O mau uso do poder

Nona Arte quarta-feira, 03 de setembro de 2008

Cara, se tem algo que me deixa puto quando to lendo HQ’s são os super-poderes. Sim, os super-poderes. Por que inventam poderes e mutações para serem mal usados? Os poderes são super bem detalhados, mas nunca bem usados.

O clássico exemplo é o Super-Homem. Meu, é ridículo a quantidade de poder que ele tem. Ele voa, é super rápido, tem super força, seus olhos soltam raios, ele pode ficar sem respirar, ele sopra gelo e tudo o que tu pode imaginar. Eu acho genial quando o Super-Homem voa até Gotham em menos de um segundo para ver o Batman. Até mesmo quando ele voa pro espaço em menos de um segundo. O cara é animal, ele é super rápido, ele é o Super-Homem, essa é a idéia que nos passam. Mas e quando ele luta?
O cara consegue ir até o espaço em menos de um segundo e não consegue aparecer de surpresa por de trás do inimigo e bater nele. Ele apanha muito, ele sangra, ele não consegue dar um soco decente. Parece que todo inimigo tem um carregamento de Kryptonita. A Supergirl também é outro caso perdido. Ela chega a ser mais poderosa que o Super-Homem, mas também faz as mesmas bat-cagadas.

Outro ser irritante é o Lanterna Verde. O que você faria com a arma mais poderosa do universo? Bom, o Lanterna faz lanternas gigantes, luvas de boxes, tesouras, tartarugas espinhosas. Ainda me lembro de um comentário do Batman sobre o Lanterna (Grandes Astros Batman & Robin 8):

“O Palhaço faz batedeiras de ovos, ratoeiras e aspiradores gigantes, quando poderia consertar o mundo todo com aquele anel. Que RETARDADO”.

O poder do Flash não é só mal utilizado como é mal explicado. Não lembro ao certo a edição, mas teve uma vez em que um míssil foi lançado e explodiu em uma cidade. Ninguém morreu, pois em questão de segundos o Flash tirou 500 mil habitantes da cidade e os salvou. Uau. Agora como um cara desse consegue tomar um espadada do Exterminador?
Isso vale pra toda a família Flash.
Ainda na DC temos a Zatanna. Praticamente tudo o que ela fala ao contrário se realiza. E ela não fala nada que preste.

Fugindo pro Universo Marvel, temos o ser mais irritante de todos, o Professor Xavier. Sério, esse cara me incomoda. Não só pelo mau uso dos seus poderes, mas também pelos discursos que ele vomita o tempo todo. Magneto também não fica pra trás não. O cara pode controlar o ferro no sangue de qualquer pessoa, mas fica sempre na mesma. Porra, ele matou o Apocalipse assim, partiu o cara no meio (na saga A Era do Apocalipse), mas nunca matou os X-men.
Tínhamos também a Fênix. Ela era tão poderosa, mas tão poderosa, quem não sabiam o que fazer com os poderes, ai resolveram matar ela.
E é claro, temos a Feiticeira Escarlate. Ela pode manipular as probabilidades. Ela pode fazer seu coração explodir, ou apenas desacordar você, mas ela não faz. Ela apenas aumenta a probabilidade de uma caixa de lápis cair no chão e fazer você escorregar.

A explicação para isso é óbvia. Se todos os heróis saírem por ai fazendo tudo o que podem, vai ficar tudo sem graça. As revistas do Super-Homem nem teriam lutas. O Universo Marvel seria paz e amor através da telepatia do Xavier, e por aí vai. Os personagens ficam bocões justamente por isso, para darem emoções às histórias. Tudo começa quando algum roteirista besta faz a cagada de dar poder demais à alguém. Depois todas as histórias são tentativas de consertar essa cagada.
Existem vários outros heróis e vilões que não usam seus poderes. Existem até alguns com poderes meio inexplicáveis e impossíveis. Outros têm seus poderes avacalhados por desenhistas e/ou roteiristas.
Por isso eu prefiro os heróis humanos. Batman, Robin, Asa Noturna, Arqueiro Verde, Justiceiro e etc. Sim, eles fazem coisas impossíveis, mas se limitam apenas pela sua humanidade, não pelo seus poderes mal elaborados.

Leia mais em: , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Concordo plenamente.

    Toda criança queria ser um herói quando crescesse; um desses, que tem poderes infinitos. Herói de gente grande é Batman mesmo, que gastava a grana dele (infinita heheh) para fazer super gadgets. Até o Homem Aranha (que na HQ fabrica a teia) foi destruído pelo cinema, que inventa ele soltar a teia como se fosse parte do corpo dele.

    Pois é.

  • @Angelo Dias
    Nem fala, véi!
    Foi uma das coisas que mais me irritou no filme. O puto do Parker nas HQs é um gênio, mais ou menos no mesmo nível do Stark ou do Richards, [Só não tem o mesmo acesso a recursos que os dois] e no filme ele é só um cagado que foi picado por uma aranha transgênica.

  • B-prime

    tbm concordo com isso ai, nunca fui fã de herói, nunca li HQ nenhuma, gosto dos filmes (Batman IronMan, etc), mas se o principal é superpoderoso, o vilão tbm é, e ai fica moh putaria, enrolação, inves de pegar uma motoserra e resolve logo os problema…!

  • No caso do Professor Xavier, não chegar a ser mau-uso dos poderes. Ele chegar a explicar pro Homem de Ferro, durante uma edição de Illuminati, que ele poderia usar os poderes dele para controlar qualquer pessoa, mas com o tempo elas se tornariam resistentes ao controle mental. Então o período paz e amor durari pouco, e depois ele ia ter que se virar com a galera querendo a cabeça dele xD.

  • Gibson

    muito bom,muito bom!!

    para completar o qnt o batman é o melhor, lembramos de qnd ele andava armado o torcia pra num errar o tiro em pensamentos

    caixa de lapis hauhhuahuhuahuhuauha

  • O caso do homem aranha eu vejo como um pouco mais complicado. Na real até curti depois a alteração.

    Já perceberam o tamanho de um cartucho de teia? Parecia uma Pilha. E la de dentro saia MUITA teia.
    Não era proporcional ao tamanho do cartucho e tal.
    mesmo com cartuchos reservas.

  • wiliam

    Eu acho queum dos mutantes que melhor usam seus poderes é o James Madrox(homem multiplo), porra, o cara faz vários clones e, depois os manda pelo mundo para adquirirem conhecimento e esperiência, muito animal!!!

  • @ricardus
    Na verdade, os cartuchos não são de teia em si, são de dois reagentes que quando se misturam, formam a teia, que é um polímero que o próprio Parker desenvolveu, baseado em estudos anteriores do pai dele, ou algo assim.
    E dois produtos muito densos, quando reagem, podem formar um produto muito menos denso, como é o caso da teia, já que ela é leve bagarai…
    Senão os cartuchos sumiriam em 1h [A teia é biodegradavel].
    E porra, se o Aranha produzisse a própria teia, CARALHO!!!
    O tanto de teia que ele joga ia fazer ele sumir igual um aidetico.

  • Guaipeca

    Ei, Ricardus, tu esqueçeu do maior, mais tosco e mais bizarro overpowered de todos os tempos, Sentry, o Sentinela, o cara tem o poder de 100 sóis explodindos, mas era um drogado, esquizofrênico e toda pessoa que ele salva, ele mata outra pra deixar empatado xD

  • na verdade, existe algumas explicações. toda HQ tem uma “moral da história”, o que explica muita coisa, por exemplo:
    Super Homem: ele tem poderes demais, e sabe disso. então, se usar, com certeza vai machucar inocentes ou até mesmo matando o inimigo(lembre-se que nas HQs, principalmente da DC, a ética é muito forte). ele explica isso bem no último episódio da liga da justiça(o desenho que, mesmo distorcendo muito as HQs, ainda acerta). então ele se auto-limita, só faz as coisas muito extraordinárias quando é 100% seguro. moral da história, quando se tem poder demais, acaba tendo que fazer de menos.
    Flash: poder demais, os perde proporcionalmente, então, numa luta longa ele sempre se fode.
    Professor Xavier: é ético demais pra interferir no livre arbítrio das pessoas, mesmo que ele e seus iguais se fodam com isso.
    Magneto: não é um vilão, ele quer as mesmas coisas que o Xavier, só que com métodos diferentes. É amigo do Xavier, sendo essa a pessoa que ele mais respeita no mundo, jamais se matariam.
    A feiticeira escarlate e o lanterna verde mesma coisa, eles podem, mas não vão sair matando geral por aí…

  • Putz, concordo. Justamente por isso que o Batman é meu (não-super) herói favorito.

  • Mau

    Por isso que eu sempre digo: Super-Herói é coisa pra criança e no máximo um adolescente meio retardado de 16 anos…

    Ver marmanjo pagando pau pra Batman com voz de demente, Coringa sem graça é no mínimo idiotia!

  • Daniele

    Bem posso até concordar com você, mais como seria o mundo das crianças sem uma ação dos seu herois favoritos.
    po se o super-homem lutase com o seu inimigo e matasse ele logo acho que não tria muita graça.
    mais tudo bem!
    Adorei seu artigo
    bejios

  • Genial seus comentários! Sou leitor de HQs (hoje menos que antes) e também acho que dão uma forçada de barra feia nos poderes e nas inutilizações deles. O lance do Sh é que no começo ele não voava (saltava), conseguia, no máximo, dobrar ferro e parar balas (de metralhadora só) e correr mais que uma locomotiva. Aí foram enchendo ele de poderes e a cada um que adicionavam criavam uma kryptonita diferente. É dose.

busca

confira

quem?

baconfrito