Finais Inesperados

Cinema terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Uma das sensações que o cinema nos proporciona que mais gosto é a surpresa ao final de um filme. Mas não são todos que conseguem nos surpreender ou nos fazer pensar naqueles poucos minutos finais para entender a mensagem que o diretor nos quis passar. Listei alguns que desses, usando de critério os finais que menos confirmam nossas expectativas. Já aviso de uma vez, se não quiser saber o desfecho de um dos filmes abaixo, nem leia.

Dr. Fantástico – Stanley Kubrick, 1964

Uma das melhores comédias de todos os tempos tratava de um assunto bastante delicado, a guerra fria. Na época do conflito, Kubrick fez um filme sarcástico e com um humor negro nunca usado antes. É importante ressaltar também a performace incrível de Petter Sellers ao interpretar quatro papéis no filme, mas infelizmente, o ator não foi premiado com o Oscar do ano. Quem imaginaria que o filme terminaria com a destruição do mundo pela guerra atômica?

 Iiiihhaaaaaaaaaaaa!

Donnie Darko – Richard Kelly, 2001

Um dos filmes que mais me surpreenderam na vida foi Donnie Darko, e não só por causa do final inesperado. O filme que era desconhecido para mim foi apresentado através do Top 100 filmes do Bacon Frito, e o vilão fantasiado de coelho negro foi o que mais me chamou a atenção. Com um enredo que contempla os problemas da adolescência, física quântica, universos paralelos e até coisas sobrenaturais, o filme do diretor Richard Kelly merece destaque como um dos finais mais intrigantes de todos. Sério, eu devo ter ficado semanas a fio pensado sobre a conclusão da obra. Se você ainda não viu, não perca mais tempo.

 Acho que vai chover

Sem Destino – Dennis Hopper, 1969

Obrigatório para qualquer um que goste de motos, rock ‘n’ roll e, é claro, cinema. Um dos road movies mais aclamados de todos os tempos é um filme que inspira o lado selvagem de cada um de nós. Após qualquer sessão com a obra dá a vontade de pegar uma moto e sair por aí, desbravando o mundo e conhecendo a liberdade de ser um homem livre da sociedade. Mas duvido que você, pequeno gafanhoto, não ficou em choque com o término repentino da aventura, se perguntando, “porra, isso tá certo? Acabou mesmo?”. Lembro que recomendei a um amigo, que estranhou da mesma maneira, e concluiu que a grana dos caras acabou e eles tiveram que terminar o filme de uma maneira desmazelada. Foram horas tentando convencer que a mensagem do filme já havia sido passada.

 “Get your motor running…”

Psicose – Alfred Hitchcock, 1951

EU já tinha ouvido falar tanto de Psicose antes de assistí-lo (E você também), que para mim o final não foi tão surpreendente, mas imagino a cara que os fãs do diretor inglês ficaram ao término do filme. Considerado por muitos como a obra prima de Hitchcock (Visão que não compartilho, prefiro Festim Diabólico, Disque M para Matar e Janela Indiscreta), Psicose chegou a ser eleito o melhor filme de suspense de todos os tempos. É fato que Hitch sabia prender a atenção do espectador até o final, e talvez seja nesse filme que ele mais teve êxito.

 “Não é a mamãe, não é a mamãe!”

O Bebê de Rosemary – Roman Polanski, 1968

É inegável que O Bebê de Rosemary tem uma carga pessimista que aumenta a cada minuto que o filme é desenvolvido, e é justamente por isso que seu final se torna surpreendente. Polanski conseguiu, de modo magnífico, fazer com que o público criasse uma aversão sobrenatural pela situação na qual se encontrava a jovem Rosemary (Interpretada brilhantemente por Mia Ferrow), que é impossível que não esperássemos que tudo se resolveria no final. Parecia que Polanski já previa a maldição que cairia sobre sua casa, quando no ano posterior, o bando de Charles Mason invadiu um jantar em sua casa e matou sua esposa, grávida.

 “OLHA A FACA!”

Jogos Mortais – James Wan, 2004

E agora o final que achei mais fodástico até hoje. Bom, não sei se vocês sabem, mas não sou muito lá chegado em lançamentos (E Jogos Mortais era um na época), mas falaram tão bem do filme que tive que dar uma conferida logo nos primeiros dias que lançaram o DVD. A contagem regressiva marcava um minuto e quarenta e quatro segundos para o fim, e eu lá, com a minha mania de fazer uma crítica mental do filme:

“Pô, é um filme independente maneiro, feito sem muitos recursos, praticamente um só ambiente, boa direção, trilha sonora e umas questões pertinentes levantadas, mas não é tudo que disseram nem a pau”.

Ao final daqueles um minuto e quarenta e quatro segundos eu, ” PUTA QUE PARIU!!! O QUE FOI QUE ACONTECEU AQUI?” Caralho, sério, dei pála com o véio levantando lá e o flashback explicando o filme. Não consigo imaginar nada mais surpreendente que isso.

 o.O

E para vocês, quais foram os filmes com os finais mais inesperados?

Leia mais em: , , , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Ricardo G. Souza

    Sexto Sentido, Clube da Luta, Vanilla Sky, A Vila…

  • yuri

    Tinha pensado em colocar o Sexto Sentido e o Clube da Luta. Mas o sexto sentido é um filme de suspense, logo, tudo pode acontecer.

    O final, (final msm, que o Edward Norton vira tanguinha e mata o alter-ego) muito paia.

    O final de A Vila eu tb achei muito massa.

  • Pedro

    Sem Clube da Luta? Sério?
    Mas acho isso justificável, até porque a grande reviravolta do filme não ocorre exatamente no final.

  • Os suspeitos, os outros, planeta dos macacos…

  • yuri

    Boa… mas não coloquei Os Outros pelo mesmo motivo de O Sexto Sentido, durante o filme todo o diretor dá sinais do que virá, a gente que não presta atenção até o final

  • lucas

    Cara, o final de Easy Rider me deixou de boca aberta por várias horas… Tem o Oldboy também, que tem uma reviravolta foda um pouco antes do fim. E o Amnésia.

  • Gabriel Trosko

    Mr. Nobody.

  • Loney

    Qualé aquele filme que o maluco tá sendo interrogado, conta uma história gigantesca, e é tudo mentira, que ele foi inventando à partir das coisas que tinha na sala de interrogatório?

  • Almirante de Banheira

    desci a barra de rolagem como se não houvesse amanhã para não ler spoilers dos filmes q não vi, boa lista e os comentários já acrescentaram minhas outras indicações.

    P.S. Acho q o Petter Sellers fez 3 e não 4 personagens(presidente, o británico e dr. strangelove) aliás, foi uma surpresa para mim descobrir após o filme q era o mesmo cara fazendo os 3.

  • yuri

    Verdade… o final do Oldboy é fodapacaraí

  • Gus Kondo

    Um final foda que eu fiquei SEMANAS pensando no que tinha acontecido é o de O Nevoeiro (The Mist) do Darabont. Nunca fiquei com emoções tão confusas num final de filme. Eu simplesmente não sabia se ria, se chorava, se ficava com raiva…

  • O suspeito da rua arlington, violencia gratuita, O silêncio do Lago (versão original)…entre outros

  • Vinicius Ottoni

    SPOILER DE CLUBE DA LUTA! Desculpa amigo, não vou aqui bancar o fodão dizendo que vc não entendeu o final… Vc tem todo o direito de não gostar do fim, quero só contestar sua lógica.
    Vc disse viu UM final “paia”.Eu vi três, EU DISSE TRÊS FINAIS FODÁTISCOS! Tudo ao mesmo tempo, em um só filme. Pra mim isto já serve pra ser o top de qualquer lista de reviravoltas…1: A primeira reviravolta é a descoberta do alter ego. De tirar o chão!2: Como o cara mata seu alter ego é simplesmente original, goste você ou não, tem lógica. O único jeito de matar imediatamente uma personalidade sua é se matando. O fato de ele ter sobrevivido foi um acidente. O que foi ainda mais legal.3: Aqui, na minha opinião foi o seu maior erro. A morte do alter ego não é fim, amigo. O fim assim como todo filme é mostrado como um soco no estômago do telespectador. Um simples funcionário de escritório esquizofrênico ACABOU. COM. A. ZORRA. DO . MUNDO. sem saber (na realidade foi sua segunda personalidade) usando sobras de lipoaspiração. E o pior de tudo, este final maluco todo é crível, lembrando que 2 anos depois aconteceram os ataques de 11/09 que não visavam os servidores das instituições financeiras nem a bolsa de valores, mas praticamente parou o mundo por uma semana!

    No mais, assista de novo, cara. Dê mais uma chance pra ele, vc não vai se arrepender. Só o começo com a câmera saindo de dentro do cérebro do cara pelos poros já vale o esforço.

  • Antônio de Assis

    Minha contribuição de filmes com final surpreendente:

    – Seven (dispensa comentários)

    – Waz (misto de Seven com Jogos Mortais, muito bom! a cena do estupro do início do filme marca muito.)

    – Ruas de Fogo (água com açúcar, mas referência dos anos 80. exemplo de final de mocinha que não fica junto com o herói. sem contar a trilha sonora…)

    – Autópsia de um Crime (lembro até hoje de quando terminou o filme: estávamos eu, minha esposa e minha cunhada com os dentes cerrados, dedos grudados na sofá, tentando processar a cena final.)

  • yuri

    Cara, não banque de fodão mesmo. É claro que eu entendi o final do filme. Talvez você é quem deva assistir novamente para ver que o narrador mata o alter-ego por causa do amor dele pela Marla. Completamente desistimulante, depois de toda a carga psicológia que é desenvolvida.
    Talvez seja a primeira vez que você visita o site, e por isso não conhece a idolatria doentia que eu tenho por esse filme. Poderá ler mais   aqui

  • Ok mas e o “Os Suspeitos” aquele final é surreal!

  • Chinaski

    Um final de filme que me surpreendeu muito quando vi foi o Coração Satanico.

busca

confira

quem?

baconfrito