O Homem de Aço (Man of Steel)

Cinema quinta-feira, 11 de julho de 2013

É isso aí, cambada. Quem diria que para o Superman deixar de ser o herói mais coxa de todos os tempos, bastaria ele arrancar a cueca de cima da calça. Tanto o filme quanto a HQ do azulão estão do balacobaco, mas vamos nos concentrar no filme, que é muito foda. O que, ainda não viu?

 TEM SPOILER…

Tudo começa ainda em Krypton, em uma pequena explicação sobre o porque de Kal-El ter sido enviado à Terra e sobre os planos de Zod, que havia proibido o nascimento de crianças de forma natural, criando kryptonianos em super incubadeiras. Sendo Kal-El o primeiro nascido de formas naturais, Zod jurou que iria caçar o moleque até o fim dos tempos. Isso claro, se ele e sua corja não fossem aprisionados na zona fantasma. O problema todo é que a prisão dos caras dura pouco tempo, já que com a destruição de Krypton, eles são libertados. Enquanto isso na Terra, o jovem Kal-El é adotado pelos Kents, Martha e Jonathan. Aliás, aqui temos o Jonathan Kent mais pau no cu de todos os filmes do azulão. O velho quer que o filho fique escondido de qualquer forma e falta pouco descer o cacete no moleque, que quando ainda adolescente, salva todos os amiguinhos da escola de se afogarem após o ônibus escolar cair de uma ponte. Jonathan diz que se fosse para esconder seu segredo, era melhor que Clark deixasse a molecada toda morrer, o que mostra que ele não tem esse código de se sacrificar pelos outros. Porém, em outro flashback, vemos a família Kent discutindo no carro, quando é surpreendida pela chegada de um furacão. Desespero total em Pequenópolis, Jonathan manda geral correr pro abrigo, volta pra salvar o cachorro da família e morre mandando Clark não salvá-lo. Porra, se ele não ligava pra 1 dúzia de crianças mortas, ele ia ligar logo pra um cachorro? Porra Jonathan, mó zueiro você, hein.

E aí temos a parte em que somos apresentados a Lois Lane, e se tem uma coisa que os filmes, séries, HQs, etc… do Superman precisam parar de fazer urgentemente, é transformar Lois Lane na Mulher Maravilha. Tá que ela é uma repórter brava e destemida, mas daí pra coloca-la em uma nave alienígena, atirando em aliens e fugindo em uma pequena cápsula já é demais. O papel de Lois Lane é o de parceira do Superman, e isso não é desmerecedor. Ela é o grande amor do cara, além de ser uma das poucas pessoas que sabe o seu segredo, ou seja, ela é o porto seguro do cara. Sem ela, o Superman já teria surtado a muito tempo. Ninguém precisa transformá-la em uma personagem de ação pra ela ter o devido valor como companheira do Superman. Muito pelo contrário, eu acho desmerecedor colocarem-na no meio de toda essa ação e não mostrarem nunca o lado pessoal e sentimental do Superman com ela. Acredito que a relação dos dois deveria ser mostrada no cinema mais ou menos como a do Capitão Nascimento e sua esposa. Afinal, Capitão Nascimento era responsável pela segurança do Rio de Janeiro e tinha aquele stress todo, imagina o Superman, que é responsável pela segurança do mundo inteiro. E porra, alguém me explica porque diabos General Zod mandou Faora levar Lois Lane a bordo da nave, por favor.

“Porra, Jô. Tu disse que o filme tava foda mas só reclamou até agora.” É porque eu ainda não cheguei no que me agradou no filme, o porradeiro fantástico entre Kryptonianos. O maior erro em filmes do Superman sempre foi a falta de porrada por falta de inimigos que aguentassem a porrada do cara. Tá, eu sei que em Superman 2 ele enfrentou General Zod e seus Kryptonianos, mas mesmo assim, sempre deixou a desejar. O que temos em Homem da Aço são porradeiros destruidores. Prédios, aviões, helicópteros, casas, robôs… Tudo é destruído em meio ao porradeiro entre Superman e os Kryptonianos, mas o mais foda de tudo é o final, quando Zod finalmente aprende a usar os poderes e temos um porradeiro entre dois Superman. Eu sei que os mais xiítas reclamaram da polêmica cena final, onde Superman quebra o pescoço de Zod. Principalmente a galera que ainda não viu o filme mas já tomou esse spoiler na cara e está contra o filme por causa disso, mas na cena, fica bem claro que o Superman só fez isso por falta de escolha. Porra, o Zod e seus Kryptonianos já tinham matado gente pra caramba, o Superman não ia deixar o cara fritar a família que estava encurralada ali no cantinho pela visão de calor do Zod. Sendo assim, relutantemente e implorando para Zod parar, Superman quebra o pescoço de Zod, soltando um grito de desabafo logo em seguida.

O Homem de Aço, apesar dos erros com Lois Lane e Jonathan Kent, é um filme incrível, seja pela ação extraordinária, ou pelo dilema em que Superman se encontra com seu destino, já que Jor-El diz que ele precisa se revelar ao mundo e Jonathan diz que ele deve manter-se escondido. Ambos os pais de Kal-El estão mortos e tudo o que ele tem são seus últimos desejos, além de uma escolha entre seu povo ou seu planeta adotivo. Uma pena o filme não ter usado de easter eggs para futuros filmes de outros heróis que resultaria em um futuro filme da Liga da Justiça.

O Homem de Aço

Man of Steel (143 minutos – Ação)
Lançamento: EUA, 2013
Direção: Zack Snyder
Roteiro: David S. Goyer e Christopher Nolan
Elenco: Henry Cavill, Amy Adams, Michael Shannon, Diane Lane, Russel Crowe e Kevin Costner

Leia mais em: , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Aline

    A sensação depois de assistir, pra mim e pra galera que tava comigo foi uma só: finalmente fizeram um filme decente pro Super! ALELUIA IRMÃOS!!!
    Mas concordo contigo nos pontos negativos, a mulé não devia saber atirar nem com uma arma humana, mas atira com uma ALIENÍGENA!! Quanto a polêmica cena da quebra do pescoço, eu achei muito boa. Tu sente a aflição dele em tentar salvar a família sem matar o cara. Foi uma decisão terrível pra ele, mas melhor seria impossível.
    E puts, ver a porrada rolando solta logo no começo e com aquela puta luta final foi de chorar de emoção!

  • Aquele Cara

    Só tenho uma coisa a dizer: O titulo desse texto devia ser “SPOILERS”. Mas como esse foi o filme mais cheio de spoilers de todos os tempos, passa. Todo mundo já sabe o filme de cor e salteado de tantos spoilers que circularam na net…

  • Diego C

    Só vi o filme ontem, dia 21, e achei foda para ca-ra-le-o!

    É obvio que tem seus defeitos. Os dois principais, como foram comentados, foram a morte do Sr. Kent (seria um favor se a mulher dele também tivesse morrido nessa) e a Lois na nave do Zod, que puta que o pariu, que merda foi essa?

    Mas no mais, pra mim, que queria ver a porrada comendo solta, está ótimo.

    Só uma correção, pelo o que eu entendi não foi o Zod que proibiu o nascimento de crianças de forma natural em Kripton, mas sim aquele conselho ou a sociedade em si.

busca

confira

quem?

baconfrito