Lançamentos, site novo e RPG na faixa com a Secular Games

Games terça-feira, 11 de junho de 2019

Uns anos atrás o Brasil tava numa fase diferente, e junto dessa fase veio o grande boom do mercado nacional de RPG. Foi nessa época que eu (E, creio, a maioria das pessoas) conheci a Secular Games. De lá pra cá bastante coisa mudou pra melhor? Pra pior? Você decide!, e a Secular ficou um pouco pra trás… Até agora.

Gosta de RPG? E de desconto? E de lançamento? E de RPG… DE GRAÇA?!

O grande ponto da Secular pra mim é que, diferente das outras editoras de RPG que surgiram no Brasil, ela tem uma pegada muito mais comunal e descentralizada: Menos GM, menos regra, mais grupo, mais decisão em conjunto, e tudo isso coberto por temas atuais, que valem o debate. Cê ainda consegue dar machadada em dragão e arrombar fechaduras, mas precisa muito mais do que apenas os dados pra isso, e os motivos (E as consequências) não são tão simples.

Provavelmente a parada mais legal que a Secular faz é o Concurso Faça Você Mesmo, no qual os participantes têm um curto período de tempo para desenvolver, dentro de temas específicos, uma receita de bolo um RPG do zero: É praticamente um jam de jogos, só que aqui de jogo de mesa e não digital. Além disso alguns dos ganhadores acabaram publicados pela Secular: O FVM funciona quase como um workshop, tamanho o empenho dos caras em dar um feedback pra quem participa do negócio. Cê pode ver (E baixar e jogar) os três finalistas do ano passado aqui: Matriz, O Alvo e viÆgóica.

Além disso, claro, tem os outros jogos publicados por eles, Dungeon World (O quase obrigatório RPG de fantasia medieval, mas não do jeito que você pensa), Busca Final (No qual todos os jogadores assumem o papel do heroi), Psy*Run (Gosta de Minority Report?), United Earth Defense (Quer sobreviver numa Terra pós invasão alienígena?) e, claro, Violentina, o jogo que me levou à conhecer a Secular, o jogo no qual tudo que você aprende de trapaça na vida é botado em mesa.

<3

Bem, isto é, até agora. Lá em 2010 o D. Vincent Baker e o Meguey Baker criaram nas gringas o RPG Apocalypse World, cujo sistema, que viria a ser conhecido como Powered by the Apocalypse, se tornou um dos mais bem sucedidos dos últimos anos. O sistema é bem interessante, no qual os próprios personagens são definidos com a ajuda dos outros jogadores e os mundos são praticamente um resultado da interação dos mesmos. As regras tendem à simplicidade e ao trabalho em equipe nem sempre por escolha, num lema que parece te lembrar, vez após vez, do que seria o mundo, o seu mundo, se você abrisse mão dele.

O próprio Dungeon World da Secular usa o Powered by the Apocalypse (PbtA), sendo que há vários outros RPG já publicados no Brasil que fazem o mesmo: Desmortos pela Fábrica Editora, o muito foda Blades in the Dark pela Redbox, a produção nacional Sertão Bravio pelo João Pedro Torres, e mais vários outros, pra não falar em Perdidos, feito pelo Marcelo Paschoalin, que está em financiamento coletivo AGORA MESMO (E com um precinho lindo).

Com o renovado interesse no PbtA, é claro que a Secular não ia ficar pra trás… Eles já tão preparando o lançamento do Apocalypse World, com direito à várias prévias inclusive, e vem mais coisa em seguida. Por que você deveria ligar?

PORQUE TODO O CATÁLOGO JÁ COMUM DA EDITORA VAI ESTAR COM 30% DE DESCONTO.

Basta usar o cupom #PressagiosDoApocalypse (Com jogo da velha – é a hashtag no Twitter também). Mas fica esperto porque a promoção vai durar só uma semana, e depois disso os preços terão reajuste.

Mas lá em cima tá falando em coisa de graça……………………………..

É verdade… Que tal, pra começar, um wallpaper?

Nota do editor: Pra celular. Cê pode clicar na imagem, se estiver usando um mouse, ou meter o dedo nelas [heh] se estiver no celular.

Ou que tal dois?

Cê também pode aproveitar pra ler todos os manuais de personagens da versão brasileira de Apocalypse World. Digrátis.

Também, em breve, vai ter lançamento de material novo pra Dungeon World com as aventuras Praga Rubra.

E o lançamento de Áureos – Os Dançarinos da Lua (Em PDF e físico), que eu perdi o financiamento coletivo. Cê deveria ligar não só porque o Rei Ooze é gente fina, mas porque ele tem lançado jogos legais pra porra, e Áureos faz parte disso: CÊ JOGA RPG DE CAPOEIRA COM BÚZIOS, VÉI.

Tá mas…. E o RPG de graça?

POIS NÃO. Vai ter várias aventuras pra Dungeon World NA FAIXA, DE GRAÇA, SEM PAGAR NADA, traduzidas e diagramadas. Elas são todas do Joe Banner, começando por Altai Keep:

Mas eu sou um pau no cu não ligo pra Dungeon World

POIS NÃO. Novamente o Julio vem pra salvar a tua vida:

O RPG A Fuga da Rainha do Planeta Vermelho, um jogo minimalista baseado no Sistema Queen, do outro RPG do Julio (Que eu comprei e você também deveria), VAI SER DE GRAÇA: Uma preparação pro futuro jogo, também do Julio (Tô falando que o filho da puta tá balançando o barco?), Rebel, Rebel.

Junto com o novo site da Secular, óbviamente tem a nova loja da Secular… Mas não é só isso. Claro que não. Os caras tão preparando um novo projeto digital inteiro, que vai contar com suporte ao Roll20 e outras formas de streaming:

Além de um novo programa de parceria que, em resumo, vai facilitar muito a vida de quem fala sobre RPG e mais ainda a vida de em joga RPG em eventos… Pra não falar em MAIS descontos…

Vou recapitular: Site novo porque, realmente, o velho tava uma tragédia, loja nova, novas aventuras pros jogos já publicados, novos jogos em lançamento, pré-venda, promoção, wallpaper e RPG de graça. Então fica com a mão no F5 aí, que é o bagulho ir pro ar procêis poderem aproveitar. E se alguém reclamar não come sobremesa.

Nota do editor 2: Eu não fui pago pra publicar isso, e o Loney me jurou de pé junto que também não foi. Se é verdade eu não sei, mas tudo bem, ele vai pagar o churrasco na casa dele.

Leia mais em: , , , , , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito