O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro (The Amazing Spider-Man 2) [2]

Cinema segunda-feira, 05 de maio de 2014

Peter Parker (Andrew Garfield) adora ser o Homem-Aranha, por mais que ser o herói aracnídeo o coloque em situações bem complicadas, especialmente com sua namorada Gwen Stacy (Emma Stone) e sua tia May (Sally Field). Apesar disto, ele equilibra suas várias facetas da forma que pode. No momento, Peter está mais preocupado é com o fantasma da promessa feita ao pai de Gwen, de que se afastaria dela para protegê-la. Ao mesmo tempo ele precisa lidar com o retorno de um velho amigo, Harry Osborn (Dane DeHaan), e o surgimento de um vilão poderoso: Electro (Jamie Foxx).

 Nem é tão assustador como parece.

Ok, eu não esperava nada desse filme. Electro negro, mesmo sendo o ganhador do OscarJamie Foxx, um Duende Verde estranhamente bizarro e sendo o Harry Osborn em vez do Norman, um Rhino sendo uma armadura com metralhadoras e misseis. O que eu esperava era a Emma Stone sendo linda e eu continuar apaixonado por ela. Felizmente essa foi a única expectativa em que eu não estava enganado.

O filme já começa com o Homem-Aranha sendo o Homem-Aranha, nada daquele cara sério e sem graça dos filmes do Sam Raimi. Ele realmente faz piada de tuuuudo, como a gente espera que ele seja, não com aquele cabelo de emo ou chorando. Tudo bem, o roteiro foge completamente dos quadrinhos, o Electro não é um mercenário FDP, o Duende Verde tem uma doença degenerativa, etc… Mas cara, o filme é fantástico como releitura. O Homem-Aranha ainda carrega nele a essência do quadrinho. É ótimo como um filme de quadrinho e melhor, muuuuito melhor como um filme sobre um cara que ganha poderes de aranha.

Enredo

Mas vamos a historinha do filme. Peter é o grande amigo da vizinhança, o povo o adora e o povo o odeia, ele adora o que ele faz, mas o fantasma da promessa feita ao Capitão Stacy ainda o assombra, e ele resolve que precisa se afastar da garota. Serio? Como se afastar de Emma Stone? Eu juro que não me afastaria meio metro dela, ela é demais. Mas ele tenta, e como aconteceria comigo, ele falha.

Em meio a isso, um velho amigo de infância de Peter volta pra cidade. E quem ele é? Ozzy Osborn, não, Harry Osborn, que volta pra cidade pra tomar conta das empresas de seu pai depois da morte do mesmo (Dei spoiler sem dó, mas isso já estava meio claro no trailer, quando você vê o Duende Verde e ele é um molequinho que mal saiu das fraldas). Uma das coisas que todos tinham medo de que acontecesse e não aconteceu foi que essa relação Peter e Harry fosse distante, pois o mesmo não aparece no primeiro filme e tals, mas ela foi trabalhada de um jeito que todos compram a ideia de que eles são realmente amigos de infância que foram separados com o tempo. Da pra sentir a amizade deles como verdadeira.

Na outra ponta da cidade, Max Dillon é um zé ninguém, um nada sem família ou amigos, que após ser salvo pelo Homem-Aranha fica fascinado pelo herói. Tipo aqueles fascínios doentios mesmo, de falar sozinho com uma foto, como se estivesse falando com o próprio Homem-Aranha. O zé ruela trabalha na Oscorp e depois de errar durante um trabalho é eletrocutado e vira Electro. Ele é absurdo sem sombra de dúvidas, mas a piração dele pelo Homem-Aranha se transformar em ódio é mais ou menos, só te convence porque o Jamie Foxx é um puuuta ator.

 Azul da cor do mar.

O filme se desenrola nessas três partes, com algumas piadas soltas do Aranha porque foi o que todo mundo reclamou dos filmes do Sam Raimi, terminando em juntar elas no ápice do filme com algumas viradas de roteiro e mortes, não vou falar de quem mas todo mundo já sabe.

Efeitos Especiais

Eu sou um fã de quadrinhos e um fã de filmes, adoro efeitos especiais. Por isso minha experiência com o filme foi diferenciada das demais. Os efeitos especiais desse filme estão fenomenais, assustadoramente fenomenais. As lutas, as câmeras lentas, o sentido aranha nunca foi uma coisa tão absurda. Vendo esse filme você entende perfeitamente o sentido aranha, o que faz o Amigão da Vizinhança tão absurdo. No filme, isso vira quase que um sensitivismo com hipersentidos e uma pitada de inteligência. Tudo graças a capacidade dos efeitos especiais de representar a superioridade do Homem-Aranha. Em nenhum momento do filme dá um frio na barriga achando o vilão é poderoso demais pra ele. Nunca; ele é o Homem-Aranha.

Personagens

Como diz o próprio nome do filme, Peter Parker é o personagem principal e é também o Homem-Aranha, ao lado dele o amor da vida dele: Gwen Stacy, que claramente é o grande pilar do filme e também do Homem-Aranha. Algumas pessoas podem reclamar que ela é importante demais pra trama e que o romance dos dois é desnecessário, mas eu so penso uma coisa: Eu passaria 2 horas da minha vida num cinema lotado só vendo a Emma Stone loira pra cima e pra baixo sem problemas.

 Eu tenho certeza que estou apaixonado.

Além dos dois, tem também a tia May, que não tem uma função clara no filme, exceto motivar o Peter cada vez que ele pensa nos pais falecidos dele, mas que deixa a entender que haverão mais coisas. Pais esses que começam o filme, a cena inicial é justamente a morte de Richard e Mary, o que é ótimo, você acaba criando uma ligação com o Peter devido a isso. Tio Ben só é citado e que eu me lembre nem aparece.

Na galeria de vilões, nós temos Max Dillon, o Electro, que, mesmo sendo completamente diferente do quadrinho, está excelentemente interpretado pelo Jamie Foxx. Dica pra você curtir o Electro no filme, esqueça o gibi, esqueça tudo o que você sabe sobre o Electro, esse é o Electro que você conhece a partir de agora e veja como o filme fica muuuuuuuito mais foda.

Outro vilão, esse um pouco mais tenebroso, é o Duende Verde; no caso do filme, Harry Osborn. Sim eu também quero o Willem Dafoe de volta. Esse é o ponto baixo do filme. Harry parece um membro do My Chemical Romance ou de outra banda emo. Quando ele vira o Duende Verde e entra no filme dando risinhos você até acredita que as coisas melhoraram. Infelizmente não, a cara dele parece a mistura do Coringa com um morador da Cracolândia. Serio Sony, tava indo tão bem. Ele somente lança uma única bomba-abóbora e não faz mais nada. Bem boring mesmo.

 Cuidado Homem-Aranha, ele vai roubar seu celular!

Eu não vou falar sobre o Rhino, mas aviso, não vá com a esperança de ver ele.

Considerações Finais

Como um todo, O Espetacular Homem-Aranha 2: a Ameaça de Electro é um filme bom. Vale a pena ser assistido e é de longe o melhor filme do Aranha até agora, mas se você for realmente fã do Cabeça de Teia é bem provável que você mais se decepcione que goste. Agora se você nunca leu nenhum quadrinho dele e tudo o que você conhece são os filmes do Sam Raimi, você tem obrigação de ir, o filme vai te deixar extasiado.

O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro

The Amazing Spider-Man 2 (142 minutos – Ação)
Lançamento: EUA, 2014
Direção: Marc Webb
Roteiro: Alex Kurtzman, Roberto Orci, Jeff Pinkner e James Vanderbilt, baseados nas HQs de Stan Lee e Steve Ditko
Elenco: Andrew Garfield, Emma Stone, Sally Field, Jamie Foxx, Shailene Woodley, Dane DeHaan, Martin Sheen, Felicity Jones, Chris Cooper, B.J. Novak, Colm Feore e Brian Haley

Pode não parecer, mas o senhor Waldeli Roberto Serachiani não é uma adolescente americana de 16 anos que usa muito celular, mas um fanático por quadrinhos e cinema e por isso foi convidado a assistir o novo filme do Aranha pro Bacon. Mas só porque ele se comprometeu a escrever um texto. Se quiserem mais, avisem que eu cobro ele.

Leia mais em: , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito