Então é Natal

Analfabetismo Funcional terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Este é o primeiro ano da minha vida em que não montei decoração de Natal aqui em casa. Sério, nada, nem árvore, luzes piscantes, presépio, nada. Doismilidouze foi, e ainda está sendo, um ano diferente… Também será a primeira vez que não farei panetone com sorvete para a ceia. Vai ver o fim do mundo realmente mudou algumas coisas.

De alguma forma, é errado hoje não ser Natal, ao menos para mim. Tudo bem que há muito tempo o Natal não é aquela festa pela qual se espera o ano todo, vai-se dormir antes da meia noite para acordar cedo (E acordar todo o resto da casa) e ir abrir presentes, mas, de certa forma, as mesmas pessoas estão presentes, ainda tem comidas diferentes que no resto do ano. Sempre fui contra a ideia de que apenas na infância é que se é feliz, que se tem liberdade e que… Mas sou obrigado a dizer que a tal “magia natalina” (E muitas outras magias), de fato se desvanecem com o tempo.

Todo ano temos filmes, animações, especiais e episódios sobre o Natal, normalmente todos eles com neve, e, de certo modo, temos também livros sobre isso. Não que saia um novo todo ano, mas temos alguns títulos sobre o assunto, que acabam por fazer parte das tradições natalinas. Creio que todos sabemos a história dos fantasmas do Natal, como o Grinch tentou roubar aquela galerinha e da rena do nariz vermelho.

Como disse, este ano tem sido diferente… O Cartoon Network ainda passa Frosty? Me parece que este ano o Natal está sendo menor, com menos propagandas de descontos imperdíveis para as compras de última hora, menos músicas natalinas, menos neve celebração… Menos epírito natalino. Talvez seja só porque eu estou ficando velho (E muito provavelmente é isso mesmo), mas acho que o Natal está morrendo.

E, consequentemente, morrem Dickens, Seuss, Van Allsburg, Breathed e tantos outros. E para alguém que como eu passou horas e horas botando luzes em árvores, escolhendo enfeites e pendurando guirlandas, isso é um tanto quanto… Diferente. E não no bom sentido. E, também talvez, toda essa reclamação explique o porque de você estar aqui em pleno Natal. Eu aproveitei enquanto o Natal durou para mim, façam o mesmo, vai ser legal.

Leia mais em:

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Luiz Carlos Santos

    Cara, eu estou com este mesmo sentimento, já a algum tempo. Pra mim, com o passar dos anos, perdeu-se toda a “magia”, se é que me entende. Hoje, para mim, é mais um feriado comercial antes de tudo. É claro que ainda há as reuniões com alguns familiares, alguns presentes, etc., mas não é, e nunca mais será o que era na nossa infância. Eu fico um pouco triste com tudo isso, mas ao mesmo tempo resignado, uma vez que quanto mais se desprende dessas expectativas de “magia de natal”, “espírito de natal”, “natal com neve”, e outros, parece que ficamos mais preparados para a dura realidade do dia-dia de nossas vidas, infelizmente.

  • Loney

    Bem por aí mesmo cara =/

busca

confira

quem?

baconfrito