Funk nunca foi música

New Emo quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

O mundo é movido por mau gosto, simplicidade e prazer. Eu poderia dizer que o mundo é Funk. Essa de “dançar conforme a música” diz muito sobre o mundo: Não é uma música, mas pode ser comparado a um estilo musical que te redireciona ao sentido da vida terrestre: Mau gosto, simplicidade e prazer. Parece complexo, e deveria ser mesmo. Estamos falando do sentido da vida, porra.

Mas eu explico: Não EXISTE música no Funk. É sempre a mesma coisa, sempre a mesma batida e sempre a mesma… coisa chamada de “cantor”. Sério, o Olga canta melhor que qualquer funkeiro.

Mas não é só o théo mais uma vez criticando um estilo musical. Não, é fato. Bailes Funk se resumem á putaria e outras coisas que não vêm ao caso agora. Ninguém gosta de Funk porque acha a música “bonitinha”, “agradável” ou “recordativa”. Gosta porque é “banal”, “engraçada” ou “excitante”. Quando você passa na rua e ouve Funk tocando em algum bar onde as pessoas se encontram SENTADAS, ali tem alguma coisa errada. Vai ver é só um aquecimento. NINGUÉM escuta Funk por prazer auditivo.

É claro que nem todo Funk é assim. Há outros tipos de Funk, como aquele do Claudinho & Bochecha que, ao menos, tinha letra e ritmos diferentes. “Controlo o calendário sem utilizar as mãos”. Cara, comparado ao Funk PANCADÃO, isso aí é filosofia. Enfim, os caras comoviam as garotinhas com suas letras melosas e ritmos relativamente variados. O Funk que estamos analisando agora é aquele que tem como letra “PARAPAPAPAPAPAPAPAPA! PARAPAPAPAPAPAPAPAPAPA! PAPARAPAPARAPAPARAPA TIBUM! (?) PARAPAPAPAPAPAPARAPAPA!”, por exemplo.

Num baile funk, ninguém quer saber da música. Só querem ter certeza de que eles PERMANECEM vivos e encoxando/levando uma encoxada de alguém. Poderia estar tocando Toy Dolls lá. Se bem que, obviamente, a batida influencia muito. Além das letras banais. Fazer o quê se o povo sente tesão com isso?

É claro que podemos agradecer á criatividade de uns, e até mesmo coragem, ao misturarem o Funk a outros estilos. Assim nasceu o gênero Funk Metal, que também é chamado de Funk Rock. Mas não liguem para o que dizem pra você por aí. É a batida do Funk com o Metal. É… sensacional.

Faith no More, Epic. Clássico pra CACETE. Se liga na batida. Te lembra algo? É o Funk convertido para Metal, cara. ISSO que é reciclagem. E eu enrabaria alguém na boa ao som de Faith no More.

Red Hot Chili Peppers, Give it Away. Outro clássico, e talvez o clipe mais perturbador da banda.

Por que não citar também Spin Doctors, com Two Princess? Tá, a música é chata, mas é só pra esclarecer porque resolveram tirar o “Metal” do “Funk” um dia. GAH!

Voltando ao normal: Janes Addiction, Stop.

Aí você vê MÚSICA. Não falo de gostos, você pode achar esses sons uma merda. Falo de… música, mesmo. Enfim, você já deve ter entendido. Na próxima coluna, talvez, TALVEZ, vou fazer uma lista com alguns sons e bandas… excitantes. Sem correr o risco de levar uma bala perdida ou pegar uma DST.

Leia mais em: ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Concordo em gênero, número e grau, seu tanga.
    Só vale lembrar que James Brown também é funk! Poderíamos classificar o funk carioca de trash funk, Claudinho e Buxexa de charme (veja se charme pode ser nome de estilo musical1) e James Brown, sim, é FUNK!

  • black_soul

    Só vale lembrar que James Brown também é funk! Poderíamos classificar o funk carioca de trash funk, Claudinho e Buxexa de charme (veja se charme pode ser nome de estilo musical1) e James Brown, sim, é FUNK! (2)

    Pelo menos um artigo de crítica que mostra outras vertentes do funk, mas saiba que o que toca nos bailes não é realmente funk e sim miami bass.

    Funk é um nome que um certo babaca colocou pra ficar mais pronunciavel aqui no Brasil…

    só pra constar ok? :)

    E o funk de james brown influenciou todas as vertentes do rock que conhecemos hoje… mas e dái ? vão me tocar pedra mesmo de qualquer jeito…

  • Capitão Piratão

    Tocar pedra por quê, se ce tem razão? Inclusive, funk é bom pra cacete, apesar de eu não conhecer muita coisa.

    E esse negócio de dizer que não é música é discutível. o “funk” carioca tem ritmo e melodia (a coisa pode até não soar muito melódica, mas tanto faz). Há quem diga que a falta da harmonia é o suficiente pra se dizer que ‘funk’ carioca não é música, mas também tem quem diga que não. Dizer que o ‘funk’ não é música por faltar a harmonia seria como dizer, por exemplo, que os batuques africanos não são música, também. E a desculpa cairia por água abaixo em alguns casos, já que existem alguns funks com a parte harmônica.

    Agora, que é música RUIM, acho que quase todo mundo com bom senso concorda, hahah.

  • joao

    faith no more e bem legal.ja vi esse clipe faz um tempo

  • @black_soul
    Deixei a coluna pronunciável também. Poucos sabem o que é Miami Bass. ;]

  • Se for assim música eletrônica é menos música ainda.

  • ryuk

    cara, funk carioca, e de todo o brasil, é uma merda. não há nem o que discutir. mas o funk original, aquele que muitos negros norte-americanos se requebravam toda vez que escutavam uma batida dançando nos seus radinhos portáteis, era foda. como já disseram aí, o james brown é animal. q
    agora acho muito legal quando certas bandas envolvem o funk com um ritmo diferente. por exemplo a UDR. os caras só escrevem merda, misturam funk, hip-hop, metal… e omg, e não é que a merda fica legal?

  • Lan

    Deftones é uma boua pedida pra musicas excitantes

  • Ferris

    “excitantes. Sem correr o risco de levar uma bala perdida ou pegar uma DST.”

    porra nas baladas que eu vou aqui ta longe de ter bala perdida (50 pila so a entrada) e longe de dst também so as patricinhas la indo até o chão
    é a melhor coisa que existe porra tu tem testosterona não é caralho, e antes que voce me chame de imbecil ou fora de cultura eu curso medicina numa federal, valeu.

  • Zambest

    99,9999% da população mundial são débeis mentais, isto é, usam mais o corpo do que a mente, então tem que ter uma musiquinha pra eles, o Funk deve ser uma das opções pros babões com instintos animais á flor da pele….
    Débil Mental também é gente …lembrem-se!

  • Lalão

    Tenho 43 anos e ouço sons musicais desde a idade de 03 meses, segundo informações de minha mãe, que ligava o rário, ou radiola para que este que vos escreve dormisse, com 6 ou 7 anos ouvia muito R&B, blues e jazz, minha duas manas mais velhas e meu falecido paizão tinham gostos musicais muito distintos uns dos outros, quando cheguei a puberdade ouvi o primeiro disco de ROCK de verdade, minha opinião pessoal, Hotter Than Hell, do KISS, aquilo entrou em meus neurônios como uma faca entra em pudim, recebi duras críticas de meus familiares dizendo que aquilo não era música e sim barulho, logo eu que nunca havia feito um comentário sequer sobre o gosto musical de minha família estava sendo tachjado de louco por ouvir as canções de um disco cujo título era e é : Mais quente que o inferno, Fazer o que?? A sabedoria popular nos ensina que gosto não se discute, por ser algo de cunho intimo e pessoal. Concordo, mas tenho uma ressalva: Gosto realmente é algo intimo e pessoal, uns gostos dos olhos, outros das remelas, uns gostam de vinho, outros de cachaça, uns gostam da cor verde outros da cor vermelha, assim sendo fica de bom tamanho que todos nós respeitemos o gosto alheio, concordam???
    Não??? Eu também não, funk carioca não é música, é uma MERDA!!!! Afirmar que esta barulheira sem ritmo, sem concordancia tonal e musical é música, eo mesmo que afirmar que o Maradona é melhor que o Pelé, que o Alonso é melhor que o Schummy, que a Preta Gil NÃO é GORDA!!! Que as fotos das revistas XXX não tem photoshop, caralho!!!
    Será que existe uma maneira de mostrarmos que a realidade musical brasileira produz quase nada de qualidade!!!
    Chega!! Já escrevi demais, obrigado pelo espaço e
    parabéns pelo post, realmente, se funk carioca for música, podemos dizer também que o LULA é honesto, que o Zé Dirceu nunca fez maracutaias, que a gasolina brasileira não tem mistura e que a seleção nunca entregou os jogos das copas para a França.

  • Eduardo

    Cara, não entendi porque vc colocou aquela música do toy dolls, não tem nada a ver com funk.

    O Zambest está totalmente equivocado: é só 99,999%. Que exagero!!!

  • @Eduardo
    Eu citei como exemplo de vocalista…?

  • D1g1

    Ola Theo, a musica da qual vc esta falando nao eh realmente funk e sim uma mistura de alguns samples
    (o mais usado eh o Voltmix do DJ Battery Brain), que eh da decada de 80 ciom ouros elementos em cima. Existe realmente um erro em grafar isso com o funk. O estilo musica funk que traduzido seria “fedor” vem dos EUA iniciando nas decada de 50-60, tendo varios artistas do genero (nao vou ficar citando nomes).
    A verdade é que pegaram carona neste estilo em decorrencias dos bailes que antes tocavam este estilo de musica, as “chamadas” equipes de som que tocam estes estilo de musica nas decada de 70 e 80.

  • DUEDEX

    BOM AMINHA OPINIÃO É A SEGUINTE.
    1- FUNK É APENAS BATIDÃO RITMADO e um zé ruela “gritanu” e “assassinanu u portuga” E NADA MAIS
    2-COPIAM UM MONTE DE PARTES DE MUSICAS EU DISSE musicas FAMOSAS E COLAM NA TRILHA DO BATIDÃO
    3-NÃO TENHO NADA CONTRA O RITMO, MAS SIM COM A FALTA DE CULTURA DO BRASIL..É ISSO AI É DAI PRA PIóR…
    ATÉ ACHO ENGRAÇADP…VBAI LACRAIA, CRÉÉÉÉUI,.,,ESSAS BARULHEIRAS RITIMADAS E HUMORISTICAS..MAS É QUE ALGUMAS PESSOAS PASSAM A ENTENDER QUE ISSO É HIT DO MOMENTO E QUE É A MUSICA DO MOMENTO…FAZER O QUE NÉH??? CULTURA MEU POVO…CULTURA PERDIDA..CRIANÇAS NASCEM AOS MONTES..PASSAM FOME E OUVEM PORCARIAS ..Só TEM MESMO Q NASCER NADA DE CULTURA….POLITICOS ROUBAM E O POVO SE EMPOBRECE EM TODOS OS SENTIDOS..AONDE IREMOS CHEGAR? affff BRASIL QUE VERGONHA….

  • Loob

    Dá pra dizer que é música mais ou menos pelos motivos apontados pelo Capitão ali encima.

    É arte de massa e o caramba , não tem como esperar qualidade mesmo.

    Miami bass não tem relação com Funk Metal , o funk de verdade tem , por isso fica legal.

    E agora pegou uma música decente do Faith no More né safado ?

    Alías , por que diabos os posts do théo atraem tiozoes nostalgicos ?

  • Tiago

    Funk carioca é uma das piores coisas da face da Terra. Assim como existem as maravilhas modernas, deveria haver as horripilantes modernas, o funk carioca faria parte fácil.

  • @Loob
    Deve ser carma. Mas dessa vez o cara não me xingou.

  • edson burg

    SEM ESQUECER A BANDA QUE TEM O VERDADEIRO FUNK NO NOME: GRAND FUNK, QUE FAZIA O FUNK ORIGINAL, ANTES DOS GUETOS AMERICANOS E DESTES CABEÇAS OCAS DESDENTADOS DO MORRO PEGAREM O NOME PRA ELES…

busca

confira

quem?

baconfrito