O Massacre da Serra Elétrica 3D – A Lenda Continua (Texas Chainsaw 3D)

Cinema quinta-feira, 16 de maio de 2013

 Na trama, Heather (Alexandra Daddario, de “Percy Jackson e o Ladrão de Raios”) vai ao interior do Texas com seu namorado (O rapper Trey Songz) e um casal de amigos para receber uma casa como herança. O que ela não sabe é que o imóvel vem acompanhado do seu primo assassino Leatherface (Dan Yeager).

Acho que essa sinopse tá muito longa. Consigo definir esse filme em três palavras: Br br VRUUUUUUUUUUUUUUUUM!!!!!!!!!!!!!!!

A parada começa com as cenas finais do Texas Chainsaw original, quando a única vítima sobrevivente do querido Leatherface escapa e chama a polícia. Cinco minutos depois, uma horda emputecida de caipiras resolve pôr fogo na casa dos Sawyer e, apesar da tentativa de varrer da terra os pobres coitados – Sim, o filme te deixa com PENA deles no final -, uma mulher e sua filhinha sobrevivem.

Quer dizer, a menininha sobrevive e é adotada por um casal que tava metido na confusão. A mãe morre com aquele que acredito ter sido o chute no queixo mais potente e bem colocado da história do cinema. Sério, wow.

Depois a história volta pros dias de hoje e a dita cuja lá de cima, mesmo tendo nascido no fim da década de 70, aparentemente não saiu dos vinte anos. Formol de dar inveja a todas as Vera Fischer da vida. Bom, talvez seja mérito da atriz, afinal, ela interpreta uma menina de 14 anos em Percy Jackson. Vai saber, né.

 E essazinha aê tá tão linda nesse filme que fiquei recalqueando nela o tempo todo, pqp!

Bom, voltemos ao importante. Heather Miller foi criada por gente que a odiava, mimimi blá blá, saiu de casa pra trabalhar num mercado e mora junto de um namorado que com certeza serviria de bucha pra aquilo os pais dela, texanos típicos, se amarram em fazer no fim de semana: Pôr fogo em negros. Aí ela recebe uma carta avisando que vovó Sawyer morreu, descobre que foi adotada, fica revoltada, cata quatro amigos e vai pra sua cidade de origem visitar a mansão que lhe foi deixada de herança.

Bom, também recebe o primo louco que vive trancado no porão. Diante de um piscinão e uma mesa de sinuca, quem liga?

Enfim, acho que cês imaginam o que acontece a partir de agora. Morte, sangue, e, por incrível que pareça, nem um peitinhozinho pra compensar. Não vou dizer que o filme vá lá acrescentar alguma coisa na sua vida, por que não vai mesmo. Mas também não rola falar que ele vá te aborrecer ou que não compensa o ingresso. Digo, tem muita inconsistência, muitos detalhes desnecessários à história, um final sem sentido, personagens completamente descartáveis e erros cronológicos. O 3D também é uma merda e não serve pra nada, já que nem sangue voa direito na sua cara.

Pensando bem, vá de coração aberto e disposto apenas a gritar MANO A SERRA MANO CORTOU AS PERNAS DO CARA MANO MANO MAAAAAAAAAAANO. As cenas são cômicas, 100% anos oitenta-trash, não se levam a sério e nem assustam, juro.

Eu nem pulei no colo da Nelly durante a sessão. Como cês podem sequer pensar isso? Nem gritei também. Ou agarrei o braço dela e fiz AI CARALHAS MINHAS BOLAS

..

……

Quem não acreditar é um borra botas chocolatante.

Enfim, evite se for um crítico chatonildo. Se quiser refletir e ver a vida mudar por causa de filme, sugiro o cinema iraniano pra depois sair falando como a história foi sensível, pneumática e consistente. O único desafio nesses casos é ficar acordado depois de vinte minutos de filme, claro.

O Massacre da Serra Elétrica 3D – A Lenda Continua

Texas Chainsaw 3D (95 minutos – Horror)
Lançamento: Estados Unidos, 2013
Direção: John Luessenhop
Roteiro: Adam Marcus, Debra Sullivan
Elenco: Alexandra Daddario, Trey Songz e Scott Eastwood

Leia mais em: , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Paulo

    Sinceramente….esse foi o PIORRR filme da série…sem comentários, nao tem nem como apontar as “partes boas”!

busca

confira

quem?

baconfrito