Meu, tu não sabe que que aconteceu

Música quinta-feira, 07 de março de 2013

Caras, estou em choque. Sim, eu sei que pode parecer exagero, mas a real é que sempre gostei dessa porcaria de banda, e, de certa forma, o Chorão era a banda. Fui pego totalmente desprevenido ao saber a notícia que o cara tinha morrido… Foda-se Michael Jackson, Chorão morreu.

 Pois é, é disso aí que eu vou sentir falta.

Já falei algumas vezes aqui, mas repito: Apesar de, na maioria do tempo, eu ter um certo “bom gosto”, ninguém é perfeito. Sim, eu gosto de várias coisas que são ruins e/ou bregas e/ou idiotas. O Charlie Brown Jr. era, basicamente, um monte de marmanjo se vestindo como se tivesse 16 anos, falando de um jeito estúpido e andando de skate. E por mais tosco que fosse, eu gostei disso lá em 2004, e continuo gostando hoje.

Não vou fazer retrospectiva, “relembrar as polêmicas”, fazer uma mini biografia e nem nenhuma dessas merdas. Primeiro, aos fatos: Hoje Ontem de manhã, o cara foi encontrado morto, no próprio apartamento. Além disso, foram encontrados vinho, analgésicos, cerveja, calmantes e um “pó branco”. Como sempre acontece, começa surgir um monte de informação “não confirmada”: O cara estaria em depressão profunda, além de estar usando drogas, tudo isso depois da separação da sua mulher.

 Algumas coisas são de família…

Ainda vai surgir muita coisa sobre isso tudo, aquele bom e velho circo, como vocês já sabem. Apesar de gostar da banda, o cara nunca foi um exemplo… Claro que a partir de agora será um gênio e terá uma vida espetacular, mas foda-se isso: Nunca foi o meu tipo de vida, nunca concordei com as opiniões e posicionamentos do cara e praticamente toda frase “célebre” dele são uma porcaria, mas a música eu gosto. Devo até ter CD aqui em casa.

Apesar de acompanhar a banda há anos, nunca fui num show deles. Pois é, só me dei conta disso hoje, e a verdade é que provavelmente nunca iria, se nada tivesse acontecido. Não por não gostar, mas porque porra, é o CBJ, é a mesma coisa que eu já ouço há quase 10 anos. Eu devia ter ido à um show? Sim, muito provavelmente, ainda mais se considerar que eles fizeram um show aqui há apenas uns meses. Não fui graças ao clássico “nunca vai acontecer comigo”. Bem, o cara bateu as botas, e eu fiquei sem show.

Caras, o CBJ e o Chorão fizeram parte da minha vida por vários anos, e digo sem medo que, junto de Detonautas e CPM 22, me influenciaram bastante. Pois é, foi uma época de merda, cheia de coisa ruim, mas foi legal pra caralho. As músicas do cara sempre me trarão boas lembranças e é isso que vale. Para mim, o cara nunca foi um exemplo de nada (Nem de música), e não deveria ser para ninguém, mas serei sempre grato por alguns momentos que suas músicas me proporcionaram, e isso não tem preço.

Leia mais em: , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • luizbarret

    Será que agora veremos Chorão ao lado de Renato Russo, Raul Seixas e cia nas postagens ”fazem falta/deixaram saudades/orgulho nacional” do facebook?

  • Ewerton

    Infelizmente, acredito que sim…

  • Loney

    Cara, torce pra não ver o Chorão em “holograma”

  • Foo Fighter

    Já tá rolando meu velho, e não só esses, mas também Jimi Hendrix, Freddie Mercury, Kurt Cobain… é dose pra mamute!

  • Matuhatin

    Até fez umas letras legais. O 1o CD é um clássico do rock nacional, e é sim referência musical. As letras ainda eram boas, os arranjos e os músicos, muito fodas. Depois a fama despirocou o cara e ele mostrou o tremendo babaca que era, mas “transpiração contínua prolongada” chega a ser genial. CBJr deu um gás no rock nacional numa época complicada, e abriu as portas pra outras bandas. Depois vieram pérolas como “tá ligado, eu sou o bicho”, mas aí é outra história…

busca

confira

quem?

baconfrito