Falling Skies – Mais uma cria de Spielberg

Televisão quarta-feira, 27 de Abril de 2011

Eu tava vendo alguma coisa na Warner (TV paga. Precisava explicar?), e daí uma chamada de um programa novo me prendeu um pouquinho a atenção. Confesso que no começo eu pensei que fosse mais uma temporada do V, aquela série de uns ET’s que invadem a Terra pregando que querem o bem, mas na real querem ferrar com a vida de todo mundo e dominar a humanidade (Ui). Então, mas não era. Era a tal de Falling Skies. Tudo bem que também rola essa história de ET, mas a batida é outra.

Protagonizada pelo doctor Carter, ex-ER, o bonzinho Noah Wyle tá estrelando a produção que tá nas mãos do pai do serzinho de outro mundo mais querido do mundo: O ET, óbvio (Não?).

Anyways: Steven Spielberg é o cara que tá produzindo a série.

Pra entender um pouco a história, ela começa depois de uma puta invasão alienígena que deu um trato na Terra, destruindo boa parte do planeta.

Tá bom que eu não tenho nem ideia de por que diabos os aliens invadiram a Terra, e qual foi a causa das pessoas que sobreviveram terem, de fato, sobrevivido (Do’h). O negócio é que quem não morreu (Afinal, ninguém aqui fala de The Walking Dead, né?) tem que dar um trato no que restou da humanidade. Alou, amigos: Reprodução alucinada? Acho que não.

Então, é o seguinte: O ex-Carter, agora Tom Mason, é um professor de história que perdeu mulher e ainda teve um de seus 3 filhos sequestrados, tipo um combo-tragédia, e é claro que ele não quer deixar por menos e quer tocar o terror pra cima de quem destruiu a família dele. Compreensível. Como o cara tem um baita conhecimento sobre história militar, ele vira o líder da galera moribunda, gerando o movimento 2nd Mass.

A mocinha da história, Anne Glass, vai ser interpretada por Moon Bloodgood, e, aparentemente, vai ser uma pediatra toda queridona que vai conquistar a criançada que não morreu. E, sei lá, mas vai que rola um romance com o Sr. Mason, né?

O foda é que a série, que também me lembra Independence Day (Por enquanto, sim. Depois eu vejo se tô certa.), só estreia em junho. Beleza, eu sei que já é fim de abril e talz, mas tu anunciar uma série com tanta antecedência (Faz mó tempão que tem chamadinha rolando por aí), correndo o risco de ter uma criatura que morre de curiosidade, pode ser um problema, já que né? Tem um bando de teaser que vai ter que ser suprido, pras expectativas não ficarem soltas no ar.

Agora vamos esperar pela série, que conta com o roteiro de Robert Rodat, que vem do ladinho do Spielberg. Mas uma coisa é fato: Vai ser tenso não chamar o Wyle, agora Mason, de Carter ui.

Leia mais em: , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • R352

    poderia ter explicado melhor como eh o roteiro

busca

confira

quem?

baconfrito