Lost – 5×13 – Some Like it Hoth

Televisão sábado, 18 de Abril de 2009

Um episódio descontraído, feito para dar algumas risadas e se preparar para o que vem aí, na reta final da série mais enigmática da TV atualmente.

Em “Some Like it Hoth” temos uma breve apresentação da vida de Miles, um dos personagens que nos foi apresentado com a turma do cargueiro de Widmore. Desde a sua infância até presente, ou passado, se levarmos em conta que ele está em 1977.

Miles sempre foi um personagem misterioso pelo fato de conseguir falar com os mortos. Isso nunca foi explicado de fato, e continua sem ser. Mas descobrimos que desde criança ele possui esse dom. Graças a ele Naomi o recrutou para fazer parte do cargueiro.

Cabe aqui um comentário interessante a respeito disso: um novo jogador no tabuleiro. Além de Benjamin Linus e Charles Widmore, existe mais uma pessoa com interesses nessa ilha. E um personagem que apareceu no último episódio, ao lado de Illana na ilha é mostrado novamente, dessa vez no passado de Miles.

Outro ponto importante: O doutor Pierre Chang, ou Marvin Candle, como é apresentado em alguns vídeos é o pai de Miles. Por achar que o pai o havia abandonado, Miles fica relutante em se aproximar dele. É nesse momento que entra em cena Hurley, pra criar as situações mais engraçadas do episódio.

Uma das cenas mais engraçadas que já vi até hoje na série fica a cargo de Hurley. Enquanto estava com Miles, o gordinho anotava alguma coisa em uma espécie de diário. Após irritar Miles, que pega o diário e começa a ler, vemos um trecho de uma obra bem famosa e conhecida de todos nós.

Hurley dá uma aula de empreendedorismo e oportunismo ao dizer “Bom, estamos em 1977… George Lucas acabou de lançar Star Wars. Ele deve querer um filme nos próximos anos. Vou dar o roteiro pronto e melhorado pra ele de o Império Contra-Ataca”. GENIAL.

Deixando de lado o personagem principal do episódio e nos focando nos acontecimentos da ilha, tivemos os primeiros indícios do poder eletromagnético da ilha. Uma obturação fez um estrago gigante ao ser atraída pelo “grande imã”.

Em contrapartida, nos foi apresentada a escotilha, ainda em fase de construção e responsável pelo acidente que derrubou o famoso avião do vôo 815 da Oceanic.

Sobre o caso do menino Benjamin Linus, a Kate abrindo o bocão e fodendo com a vida tranqüila do Sawyer. Daqui pra frente a coisa vai ficar preta pra eles e veremos o desenrolar dessa história nos últimos 3 episódios da temporada.

Para finalizar o episódio com o gancho de sempre, o submarino chega à ilha trazendo cientistas de Ann Arbor e quem está lá no meio? Daniel “Fuckin” Faraday. Como diabos ele saiu da ilha e voltou? Não faço a menor idéia, mas saberemos no próximo episódio que vai ao ar só no dia 29 de abril.

Leia mais em: ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito