Livros e as adaptações cinematográficas

Livros segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Nego não se contenta em foder as adaptações jogos/cinema, tem que foder as adaptações livros/cinema também.

Todo mundo (Prestem atenção: TODO MUNDO) que tem interesse em jogos e/ou em cinema sabe que filmes adaptados de jogos são, em 99,98% dos casos, uma bosta gigantesca. Sei lá o que acontece, mas é o que acontece. Foi assim com Hitman, com o Mario e com Prince of Persia:

 Nota: o nome do prince NÃO É DASTAN

Mas foder com jogos bons não bastava para o pessoal de Hollywood, nããão. Com a falta de capacidade para adaptar um jogo do nível de God of War (E FELIZMENTE GOW não foi adaptado… Ainda), os produtores se voltaram para um mercado mais antigo que o próprio cinema: os livros. Claro que os livros não iam ficar de fora dessa: Adaptações de livros já tinham sido feitas antes e deram certo, como Drácula do Bram Stoker, O Senhor dos Anéis (É uma VERGONHA o Bacon não ter uma resenha dos filmes, portanto, as farei nas próximas semanas) e 2001: Uma Odisséia no Espaço (Também não tem…), só para citar exemplos.

Mas (E sempre tem um “mas”) não contentes com os vários livros já adaptados, os produtores resolveram ir além, escolhendo livros como Tróia da Adèle Geras, O Planeta dos Macacos do Charlton Heston (Falo da adaptação de 2001) e Alice no País das Maravilhas do Lewis Carroll (O do Burton):

Os filmes tem os mesmos nomes dos livros, mas apesar de gastarem alguns milhões de dólares na producão deles, os três ficaram ruins. Porra, o Brad Pitt teve dublê de CANELA (Não, você não leu errado) em Tróia; O Burton colocou um dragão (Me surpreendeu o dragão não ser dublado pelo Johnny Depp também) além de modificar cerca de 60% da estória do livro; E O Planeta dos Macacos, que conseguiu ser pior que o primeiro filme (Que foi foda), com uma simples diferença de 30 anos. TRINTA anos.

E claro que há mais livros com adaptações bem abaixo do esperado: Jurassic Park, O Guia do Mochileiro das Galáxias e Anjos e Demônios, MEU DEUS, Anjos e Demônios… Quem reclamou de O Código Da Vinci se fodeu muito mais após a continuação-que-era-pra-ser-precedente. Jurassic Park é um filme que eu gosto por um único motivo: Tem dinossauros, e foi lançado numa época que eu adorava dinossauros. Mas de resto é uma adaptação fraca: Precisaram de 3 filmes para fazer caber tudo que tinha no livro (E ainda ficaram partes de fora). Já o Guia… Porra, até o Spielberg sofreria pra fazer uma boa adaptação de tão foda obra.

Em relação às boas adaptações de livros para o cinema, cito aqui Shrek, que para quem não sabe é baseado no livro do William Steig e tem várias diferenças entre o livro e o filme, mas porra, Shrek foi (E ainda é) uma das melhores animações já feitas. E a outra citação é Onde Vivem os Monstros do Maurice Sendak que teve a adaptação feita ano passado.

De forma geral, as adaptações de jogos ainda são piores do que as de livros, mas os gringos estão aprimorando isso: Não demorará muito e teremos a Dakota Fanning interpretando a Random, e quando esse dia chegar, é bom que ela esteja com a toalha preparada. E a Megan Fox de Morgana… O futuro será realmente terrível.

Leia mais em: ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito