindo dos gays da casa das ideias e entrando nos gays da Wildstorm (Opa, isso ficou estranho), temos Appolo e Meia Noite, líderes da Stormwatch, uma espécie de versão/sátira da Liga da Justiça, sendo que Appolo seria o Super Homem e Meia Noite o Batman. Os dois namoram, se casam e até adotam uma criança. E aí, One Million Moms, onde estava seu ultraconservadorismo quando isso aconteceu? Vale dizer que o Stormwatch agora faz parte do universo central da DC, e que na nova revista da Batwoman, a mulher morcego é lésbica e até mesmo John Constantine, que voltou a se encontrar com os heróis uniformizados e atualmente integra A Liga da Justiça Sombria, também é gay. O que, não acredita? Leia Hellblazer – Cinzas e Pó na Cidade dos Anjos. O cara já chupou um cachorro, parem de ser fanboys e convivam com isso, trouxas.

E é claro que como todo esse papo de super heróis gays tá dando o que falar, a DC logo correu pra dizer: Nós também temos uma polêmica gay, olha pra cá, olha pra cá! É, a DC, em resposta ao casamento gay da Marvel, disse que irá tirar um super herói do armário, porém, pra mim isso não é necessário, pois com os uniformes que os heróis DC usam, todos eles são gays.

Leia mais em: , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito