Fast Forward: Introdução

Música terça-feira, 30 de novembro de 2010

DAEW. Esses dias eu tava triste pra cacete. Ok, eu não tava pra tanto, mas pensei em uma coisa: Por que caralhos eu escrevo sobre música nessa merda? E o pior, por que vocês, leitores acéfalos, leem o que eu escrevo? Cês tinham que tomar vergonha na cara e mandar uma quadrilha me matar, porra. De qualquer jeito, é IMPOSSÍVEL falar sobre música. Sobre música boa, eu digo. Sabem por quê? Porque, por mais que o texto fique bom, não dá pra explicar como é ouvir um álbum foda. As pessoas não deveriam se preocupar em ler algo sobre música. Elas deveriam se preocupar em ouvir MAIS música. Música boa, claro.

É por isso, amiguinhos e amiguinhas, que eu fundo agora o novo empreendimento do nosso delicioso Bacon Frito, inspirado nas Fast Food Reviews do nosso falecido traveco, atillah: A série Fast Forward. Um álbum. Pouco texto. Sem frescuras.

A parada é o seguinte: Não existem álbuns mais ou menos. Pelo menos não pra mim – e a coisa é bem parecida com os games. Ou vale a pena ouvir o álbum mil vezes sem cansar ou ele é uma merda completa. E não existe isso de curtir uma FAIXA. Afinal, cê já comprou um CD com a expectativa de pelo menos UMA faixa ser boa? Cê é um bosta, sérião. Em álbum bom, TODAS as faixas tem que ser, no mínimo, fodas pra carái. Não são? Não vale a pena, independente da banda. Afinal, nem todos os álbuns do AC/DC são bons, por exemplo.

O que vocês podem esperar: Um álbum com, no máximo, um vídeo por texto, falando se a parada vale a pena ou não. Não vai ter nota de 0 a 10 aqui: Ou vale a sua alma ou é pior do que Beatles. E essas matérias vão alternar entre a New Emo. Então cês já sabem, na semana que não tem New Emo por aqui, tem Fast Forward. O CDS continua firme todo domingo – e ainda vão rolar textos dos estagiários, o mais baixo da escala do trabalho. Bem vindos, filhos da puta. Parem de ler esta merda, apertem o FF e vão ouvir mais música, caralho.

Leia mais em: ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • André

    “Ou vale a sua alma ou é pior do que Beatles.” é redundância.

busca

confira

quem?

baconfrito