MIB³ – Homens de Preto 3 (Men in Black III)

Cinema quinta-feira, 24 de maio de 2012

 Em Homens de Preto 3 (Men in Black 3), os Agentes J (Will Smith) e K (Tommy Lee Jones) estão de volta… No tempo. J viu coisas inexplicáveis nos seus 15 anos com os Homens de Preto, mas nada, nem mesmo aliens, o deixa mais perplexo que o seu reticente parceiro K. Mas quando a vida de K e o destino do planeta são postos em jogo, o Agente J terá que viajar no tempo para alinhar as coisas. J descobre que há segredos no universo que K nunca contou – segredos que serão revelados quando ele se une ao jovem Agente K (Josh Brolin) para salvar seu parceiro, a agência e o futuro da humanidade.

Antes de mais nada: Eu não vi o segundo MIB [Nem sei porque diabos. Eu até ia ver, mas meu plano deu com os burros n’água], então caso haja alguma incongruência, foda-se. Se você, além de não ter visto o segundo, não viu o primeiro, você se enquadra em duas opções: a) Você nasceu faz pouco tempo e não assiste TV [Praticamente impossível] ou b) Você estava congelado desde os anos 40 numa geleira e foi encontrado pelo Nick Fury [Mais viável].

Do que eu falava? Ah, sim. Homens de Preto 3 ou MIB³, ou Men in Black III, porque eu prefiro algarismos romanos. Bom, depois de vermos o Will Smith ser contratado no primeiro filme e virar o J [Ou algo assim], tivemos o K se aposentando e sendo substituido por uma gostosa no segundo. Ou pelo menos deveria ter sido a história, na minha opinião. Gostosas são relevantes. Agora, no terceiro filme, temos um J mais experiente e um K mais sisudo ainda. Como isso é possível eu não faço ideia.

Mas o que importa é que daqui pra frente podem haver spoilers. Assim como podem não haver. Eu não faço ideia do que vou escrever ainda. O que importa é que Boris, o Animal [Eu esperava um solo de bateria sempre que ouvia isso], um vilão acabou de escapar da cadeia lunar, com a ajuda de uma gostosa e um bolo. Clichê pra caralho, mas divertido mesmo assim. Como eu disse, gostosas são relevantes.

 Ela morre no final.

Pois bem, Boris foge, e com informações que ele tinha, resolve voltar ao passado e matar K antes que ele arranque seu braço. E eu sei que a frase anterior ficou confusa, foda-se você. Faça como o Boris e use as informações que você tem a disposição. Com isso, K some, e ninguém se lembra dele, exceto J, por algum motivo muito bizarro. E a O, que conheceu K antes dele morrer. Ai o J, que sabia que o Boris tinha sido preso pelo K na realidade “normal”, resolve voltar no tempo pra salvar o marrudo. É quando entra em cena o Josh Brolin, que parece ter uns 70 anos. Tá, uns 68. E não me perguntem quantos anos o Tommy Lee Jones parece ter. Eu não quero apanhar de uma pelanca ambulante.

 E querem que você acredite que esse cara tem 29 anos.

Teoricamente, J não devia encontrar com o jovem K [Ou era com ele mesmo jovem?], entre outras regras de viagem no tempo e tal. Mas ele acaba falhando no seu plano, e tem que executar o plano B, que é fazer tudo funcionar como ele lembrava das [Poucas] histórias que K contava. O problema do filme, pra mim, tá nesse ponto, que eu chamo de “paradoxo temporal”. Boris vai lá e muda o passado, fazendo com que o braço dele não seja arrancado. Logo, ele altera o futuro, onde sua motivação pra voltar ao passado [O braço arrancado], não existe, fazendo com que ele não volte ao passado. Se ele não volta ao passado, seu braço é arrancado, e assim ficamos nesse impasse. Confuso, não? Acho que é por isso que viagens temporais para o passado não funcionam.

 A gostosa [De novo] e o cara sem braço. Vocês vão cansar de ver o Will Smith, confiem em mim.

Mas a principal ideia do filme [Além de fazer piadas com aliens e celebridades que seriam aliens] é mostrar o porque do K ser tão fechado. E que filmes com nomes que são letras ficam muito confusos quando você vai escrever algo como “J salva K graças à O”. E cumpre bem esse papel, tendo em vista que o final foi mais emotivo do que eu previa. Quase me escorreu uma lágrima máscula. Não que eu seja o campeão de prever finais de filmes ou coisa do gênero, mas gosto de brincar de Griffin de vez em quando. Veja o filme e você entenderá.

MIB³ – Homens de Preto 3

Men in Black III (106 minutos – Ficção Científica)
Lançamento: EUA, 2012
Direção: Barry Sonnenfeld
Roteiro: Etan Cohen, David Koepp, Jeff Nathanson e Michael Soccio, baseados na HQ de Lowell Cunningham
Elenco: Will Smith, Tommy Lee Jones, Josh Brolin, Emma Thompson, Nicole Scherzinger, Betty White, Gemma Arterton, Sharlto Copley, Alice Eve

Leia mais em: , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito