O caminho até a Marvel Now – Parte I

HQs sexta-feira, 13 de junho de 2014

“Ô Jô, cê não tem uns textos meio atrasados aí não?” Rapaz, vou te falar que o que eu mais tenho são textos atrasados. A “trilogia” da Messias X, Penny Dreadfull, os títulos místicos da DC nos Novos 52… Enfim, tem coisa pra caralho. Esse sou eu, um gordo preguiçoso que em algum momento esqueceu como escrever. Mas beleza, tamo aí seguindo as ordens do professor e correndo atrás dos 3 pontos, graçadeus, né.

Lembrem-se disso!

Pois bem, gostaria de deixar claro que os eventos, sagas que interligam várias revistas, estão presentes na Marvel desde sempre. Porém, foi a partir do ano 2000 que esses eventos começaram a ter consequências que culminariam em outros eventos que culminariam em outros eventos e assim por diante. E é por isso que eu vou falar apenas sobre os mais importantes, aqueles que afetaram todos os títulos da Casa das Idéias. Mas primeiro, preciso falar sobre os Vingadores.

A Queda

No final dos anos 90 e início dos anos 2000, os maiores heróis da Terra iam mal das pernas. Muito mal mesmo. E foi por isso que a tia Marvel deixou um tal de Brian Michael Bendis tocar o terror com os heróis da casa, criando o pior dia da vida dos Vingadores. Tudo começa com o retorno do Valete de Copas, ex-Vingador, dado como morto e que teve seu corpo abandonado no espaço. O sujeito invade a mansão dos Vingadores apenas para explodir e levar Scott Lang, na época o Homem Formiga, para o limbo consigo. Em seguida, temos um ataque de vários Ultrons, que resulta em um ataque de fúria da Mulher Hulk, que parte Visão ao meio e acerta uma porrada bem dada na Vespa, que entra em coma. Como se não pudesse piorar, os Krees decidem invadir a Terra neste mesmo dia, culminando na morte do Gavião Arqueiro. Mas que caralhos está acontecendo?

Tudo é resolvido quando o Doutor Estranho chega na quebrada e revela que tem macumba da braba envolvida nesses acontecimentos, o que leva todos até Feiticeira Escarlate, que estava surtando por terem tirado os filhos imaginários dela. Por fim, Wanda é derrotada e fica sobre a guarda de Magneto (OLHA AS IDÉIA). E assim, após a morte de 3 importantes membros, os Vingadores chegam ao fim.

Dinastia M

Wanda está sendo tratada pelo Professor Xavier nas ruínas de Genosha, enquanto os Novos Vingadores e os X-Men discutem sobre o futuro da mutante. Aqui podemos começar a notar uma treta forte, cheia de rancores e mágoas guardadas por parte dos mutantes, que querem matar Wanda. Porém, os Vingadores dizem que ela é um deles e que isso não irá acontecer. Mas pera lá. Quando foi que os Vingadores se importaram com os problemas mutantes? Sendo a Feiticeira Escarlate uma das mutantes mais poderosas do planeta, se ela fizesse qualquer cagada maior, a culpa cairia sobre o Capitão América ou sobre o Ciclope e os mutantes? Por fim, as duas equipes partem para Genosha, apenas para serem surpreendidas por um enorme clarão e despertarem em um mundo onde Magneto é um grande líder mundial.

Apenas Wolverine e uma jovem mutante chamada Lylla Miller sabem que aquela não é a realidade verdadeira e começam a despertar os outros heróis um a um. Coitado do Homem-Aranha, que finalmente estava sendo reconhecido como o grande herói que é, além de ter uma bela família. Enfim, no final todo mundo lembra de tudo e cai matando em cima do Magneto, achando que o cara tava manipulando a Wanda, porém, descobrimos que o grande filho da puta por trás disso tudo era o Mercúrio. Tendo que abrir mão de seus filhos imaginários mais uma vez, Wanda resolve acabar com essa palhaçada de uma vez por todas e profere 3 palavras que abalariam o universo mutante pelos próximos anos:

Chega de mutantes.

Guerra Civil

E então chegou a época em que o Homem de Ferro decidiu lançar a lei de registro super-humano. Uma lei que obrigava todo super-herói a revelar sua identidade secreta ao governo. É claro que o Capitão América e os heróis mais legais da Marvel não concordaram com isso e começaram a ser caçados por seus antigos aliados. Os X-Men ficam de fora desta saga, pois já tem problemas o suficiente, tentando não serem extintos, já que agora existem apenas 198 mutantes em todo o mundo. Por fim, após algumas baixas em ambos os lados, em um dos finais mais decepcionantes desde Preacher, o Capitão América decide que não vale a pena continuar aquela guerra e se rende, apenas para ser assassinado no dia do seu julgamento.

Guerra Mundial do Hulk

Na verdade, essa saga não é lá muito importante para a caminhada até a Marvel Now, mas é sempre bom lembrar que certa vez o Hulk escaralhou todo o universo Marvel por vingança. E o pior de tudo, ele tava errado. Mas vamos voltar um pouco no tempo. Após a Guerra Kree-Skrull, lá da década de 70, Homem de Ferro, Doutor Estranho, Namor, Professor Xavier, Raio Negro e Sr. Fantástico fundaram os Illuminati. Uma “seita” que seria responsável por fazer coisas que os outros heróis não conseguiriam. Eles seriam a autoridade suprema, agindo sem leis e em segredo, fazendo o que fosse preciso para proteger a Terra. Há um tempo atrás, eles chegaram a conclusão que o Hulk era uma ameaça muito grande para o planeta e resolveram mandar o cara pro espaço, enganando o pobre Bruce Banner.

O que eles não contavam é que o Hulk cairia em um planeta onde seria escravizado e obrigado a lutar contra outras criaturas alienígenas. Tampouco imaginavam que o Hulk lideraria uma revolta de escravos e se casaria com a rainha deste planeta, chegando a ter 2 filhos com ela. Até aí, tudo bem. O problema é que a nave em que o Hulk foi enviado para o espaço contava com um dispositivo de detonação que explodiu o planeta inteiro e matou o grande amor do Hulk. E vocês sabem o que acontece quando matam o grande amor do Hulk? Pois é, o Hulk esmaga. MUITO.

Porém, no final é revelado que o dispositivo não foi acionado pelos Illuminati, mas sim por um dos aliados do Hulk, que a essa hora já tava com tanta raiva, que tava prestes a explodir o planeta com sua radiação gama. Por sorte ele é impedido e Bruce Banner acaba preso pela S.H.I.E.L.D..

A seguir: Uma desculpa para ressucitar alguns heróis em Invasão Secreta, o Reinado Sombrio de Norman Osborn e seu Cerco contra Asgard, O Próprio Medo, a péssima saga inspirada em Cavaleiros do Zodíaco e o arranca rabo final em Vingadores vs X-Men.

Leia mais em: , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito